Édipo em Colono

tragédia de Sófocles

Édipo em Colono (em grego, ΟΙΔΙΠΟΥΣ ΕΠΙ ΚΟΛΩΝΩΙOIDIPOUS EPI KOLŌNŌI, na transliteração) é uma das três obras de Sófocles que fazem parte da chamada trilogia tebana, na tragédia grega, terminada provavelmente em 406 a.C., pouco antes de morrer[1]. Foi produzida pelo neto de Sófocles, em 401 a.C.

Édipo em Colono, de Fulchran-Jean Harriet.

Na linha do tempo das peças, a história ocorre depois de Édipo Rei e antes de Antígona. A peça descreve o fim da trágica vida de Édipo. Sófocles estabelece o local da morte de Édipo em Colono ou Hippeios Colonus (em grego: Ίππειος Κολωνός), uma comunidade localizada mais ou menos a um quilômetro ao noroeste da cidade de Atenas.

TraduçõesEditar

Em português, existem algumas traduções feitas do grego. No Brasil, traduziram em verso Trajano Vieira e Donaldo Schüler, além de Mário da Gama Kury.

Em Portugal, há a tradução em prosa de Maria do Céu Zambujo Fialho.

  • VIEIRA, Trajano. Édipo em Colono de Sófocles. São Paulo: Perspectiva, 2005.
  • SÓFOCLES. Édipo em Colono. Trad. Donaldo Schüler. Porto Alegre: L&PM, 2003
  • SÓFOCLES. A trilogia tebana. Trad. Mário da Gama Kury. Rio de Janeiro, Jorge Zahar Ed.
  • SÓFOCLES. Édipo em Colono. Trad. Maria do Céu Zambujo Fialho. Coimbra: Minerva, 1996.
  Este artigo sobre teatro (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. VIEIRA, Trajano (2016). Édipo em Colono de Sófocles. São Paulo: Perspectiva. p. 11