Abrir menu principal

Ária (em grego: Ἀρ(ε)ὶα, transl. Ar(e)ia; em latim: Aria, do persa antigo: Haraiva e avéstico Haraeuua)[1] é o nome de uma antiga região da parte oriental do Império Aquemênida, confundida por muitas vezes com Ariana (Arianē) nas fontes clássicas.

GeografiaEditar

A região de Ária foi uma antiga satrapia persa, que abrangia principalmente o vale do rio Hari (em grego: Ἄρ(ε)ιος - um epônimo de toda a área, de acordo com Arriano[2]) e que, na Antiguidade, era considerada especialmente fértil e, acma de tudo, rica em vinho. Algumas cadeias de montanhas a separavam das regiões vizinhas: as Paropamíssadas, a leste, a Pártia a oeste e a Margiana e Hircânia a norte, enquanto um deserto a separava da Carmânia e Drangiana ao sul. Foi descrita muito detalhadamente por Ptolomeu e Estrabão,[3] e corresponderia, de acordo com estes relatos, aproximadamente à atual província de Herate, no Afeganistão. Neste sentido o termo foi usado corretamente por alguns escritores do período, como Heródoto (3.93.3, onde os ários são mencionados em conjunto com os pártios, corásmios e sogdianos); Diodoro (17.105.7; 18.39.6); Estrabão (2.1.14; 11.10.1, cf. também 11.8.1 e 8; 15.2.8 e 9); Arriano (Anábase 3.25.1); Pompônio Mela (1.12, onde se pode ler que "mais próxima da Índia está Ariane, e então Ária").

Sua capital era originalmente Artacoana (Ἀρτακόανα)[4] ou Articaudna (Ἀρτικαύδνα), de acordo com Ptolomeu. Em seus arredores uma nova capital, Alexandria Ariana (Ἀλεξάνδρεια ἡ ἐν Ἀρίοις, a atual Herate), foi construída por Alexandre, o Grande ou um de seus sucessores. Ptolomeu lista diversas outras cidades como uma amostra da riqueza e prosperidade da província. As mais importantes, de acordo com Ptolomeu e Arriano eram:[5][6]

  • Dista
  • Nabaris
  • Taua
  • Augara
  • Bitaxa
  • Sarmagana
  • Sipharê
  • Rhagaura
  • Zamuchana
  • Ambrodax
  • Bogadia
  • Varpna
  • Godana
  • Phoraga
  • Chatrisachê
  • Chauvrina
  • Orthiana
  • Taupana
  • Aria civitas
  • Basica
  • Sotira
  • Orbetanê
  • Nísibis
  • Paracanacê
  • Gariga
  • Darcama
  • Cotacê
  • Tribasina
  • Astasana
  • Zimyra

Referências