À la folie ou pas du tout

"À la folie ou pas du tout" ("Apaixonadamente ou não de todo") foi a canção que representou a Bélgica no Festival Eurovisão da Canção 1972, interpretada em francês por Serge & Christine Ghisoland.Foi a 16.ª canção a ser interpretada na noite do festival (a seguir à canção monegasca "Comme on s'aime", interpretada por Peter McLane & Anne-Marie Godart e antes da canção luxemburguesa "Après toi", interpretada por Vicky Leandros): No final, a canção belga não foi feliz, terminando num modesto 17.ª lugar (penúltimo lugar) e recebendo um total de 55 pontos.

À la folie ou pas du tout
País
Artista(s)
Língua
Compositor(es)
Daniël Nelis, Bob Milan
Letrista(s)
Daniël Nelis
Resultado da final
17.º
Pontos da final
55
Cronologia de aparecimentos
◄ "Goiemorgen, morgen" (1971)   
"Baby, Baby" (1973) ►

AutoresEditar

  • Letra: Daniël Nelis
  • Música: Daniël Nelis e Bob Milan
  • Orquestração: Henri Segers

LetraEditar

A canção é um dueto, com ambos os cantores explicando a sua filosofia em relação ao amor - "amar apaixonadamente ou não de todo". Eles terminam admitindo que "Nós amamo-nos um pouco mais e nós acreditamos nisso".

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma canção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.