Éverton Ribeiro

futebolista brasileiro

Éverton Augusto de Barros Ribeiro (Arujá, 10 de abril de 1989) é um futebolista brasileiro que atua como meio-campista ou ponta-direita. Atualmente joga no Bahia.[4][5]

Éverton Ribeiro
Éverton Ribeiro
Éverton Ribeiro pelo Flamengo em 2018
Informações pessoais
Nome completo Éverton Augusto de Barros Ribeiro[1]
Data de nascimento 10 de abril de 1989 (35 anos)
Local de nascimento Arujá, São Paulo, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,74 m[2]
canhoto
Apelido ER7
Miteiro[3]
Baixola
Informações profissionais
Clube atual Bahia
Número 10
Posição meio-campista ou ponta-direita
Clubes de juventude
1999–2001
2001–2007
Portuguesa
Corinthians
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2007–2011
2008–2010
2011–2012
2013–2015
2015–2017
2017–2023
2024–
Corinthians
São Caetano (emp.)
Coritiba
Cruzeiro
Shabab Al-Ahli
Flamengo
Bahia
00018 0000(0)
00099 0000(8)
00081 000(23)
00108 000(23)
00106 000(26)
00394 000(46)
00025 0000(4)
Seleção nacional3
2007
2009
2014–2022
Brasil Sub-18
Brasil Sub-20
Brasil
00003 0000(1)
00005 0000(0)
00022 0000(3)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 28 de maio de 2024.
3 Partidas e gols pela seleção nacional estão atualizadas
até 9 de dezembro de 2022.

Medalhas
Competidor do Brasil
Copa América
Prata Brasil 2021 Jogador

Eleito o Melhor Jogador do Campeonato Brasileiro, venceu o Prêmio Craque do Brasileirão por dois anos consecutivos, em 2013 e 2014.[6][7]

Foi o autor do gol mais bonito do Brasileirão de 2018[8] e do Brasileirão de 2020,[9] além de ser eleito o craque da galera do Brasileirão 2019.[10]

Carreira

editar

Nasceu em Arujá, São Paulo,[11] mas foi criado na cidade vizinha de Santa Isabel. A trajetória de Éverton Ribeiro no esporte teve início aos três anos de idade, quando ele começou a praticar judô, enquanto o futebol só apareceria em sua vida dois anos mais tarde. O período nos tatames rendeu até um título paulista de uma categoria infantil.[12]

Minha mãe conta que eu fazia muita arte, não parava. Ela me colocou no esporte para acalmar um pouco, com três anos. No judô aprendi muito sobre respeito. Se não tivesse respeito, não poderia ter arte. Sou muito grato. Fui para o futebol mais tarde e, até os 10 anos, levei os dois simultaneamente. Depois passei em um teste na Portuguesa. Como era no mesmo horário do judô, meu sensei falou que eu levava mais jeito no futebol, mesmo também sendo bom no judô.[12]

Início

editar

Éverton deu seus primeiros passos no futebol aos 5 anos de idade, atuando numa escolinha do Santa Isabel Futebol Clube.[13]

Ainda aos nove anos, um amigo de seu pai, Amadeu Ribeiro, levou Éverton para fazer uma peneira para o time de futebol de salão da Portuguesa, onde foi aprovado logo no primeiro dia de testes. Ao final de seu primeiro campeonato com a camisa da Lusa, o meia ganhou a chuteira de ouro como melhor jogador e revelação do torneio.[14]

Por conta desse desempenho, ele foi convidado a ir para o time de campo da Portuguesa.[14]

Dois anos depois, o pai de Éverton, Amadeu, recebeu um telefonema convidando seu filho para representar o Corinthians em um torneio na cidade de Votorantim, no interior do estado.[14]

Corinthians

editar

Chegou ao Corinthians em 2001, aos 12 anos. Na época como lateral-esquerdo, Everton foi um dos destaques da equipe na conquista da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2007. Muito ágil e habilidoso, o jovem jogador chamou a atenção com seus dribles velozes e chutes precisos de fora da área, características que lhe garantiram uma vaga no elenco do Corinthians com Paulo César Carpegiani, que o promoveu para a equipe profissional. Éverton fez a sua estreia em 7 de abril de 2007 em uma partida contra o América de Rio Preto.[15]

Sem muitas oportunidades no Corinthians, clube onde atuou durante a base, foi negociado com o Coritiba encerrando sua passagem no Timão com apenas 18 jogos e nenhum gol.[16]

São Caetano

editar

Sem muitas chances na temporada 2008, foi emprestado ao São Caetano no dia 21 de julho, até o fim do ano.[17] Quando chegou ao Azulão, inicialmente atuou como lateral-esquerdo. Na ocasião, o time era comandado pelo técnico Sérgio Soares. Com a queda de Sérgio na Série B do Brasileiro e a contratação de Antônio Carlos Zago, Éverton começou a atuar como meia. Mesmo com as sucessivas trocas de técnicos, seguiu atuando no meio-campo e se destacou.[18]

No início de 2009, após o fim do seu contrato de empréstimo, o São Caetano prolongou por mais um ano, dessa vez, até o final de 2009. O meia teve o seu empréstimo renovado no dia 25 de dezembro, assinando com o Azulão até o final de 2010.[19] Esse foi o segundo prolongamento do empréstimo.[20]

Coritiba

editar

Em 22 de fevereiro de 2011 confirmou sua transferência para o Coritiba por um valor próximo à 1,5 milhão de reais, assinando um contrato de três anos com o clube paranaense.[21] Marcou seu primeiro gol pelo Coxa no dia 30 de março, numa vitória por 3 a 1 contra o Atlético Goianiense, em jogo válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil.[22]

