Abrir menu principal
É fogo na roupa
 Brasil
1952 •  pb •  85 min 
Direção Watson Macedo
Roteiro Alinor Azevedo
José Cajado Filho
Watson Macedo (história)
Elenco Ankito
Violeta Ferraz
Heloísa Helena
Género comédia
musical
Idioma português

É Fogo na Roupa é um filme brasileiro de 1952 do gênero "Comédia Musical", dirigido por Watson Macedo. Vários números musicais com Elizeth Cardoso, Emilinha Borba, Virgínia Lane e os artistas do elenco: Ankito (em seu primeiro filme), Ivon Cury, Heloísa Helena, Adelaide Chiozzo, Antonio Spina e Bené Nunes. Filmado no Hotel Quitandinha e nos Estúdios Carmen Santos (depois Herbert Richards).[1]

ElencoEditar

SinopseEditar

 
Palácio Quitandinha, cenário do filme

Num luxuoso hotel em Petrópolis, realiza-se uma convenção nacional de "Mulheres Casadas" liderada pela representante da Paraíba, Madame Pau Pereira, com o objetivo secreto de elaborar um projeto de lei que institua a pena de morte para os maridos "infieis". Dispostos a descobrirem esses planos, os homens pedem ao cabeleireiro Quincas que se vista de mulher e se infiltre nas reuniões. Enquanto isso, a Condessa de Buganville flerta com o desconhecido pianista Luís que se apresenta no show graças a ajuda de seu amigo Chiquinho, funcionário da Rádio Carioca. As coisas se complicam quando o valioso colar de pérolas da condessa é roubado e ela acusa o pianista pelo roubo.

Referências