Em 2012, viveu grande fase, tendo marcado nove gols na temporada pelo Coritiba (incluindo dois gols em dois Atletibas e o gol que classificou o Coxa à final da Copa do Brasil), sendo o vice-artilheiro do time (atrás do Emerson, que fez 10 gols)[23] e justificando sua contratação depois de um ano no clube. Em 13 de maio, fez o gol do título do Campeonato Paranaense de 2012 ao converter a última cobrança de pênalti do Coritiba e na semifinal da Copa do Brasil contra o São Paulo, marcou um importantíssimo gol de cabeça, apesar da baixa estatura, que garantiu o Coxa pela segunda vez consecutiva na final da Copa do Brasil.[24]

Cruzeiro

editar

Uma das principais contratações para 2013 do Cruzeiro, clube responsável por desembolsar aproximadamente 4 milhões de reais para contratá-lo, Éverton foi, junto com Dagoberto, outra nova estrela da companhia, apresentado com festa no CT do clube. Festa esta que contou com cerca de 1500 torcedores. O jogador se disse "muito feliz" pela calorosa recepção.[25] Sua estreia pela equipe foi no dia 27 de janeiro, em um amistoso contra o Mamoré, vencido pelo Cruzeiro por 4 a 1, onde o jogador teve boa atuação.[26] Já a primeira partida oficial foi no dia 3 de fevereiro, no clássico contra o Atlético Mineiro, em jogo válido pelo Campeonato Mineiro.[27]

No dia 21 de agosto, na vitória do Cruzeiro sobre o Flamengo por 2 a 1, em partida pelas oitavas de final da Copa do Brasil, realizada no estádio Governador Magalhães Pinto, Éverton marcou um belíssimo gol (o segundo da equipe na partida), logo após aplicar um "chapéu" no marcador adversário dentro da área e finalizar, sem deixar a bola cair tocar no chão, com um voleio sem pulo no ângulo.[29] O gol ganhou repercussão internacional, sendo classificado pelo portal da FIFA como "o lance mais bonito da noite!".[30] A plasticidade deste lance motivou a diretoria do Cruzeiro a criar uma placa — que foi a primeira a ser colocada no novo Mineirão — para eternizar o lance.[31]

No dia 13 de novembro, Éverton sagrou-se campeão brasileiro com o Cruzeiro, com quatro rodadas de antecedência, na partida contra o Vitória, vencida pela equipe mineira por 3 a 1.[32] Após o título, no dia 9 de dezembro, o jogador foi premiado com a Bola de Ouro de melhor jogador do Campeonato Brasileiro de 2013, sendo também o líder de assistências da competição.[33]

No primeiro semestre, o jogador participou da conquista do Campeonato Mineiro de forma invicta.[34] O meia-atacante foi o jogador com mais dribles no decorrer do torneio, 19 no total.[35]

No dia 23 de novembro, sagrou-se novamente campeão brasileiro, feito único até então ao ganhar dois títulos nacionais consecutivos no clube, após a vitória do Cruzeiro sobre o Goiás por 2 a 1, com duas rodadas de antecedência.[36] No dia 1 de dezembro, foi eleito por jornalistas esportivos o melhor jogador da competição, vencendo o Prêmio Craque do Brasileirão pela segunda vez consecutiva.[37] O jogador foi também apontado como principal jogador em votação realizada entre atletas que disputaram a competição.[38] O meia disputou 31 partidas, fez 6 gols e teve participação direta em 25% dos 67 gols da equipe mineira.[39]

Iniciou a pré-temporada de 2015 no clube, e estava relacionado para jogar a partida amistosa contra o Shakhtar Donetsk em 25 de janeiro. Porém, foi poupado pois o Cruzeiro o negociava com outro clube.[40]

Éverton Ribeiro assinou contrato com o Al Ahli, dos Emirados Árabes encerrando sua passagem pelo Cruzeiro onde em dois anos conquistou dois títulos do Campeonato Brasileiro e um Campeonato Mineiro, foi eleito craque do Brasileirão pela CBF em 2013 e 2014, além de ter vencido o prêmio Bola de Ouro da Revista Placar/ESPN, em 2013. O meia disputou 116 jogos com a camisa celeste, marcou 24 gols e deu 36 assistências.[41]

Al-Ahli

editar

Em 1 de fevereiro de 2015 assinou contrato com o Al-Ahli dos Emirados Árabes Unidos por quatro temporadas.[42] Estreou no dia 4 de fevereiro de 2015, contra o Al Sharjah, onde, saiu do banco de reservas e marcou seu primeiro gol aos 21 minutos do 2º tempo, sua equipe venceu por 2 a 0.[43]

Conquistou seu primeiro título pela equipe no dia 27 de março, a Supercopa dos Emirados-Árabes. O título veio após uma vitória por 1 a 0 sobre o Al-Ain.

No total pelo Al-Ahli, Éverton Ribeiro atuou em 103 partidas, marcou 26 gols e distribuiu 25 assistências. O meia conquistou cinco títulos pelo clube dos Emirados Árabes.[44]

Flamengo

editar

Foi anunciado oficialmente pelo Flamengo no dia 5 de junho, retornando ao Brasil depois de rescindir com o Al-Ahli e assinando um contrato de quatro anos. O clube carioca pagou cerca de 6 milhões de euros (22 milhões de reais) para ter 100% dos direitos econômicos do atleta.[44] Para concluir a negociação, um dirigente rubro-negro foi até a cidade de São Paulo, onde Éverton desembarcou, e acertou os últimos detalhes de documentação junto ao estafe do jogador.[44]

Logo em sua estreia, Éverton deu a assistência para o gol marcado por Orlando Berrío na vitória por 1–0 contra o Bahia, válida pelo Campeonato Brasileiro.[45] Nos dois jogos seguintes do Brasileirão, distribuiu mais duas assistências: uma para Diego Ribas fazer o segundo da vitória por 2–0 sobre o São Paulo, pela 11ª rodada,[46] e outra para Éverton Cardoso marcar o único gol na vitória por 1–0 sobre o Vasco, pela 12ª rodada.[47] Marcou seu primeiro gol com a camisa do Flamengo no dia 5 de julho, na goleada por 5–2 sobre o Palestino, em jogo válido pela Sul-Americana.[48]

 
Éverton Ribeiro em 2018

No dia 25 de novembro, fez um belíssimo gol contra o Cruzeiro, após passar a bola debaixo das pernas do adversário e chutar, quase sem ângulo, para vencer o goleiro Fábio. Este gol foi no mesmo Mineirão, e na mesma baliza, que cinco anos antes, eternizou um gol seu, contra o Flamengo, com uma placa.[49] Este gol foi eleito o mais bonito do Brasileirão de 2018 pelo site GloboEsporte.com.[50]

Foi em 2019 que Éverton viveu seu melhor ano pelo Flamengo. Sob o comando do treinador Abel Braga,venceu o Campeonato Carioca e foi eleito o craque do torneio. Com a saída de Abel e chegada do português Jorge Jesus, o time deu um salto de qualidade. Após 38 anos, o Flamengo sagrou-se campeão da Copa Libertadores da América, batendo rivais tradicionais como o Internacional nas quartas-de-final, o Grêmio nas semifinais (com direito a um avassalador 5–0 no segundo jogo, no Maracanã) e o argentino River Plate, no dia 23 de novembro, na final vencida pelo clube rubro-negro por 2–1.[51] Além do título continental, Éverton e seus companheiros também venceram o Campeonato Brasileiro, batendo, até então, o recorde de pontos de um campeão no formato de pontos corridos com 20 times.[52]

Iniciou o ano vencendo a Supercopa do Brasil, batendo o Athletico Paranaense por 3–0 no Mané Garrincha, em Brasília.[53] O meia conquistou também a Recopa Sul-Americana[54] e o Campeonato Carioca,[55] sendo os três no primeiro semestre do ano.[56] Posteriormente conquistou o bicampeonato brasileiro pelo Flamengo, sendo esse o seu 4º título brasileiro na carreira.[57]

Em 29 de julho, deu uma assistência para Gabriel Barbosa fazer o segundo da goleada de 6–0 sobre o ABC, no jogo de ida das oitavas da Copa do Brasil.[58] Na partida seguinte, marcou seu primeiro gol na temporada na vitória de 3–1 sobre o Corinthians em jogo da 14ª rodada do Brasileiro, em 1 de agosto.[59]

No dia 23 de setembro, na vitória de 2–0 sobre o Barcelona de Guayaquil nas semifinais da Libertadores, Éverton Ribeiro tornou-se o segundo jogador com mais partidas pelo Flamengo na competição, com 36, empatando com Léo Moura e ficando atrás apenas de Júnior, que tem 48 partidas.[60] No jogo de volta da Libertadores, o meia deu duas assistências para os dois gols do Flamengo na vitória 2–0, ambos marcados por Bruno Henrique.[61]

Em 16 de fevereiro, fez o primeiro gol na vitória de 2–1 sobre o Madureira, na 7ª rodada do Campeonato Carioca.[62] Em 12 de abril, foi decisivo ao fazer dois gols na vitória de 3–1 sobre o Talleres, na segunda rodada da fase de grupos da Libertadores, ambos com assistências de Bruno Henrique.[63] Éverton marcou novamente na Libertadores no jogo contra a Universidad Católica que terminou em 3 a 0 para o rubro negro.[64]

O meia fez também o único gol rubro-negro na derrota de 2 a 1 contra o Fortaleza.[65] Agora já sob o comando do técnico Dorival Júnior, fez o terceiro gol da goleada do Flamengo contra o Juventude por 4 a 0 no Estadio Mané Garrincha.[66]

Everton deu o passe para o gol de Gabigol na final da Libertadores, que acabou virando o gol do titulo com o fim da partida com o placar de 1 a 0 para o Flamengo contra o Athletico Paranaense.[67]

Ao fim de 2022, Everton terminou com o maior numero de partidas pelo Mengão em um ano. Ele bateu o recorde pessoal, com 63 embates, superando os 62 de 2019.[68]

Marcou seu primeiro gol no ano em 10 de maio, fazendo um belo gol de letra na vitória por 2 a 0 contra o Goiás, válida pelo Campeonato Brasileiro.[69] O meia voltou a balançar as redes no dia 25 de junho, fazendo um raro gol de cabeça na vitória por 3 a 2 contra o Santos, novamente pelo Brasileirão.[70]

A temporada não foi uma das melhores para Éverton; mesmo com o jogador atuando em 63 jogos, ele saiu do banco de reservas em 36 partidas.[71] Depois de uma novela de renovação contratual, Ribeiro e o Flamengo não chegaram a um acordo e o contrato se encerrou no dia 31 de dezembro.[72] No dia 6 de janeiro, o jogador anunciou a saída do rubro-negro carioca e destacou os anos no clube como os mais lindos da sua vida.[73]

No total pelo Flamengo, Éverton atuou em 394 jogos, marcando 46 gols e venceu 11 títulos.[74]

Em 6 de janeiro de 2024, foi anunciado oficialmente como novo reforço do Bahia, com contrato válido até o final de 2025.[75] Éverton estreou pela equipe no dia 17 de janeiro, num empate por 3–3 contra o Blackburn, em amistoso de pré-temporada realizado na Inglaterra.[76] O jogador realizou sua estreia oficial uma semana depois, sendo titular e marcando na goleada por 5–0 contra o Jacobina.[77]

Seleção Brasileira

editar

Sub-18

editar

Disputou a Copa Sendai de 2007 pela Seleção Brasileira Sub-18.[78]

Sub-20

editar

Em 2009, Éverton fez parte da Seleção Brasileira que conquistou o Sul-Americano Sub-20 de 2009.[79]

Principal

editar

No dia 19 de agosto de 2014, Dunga convocou pela primeira vez o atleta do Cruzeiro para os amistosos contra a Colômbia e Equador.[80]

Foi convocado para a Copa América de 2015.[81]

Após um período de quase cinco anos, no dia 6 de março de 2020, Éverton Ribeiro foi convocado por Tite para as partidas contra Bolívia e Peru pelas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2022.[82] Com a parada devido à pandemia, as partidas foram adiada para os dias 9 e 13 de outubro de 2020, mas Éverton se manteve na convocação de Tite,[83] e atuou nas duas partidas, entrando em ambas no segundo tempo.[84]

Se manteve convocado para as partidas contra o Venezuela e Uruguai.[85] Com o corte de Neymar por lesão, Éverton recebeu a camisa 10 da Seleção, sendo titular e destaque em ambas partidas.[86][87]

Éverton foi novamente convocado em 14 de maio de 2021, para dois jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 contra o Equador e Paraguai, nos dias 4 e 8 de junho, respectivamente.[88]

No dia 9 de maio de 2021, foi um dos 23 convocados por Tite para disputa da Copa América de 2021.[89] Em 16 de junho de 2021, Éverton fez um dos gols do Brasil na goleada por 4–0 sobre o Peru, na 2a rodada da Copa América.[90]

No dia 15 de julho de 2021, foi convocado pelo técnico Tite para três jogos das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, nos dias 2, 5 e 9 de setembro, contra Chile, Argentina e Peru, respectivamente.[91] Fez o gol da Seleção Brasileira na vitória contra o Chile por 1–0, na 7.ª rodada das eliminatórias, em 2 de setembro.[92] Marcou novamente no jogo seguinte contra Peru em 9 de setembro, na vitória por 2–0.[93]

Copa do Mundo de 2022

editar

Em 7 de novembro de 2022, Tite anunciou a convocação da Seleção para a Copa do Mundo FIFA, com Éverton Ribeiro sendo chamado para disputar o torneio no Catar.[94]

O jogador atuou na derrota por 1–0 para Camarões, em jogo válido pela fase de grupos, no Estádio Nacional de Lusail.[95]

Estatísticas

editar

Clubes

editar

Abaixo estão listados todos os jogos, gols e assistências do futebolista por clubes.[96]

Clube Temporada Campeonato

nacional

Copa

nacional[a]

Competições

continentais[b]

Outros

torneios[c]

Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Corinthians 2007 4 0 0 2 0 1 2 0 1 8 0 2
2008 2 0 0 2 0 0 6 0 1 10 0 1
Total 6 0 0 4 0 1 8 0 2 18 0 3
São Caetano 2008 12 0 3 12 0 3
2009 30 2 3 7 0 2 37 2 5
2010 29 4 10 21 2 9 50 6 19
Total 71 6 16 28 2 11 99 8 27
Coritiba 2011 14 0 2 3 1 0 9 1 0 26 2 2
2012 29 8 3 10 4 1 2 1 1 15 5 1 56 18 6
Total 43 8 5 13 5 1 2 1 1 24 6 1 82 20 8
Cruzeiro 2013 35 7 11 6 3 3 13 5 2 54 15 15
2014 31 6 11 4 0 0 10 1 3 9 1 3 54 8 16
Total 66 13 22 10 3 3 10 1 3 22 6 5 108 23 31
Al-Ahli 2014–15 12 3 1 4 1 0 9 3 2 1 0 0 26 7 3
2015–16 26 9 9 10 1 1 5 1 1 41 11 11
2016–17 22 5 5 8 1 4 8 2 2 1 0 0 39 8 11
Total 60 17 15 22 3 5 22 6 5 2 0 0 106 26 25
Flamengo 2017 29 4 4 9 2 0 1 0 0 39 6 4
2018 35 6 5 6 1 0 7 2 1 9 1 0 57 10 6
2019 32 2 6 4 0 2 12 3 3 14 1 3 62 6 14
2020 33 7 6 3 0 0 6 2 2 15 1 1 57 10 9
2021 22 2 3 6 0 2 13 0 4 9 0 0 50 2 9
2022 30 2 4 8 0 3 12 4 2 13 1 1 63 7 10
2023 30 3 4 9 0 0 7 0 1 16 0 2 62 3 7
Total 211 26 32 36 1 6 66 13 13 77 4 7 390 44 59
Bahia 2024 0 0 0 0 0 0 1 1 0 1 1 0
Total 0 0 0 0 0 0 0 0 0 1 1 0 1 1 0
Total na carreira 457 70 90 85 12 16 100 21 22 162 19 26 804 122 154

Seleção Brasileira

editar

Abaixo estão listados todos jogos, gols e assistências do futebolista pela Seleção Brasileira, desde as categorias de base.[97]

Seleção Principal

Ano Copa do Mundo Copa América Qualificação Mundial Amistosos Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
2014 3 0 0 3 0 0
2015 2 0 0 1 0 0 3 0 0
2020 4 0 0 4 0 0
2021 5 1 0 4 2 0 9 3 0
2022 1 0 0 1 0 1 1 0 0 2 0 1
Total na carreira 1 0 0 7 1 0 9 2 1 5 0 0 22 3 1

Seleção Sub–20

Ano Campeonato Sul–Americano Amistosos Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
2009 4 0 0 1 0 0 5 0 0
Total na carreira 4 0 0 1 0 0 5 0 0

Seleção Sub–18

Ano Amistosos
Jogos Gols Assist.
2007 3 1 0
Total na carreira 3 1 0

Títulos

editar
Coritiba
Cruzeiro
Al-Ahli
Flamengo
Seleção Brasileira[100][101]

Prêmios individuais

editar

Líder em assistências

editar

Recordes

editar

Referências

  1. «2019 FIFA Club World Cup Qatar — List of Players» (PDF). Fédération Internationale de Football Association (em inglês). FIFA.com. 5 de dezembro de 2019. p. 4. Cópia arquivada (PDF) em 17 de janeiro de 2020 
  2. Cahê Mota (24 de novembro de 2014). «Éverton Ribeiro orienta, xinga, paga dívida pessoal e decide o tetra». GloboEsporte.com. Consultado em 13 de abril de 2023 
  3. Igor Rodrigues (25 de junho de 2020). «Do estreante discreto ao capitão de uma nova era: os três anos de Everton Ribeiro no Flamengo». GloboEsporte.com. Consultado em 13 de abril de 2023 
  4. «Éverton Ribeiro l Trajetória e números do craque do Bahia». 19 de janeiro de 2024 
  5. «Bahia anuncia a contratação de Everton Ribeiro e deixa mensagem: "Já era hora de olhar pra cima"». ge. 6 de janeiro de 2024. Consultado em 28 de maio de 2024 
  6. «Everton Ribeiro é o craque, e Cruzeiro, a base da seleção do Brasileirão 2013». Globoesporte.com. 29 de novembro de 2013. Consultado em 31 de março de 2017 
  7. «Éverton Ribeiro leva o bi no Craque do Brasileirão; veja lista de premiados». SporTV. 1 de dezembro de 2014. Consultado em 31 de março de 2017 
  8. «Prêmio Brasileirão 2018: gol de Éverton Ribeiro é escolhido o mais bonito». Confederação Brasileira de Futebol. 3 de dezembro de 2018. Consultado em 13 de abril de 2023 
  9. «Prêmio Brasileirão 2020: Everton Ribeiro vence eleição de Gol Mais Bonito do Brasileirão Assaí». Confederação Brasileira de Futebol. 26 de fevereiro de 2021. Consultado em 13 de abril de 2023 
  10. «Everton Ribeiro, do Flamengo, vence o prêmio Craque da Galera do Brasileirão 2019». GloboEsporte.com. 9 de dezembro de 2019. Consultado em 13 de abril de 2023 
  11. «Everton Ribeiro visita cidade natal e 'tieta' craques do passado». UOL. 8 de junho de 2014. Consultado em 13 de abril de 2023 
  12. a b Gabriela Moreira, Ivan Raupp e Marcelo Baltar (14 de abril de 2019). «Memórias do tatame: Everton Ribeiro conhece Sarah Menezes e recorda época de judoca». GloboEsporte.com. Consultado em 13 de abril de 2023 
  13. Guilherme Borges (23 de dezembro de 2018). «De férias, Éverton Ribeiro reúne amigos em jogo festivo em Santa Isabel». GloboEsporte.com. Consultado em 13 de abril de 2023 
  14. a b c d Rodrigo Mariano (28 de dezembro de 2013). «Da Portuguesa ao Cruzeiro: conheça a trajetória de Éverton Ribeiro». GloboEsporte.com. Consultado em 13 de abril de 2023 
  15. «Corinthians 2 x 0 América-SP (2007)». Timoneiros. 7 de abril de 2017. Consultado em 5 de março de 2020 
  16. «Tite se rende a Everton Ribeiro depois de dispensá-lo do Corinthians». acidadeon. Consultado em 24 de agosto de 2022 
  17. Leandro Canônico (21 de julho de 2008). «Falta de espaço faz Timão emprestar Éverton Ribeiro ao São Caetano». GloboEsporte.com. Consultado em 20 de abril de 2023 
  18. Gabriel Duarte (22 de janeiro de 2013). «Após início apagado como lateral, Everton Ribeiro quer se firmar no Cruzeiro na vaga de Montillo». UOL. Consultado em 20 de abril de 2023 
  19. «São Caetano renova empréstimo de Everton Ribeiro». Terra. 25 de dezembro de 2009. Consultado em 20 de abril de 2023 
  20. «Éverton Ribeiro é destaque do Azulão no início da Série B». Rudge Ramos Online. 2 de junho de 2010. Consultado em 20 de abril de 2023 
  21. Éverton Ribeiro é liberado e acerta com o Coritiba - Lancenet.com.br
  22. Luciano Balarotti (30 de março de 2011). «Coritiba vence a 16ª partida seguida e avança na Copa do Brasil». GloboEsporte.com. Consultado em 13 de abril de 2023 
  23. Coritiba.com.br: Ribeiro marca, vira o jogo e iguala artilharia Arquivado em 27 de maio de 2012, no Wayback Machine.
  24. Marcelo Prado (20 de junho de 2012). «Coritiba se impõe no Couto Pereira, bate o São Paulo vai de novo à final». GloboEsporte.com. Consultado em 13 de abril de 2023 
  25. Wanderson Lima (18 de janeiro de 2013). «Cruzeiro faz festa no CT para apresentar Everton Ribeiro e Dagoberto». Terra. Consultado em 13 de abril de 2023 
  26. Marco Antônio Astoni (27 de janeiro de 2013). «De virada, Cruzeiro goleia Mamoré em amistoso em Patos de Minas». GloboEsporte.com. Consultado em 13 de abril de 2023 
  27. «Boa estreia pelo Cruzeiro dá confiança ao meia Everton Ribeiro» . Estadão. 4 de fevereiro de 2013. Consultado em 13 de abril de 2023 
  28. Gilmar Laignier (14 de abril de 2013). «Adaptado a BH, Everton Ribeiro avalia bom momento e fala sobre metas no Cruzeiro». Superesportes. Consultado em 13 de abril de 2023 
  29. «Gol do Cruzeiro! Éverton Ribeiro dá chapéu e faz um golaço aos 11 do 2º tempo». Globo.tv 
  30. «Golaço de Éverton Ribeiro sobre o Fla ganha repercussão internacional». Portal Terra. 22 de agosto de 2013 
  31. esporte.uol.com.br/ Dono de placa no novo Mineirão, E. Ribeiro é referência em Cruzeiro x Fla
  32. «Aplaudido por torcida rival, Cruzeiro faz 3 a 1 no Vitória e completa festa do título». UOL Esporte. 13 de novembro de 2013 
  33. «Bola de Prata: Éverton Ribéry recebe a Bola de Ouro de melhor jogador do Brasileiro de 2013». ESPN.com.br. 9 de dezembro de 2013 
  34. «Cruzeiro domina clássico, garante empate e é campeão mineiro invicto». UOL Esporte. 13 de abril de 2014 
  35. FERNANDES, Thiago (14 de abril de 2014). «Especialista em fintas, Éverton Ribeiro é o maior driblador do Mineiro». Lancenet 
  36. «Cruzeiro vence e conquista Brasileirão 2014 com duas rodadas de antecedência». Portal EBC. 23 de novembro de 2014 
  37. «Everton Ribeiro é eleito o melhor do Brasileirão». UOL Esporte 
  38. «Pesquisão 2014: atletas da elite elegem Everton Ribeiro o melhor da Série A». UOL Esporte. 18 de dezembro de 2014 
  39. «Everton Ribeiro é novamente líder de assistências no Brasileirão». Placar. Editora Abril [ligação inativa]
  40. «Cruzeiro libera, e só exames médicos separam Everton Ribeiro de time árabe». UOL. 25 de janeiro de 2015 
  41. «Al Ahli oferece salário milionário e tira Everton Ribeiro do Cruzeiro». Jornal da Manhã (Uberaba). Consultado em 24 de agosto de 2022 
  42. «شركة الاهلي لكرة القدم تعقد مؤتمرا صحافيا لتقديم البرازيلي ايفرتون ريبيرو» (em árabe). Sítio oficial Al Ahli. 1 de fevereiro de 2015. Arquivado do original em 18 de maio de 2015 
  43. «Com 12 minutos em campo, Éverton Ribeiro marca o primeiro pelo Al Ahli». GloboEsporte.com. 4 de fevereiro de 2015. Consultado em 13 de abril de 2023 
  44. a b c Raphael Zarko e Fred Gomes (5 de junho de 2017). «Flamengo anuncia Éverton Ribeiro; apresentação será nesta terça, na Gávea». GloboEsporte.com. Consultado em 13 de abril de 2023 
  45. «Fla vence Bahia na estreia de Everton Ribeiro e pula para o terceiro lugar.». UOL. 25 de junho de 2017. Consultado em 25 de outubro de 2019 
  46. João Pedro Granette (2 de julho de 2017). «Em tarde de golaços, Flamengo vence o São Paulo na Ilha do Urubu». LANCE!. Consultado em 13 de abril de 2023 
  47. Paulo Victor Reis (8 de julho de 2017). «Em jogo marcado por cenário de guerra, Flamengo vence o Vasco, encerra jejum e vira vice-líder». LANCE!. Consultado em 13 de abril de 2023 
  48. «Em jogo com sete gols no 2º tempo, Fla goleia Palestino e espanta fantasma». UOL. 5 de julho de 2017. Consultado em 13 de abril de 2023 
  49. «Vídeo: Everton Ribeiro faz gol de placa para o Flamengo no Mineirão». O Dia. 25 de novembro de 2018. Consultado em 13 de abril de 2023 
  50. «Palmeiras e Internacional dominam a seleção do Brasileirão 2018; veja os 11 escolhidos». GloboEsporte.com. 3 de dezembro de 2018. Consultado em 13 de abril de 2023 
  51. «A grande aposta: Flamengo não poupou esforços ou ousadia para superar traumas e ganhar a América». UOL. 24 de novembro de 2019. Consultado em 20 de abril de 2023 
  52. «Sem jogar, Flamengo é campeão brasileiro 23 horas após vencer Libertadores». UOL. 24 de novembro de 2019. Consultado em 20 de abril de 2023 
  53. «Flamengo é o terceiro campeão da Supercopa do Brasil; veja outras edições». GloboEsporte.com. 16 de fevereiro de 2020. Consultado em 20 de abril de 2023 
  54. «Flamengo vence a Recopa Sul-Americana pela primeira vez; veja todos os campeões». GloboEsporte.com. 26 de fevereiro de 2020. Consultado em 20 de abril de 2023 
  55. Rodolfo Rodrigues (16 de julho de 2020). «Jorge Jesus quebra marca de 54 anos no Campeonato Carioca». UOL. Consultado em 20 de abril de 2023 
  56. «Flamengo chega ao 3º título em 2020 e fatura quase R$ 9 milhões em premiações». Terra. 27 de fevereiro de 2020. Consultado em 20 de abril de 2023 
  57. Rodolfo Rodrigues (25 de fevereiro de 2021). «Éverton Ribeiro e Diego conquistam o Brasileirão pela 4ª vez». UOL. Consultado em 20 de abril de 2023 
  58. Leo Burlá (29 de julho de 2021). «Flamengo faz 6 no ABC no Maracanã e se aproxima de vaga na Copa do Brasil». UOL. Consultado em 20 de abril de 2023 
  59. «Everton Ribeiro vibra com primeiro gol na temporada pelo Flamengo: "Estava sonhando com isso"». GloboEsporte.com. 1 de agosto de 2021. Consultado em 20 de abril de 2023 
  60. Diogo Dantas (23 de setembro de 2021). «Everton Ribeiro se torna o segundo jogador com mais jogos pelo Flamengo na Libertadores». O Globo. Consultado em 20 de abril de 2023 
  61. «Flamengo bate o Barcelona novamente e está na final da Libertadores». Terra. 29 de setembro de 2021. Consultado em 20 de abril de 2023 
  62. «Flamengo sofre, mas vence Madureira de virada pelo Carioca». Gazeta Esportiva. 16 de fevereiro de 2022. Consultado em 20 de abril de 2023 
  63. «Comandado por Everton Ribeiro, Flamengo vence o Talleres (ARG) e segue invicto na Libertadores». Lance!. Consultado em 13 de abril de 2022 
  64. «Jogo Flamengo x Universidad Católica melhores momentos - Taça Libertadores, Rodada 5 - tempo real». ge. Consultado em 1 de junho de 2022 
  65. «Jogo Flamengo 1 x 2 Fortaleza melhores momentos - Campeonato Brasileiro, Rodada 9 - tempo real». ge. Consultado em 29 de julho de 2022 
  66. «Jogo Flamengo 4 x 0 Juventude melhores momentos - Campeonato Brasileiro, Rodada 18 - tempo real». ge. Consultado em 29 de julho de 2022 
  67. «Jogo Flamengo 1 x 0 Athletico-PR melhores momentos - Taça Libertadores, Final - tempo real». ge. Consultado em 4 de dezembro de 2022 
  68. «'Garçom das finais', Everton Ribeiro alcança ano com mais partidas pelo Flamengo». Coluna do Fla. Consultado em 25 de julho de 2023 
  69. «Flamengo bate o Goiás e volta a vencer no Brasileirão depois de três derrotas». Lance!. 10 de maio de 2023. Consultado em 25 de janeiro de 2024 
  70. «Flamengo bate o Santos em jogo com três gols em 12 minutos e sobe na tabela». UOL. 25 de junho de 2023. Consultado em 25 de janeiro de 2024 
  71. «Raio-x do Flamengo em 2023: quem mais jogou? Quem mais foi titular? Quem foi o artilheiro? E o garçom?». GE. Consultado em 17 de outubro de 2023 
  72. «Na mira de gigantes, Everton Ribeiro encerra contrato com Flamengo e tem futuro incerto». Rádio Itatiaia. 31 de dezembro de 2023. Consultado em 1 de janeiro de 2024 
  73. «Everton Ribeiro é homenageado no Flamengo e se despede: "Foram os anos mais lindos da minha vida"». ge. 6 de janeiro de 2024. Consultado em 25 de janeiro de 2024 
  74. «Everton Ribeiro se despede do Flamengo nas redes sociais». Terra. 6 de janeiro de 2024. Consultado em 25 de janeiro de 2024 
  75. «Bahia anuncia a contratação de Everton Ribeiro, ex-Flamengo, Cruzeiro e seleção brasileira: 'Venha, craque!'». ESPN Brasil. 6 de janeiro de 2024. Consultado em 25 de janeiro de 2024 
  76. «Bahia empata com clube inglês em amistoso; Everton Ribeiro estreia como capitão, e Jean Lucas marca». ge. 17 de janeiro de 2024 
  77. «Com gol de Éverton Ribeiro, Bahia goleia Jacobina pelo Campeonato Baiano». Gazeta Esportiva. 24 de janeiro de 2024 
  78. «Sub-18 é convocada para torneio no Japão». ge. 7 de agosto de 2007. Consultado em 25 de janeiro de 2024 
  79. «CBF anuncia numeração para Sul-Americano Sub-20». Terra. 16 de janeiro de 2009. Consultado em 25 de janeiro de 2024 
  80. «Primeira lista de Dunga tem novatos de Corinthians e Cruzeiro e mais dez da Copa». ESPN.com. 19 de agosto de 2014 
  81. GloboEsporte.comDubai, Por; Árabes, Emirados. «Convocado, Éverton Ribeiro faz gol e dá assistência, e Al Ahli se classifica». globoesporte.com. Consultado em 5 de março de 2020 
  82. «Tite convoca três do Flamengo; Everton Ribeiro é novidade». O Globo. 6 de março de 2020. Consultado em 6 de março de 2020 
  83. «Os convocados da seleção para jogos contra Bolívia e Peru nas eliminatórias da Copa de 2022 | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  84. «Seleção brasileira: Éverton Ribeiro é exaltado por flamenguistas e rivais». Esporte Interativo. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  85. «Os convocados da seleção para jogos contra Venezuela e Uruguai nas eliminatórias da Copa de 2022 | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  86. «Na seleção sem Neymar, Everton Ribeiro passa confiança com a camisa 10 | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  87. «Uruguai 0x2 Brasil: Éverton Ribeiro é muito elogiado nas redes sociais». Esporte Interativo. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  88. «Os convocados da seleção para jogos contra Equador e Paraguai nas eliminatórias da Copa de 2022 | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 15 de maio de 2021 
  89. «Tite mantém base da Seleção e anuncia jogadores convocados para a Copa América; veja lista». ge. Consultado em 11 de junho de 2021 
  90. «Brasil 4 x 0 Peru: Seleção goleia Peru e segue invicta na Copa América | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 18 de junho de 2021 
  91. «Com 'reforços olímpicos' e novidade no ataque, Tite anuncia Seleção para lista de três jogos nas Eliminatórias». Lance!. Consultado em 15 de agosto de 2021 
  92. «Brasil vence Chile com gol de Éverton Ribeiro e mais cinco ligados ao Fla em campo». Extra Online. Consultado em 3 de setembro de 2021 
  93. «Destaque na Seleção, Éverton Ribeiro é 'cobrado' por torcedores do Flamengo; veja as reclamações». Lance!. Consultado em 10 de setembro de 2021 
  94. «Weverton entra para história ao ser o primeiro acreano convocado para uma Copa do Mundo». ac24horas. Consultado em 7 de novembro de 2022 
  95. Henrique Sales Barros (2 de dezembro de 2022). «Com reservas, Brasil perde para Camarões, mas se classifica em primeiro lugar». CNN Brasil. Consultado em 25 de janeiro de 2024 
  96. «Everton Ribeiro Flamengo videos, transfer history and stats - SofaScore». www.sofascore.com. Consultado em 2 de setembro de 2022 
  97. «Éverton Ribeiro Estatísticas, Notícias, Biografia». ESPN (em inglês). Consultado em 12 de dezembro de 2022 
  98. Pedro Bueno (26 de abril de 2023). «Goulart + 9: os campeões pelo Cruzeiro em 2013 e 2014 que se aposentaram». Superesportes. Consultado em 25 de janeiro de 2024 
  99. «Everton Ribeiro dá assistência, Al Ahli vence e conquista Copa dos Emirados». ge. 1 de abril de 2017. Consultado em 25 de janeiro de 2024 
  100. Brasil derrota Argentina por 2 a 0 e é tricampeão do Superclássico das Américas
  101. Dez anos do Sul-Americano sub-20: como estão os jogadores campeões
  102. Everton ribeiro é eleito o melhor jogador do campeonato brasileiro
  103. Craque do Brasileirão, Everton Ribeiro celebra bicampeonato no prêmio: "Estou muito feliz"
  104. CBF divulga lista dos melhores jogadores do Brasileirão
  105. Premiação dos melhores jogadores do Brasileirão fecha temporada 2014 do futebol no país
  106. Flamengo domina, e Athletico tem dois representantes na seleção do Brasileirão 2019; veja os 11
  107. Éverton Ribeiro é eleito o Bola de Ouro de 2013
  108. Campeão, Cruzeiro domina Bola de Prata 2013; veja a seleção do Brasileirão
  109. Destaques do Brasileirão 2014 são premiados com o Troféu Mesa Redonda
  110. Troféu Mesa Redonda 2019: veja os melhores do Brasileirão na premiação da TV Gazeta
  111. Com 12 troféus, Cruzeiro domina a premiação de 2013 do Troféu Telê Santana
  112. Cruzeiro domina premiação do Troféu Telê Santana 2014 e segue como maior vencedor
  113. Seleção do Troféu Guará 2013 é dominada por Atlético-MG e Cruzeiro
  114. Cruzeiro e Atlético-MG dividem prêmios do 52º Troféu Guará
  115. Arabian Gulf League 2015/16 awards ceremony in Abu Dhabi
  116. Prêmio Brasileirão 2018: gol de Éverton Ribeiro é escolhido o mais bonito
  117. Everton Ribeiro, do Flamengo, supera Benítez e leva prêmio de gol mais bonito do Brasileirão; reveja o lance
  118. Seleção do Campeonato Carioca 2019
  119. Seleção do Carioca 2020
  120. Flamengo domina seleção do Carioca; Éverton Ribeiro é o craque
  121. Everton Ribeiro, do Flamengo, vence o prêmio Craque da Galera do Brasileirão 2019
  122. A equipa ideal da Libertadores é sinónimo de Flamengo
  123. Jornal argentino questiona time da Libertadores 100% Flamengo
  124. Seleção da Libertadores: Flamengo tem seis jogadores e o técnico
  125. Flamengo tem 5 jogadores na seleção da América do Sul 2022
  126. 10 jogadores com mais assistências no Brasileirão desde 2006
  127. Valmir Storti (11 de dezembro de 2014). «Rei das assistências, Éverton Ribeiro é o mais solidário com Lucas Lima e Alex». ge. Consultado em 25 de janeiro de 2024 
  128. Lucca Di Francesco (20 de outubro de 2022). «Copa do Brasil: Os artilheiros e garçons da edição 2022 do torneio». Goal.com. Consultado em 25 de janeiro de 2024 
  129. Everton Ribeiro supera o 'maestro' Júnior e torna-se o jogador que mais vestiu a camisa do Flamengo na Libertadores

Ligações externas

editar
Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
  Citações no Wikiquote
  Categoria no Wikinotícias