Ênio Santos

ator brasileiro
Ênio Santos
Nome completo Ênio de Azevedo Santos
Nascimento 15 de janeiro de 1922
Porto Alegre, RS
Nacionalidade brasileiro
Morte 30 de janeiro de 2002 (80 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Ocupação Ator e dublador
Atividade 1946-2001

Ênio de Azevedo Santos, conhecido como Ênio Santos (Porto Alegre, 15 de janeiro de 1922Rio de Janeiro, 30 de janeiro de 2002), foi um ator e dublador brasileiro.[1]

BiografiaEditar

Nascido em Porto Alegre, Mudou-se ainda menino, com apenas treze anos, para o Rio de Janeiro. Sua distração principal era ir às emissoras de rádio. Frequentava os programas de calouros e participava, pois queria ser cantor. Ia muito ao programa de Renato Murce, da Rádio Nacional, que era a principal emissora brasileira. Acabou por ser contratado como cantor, mas pela Rádio Record. de São Paulo, na década de 40. Já era um mocinho.[2]

Passou então, já profissional, para a carreira de ator de radioteatro, na década de 60. E também entrou para a Televisão Continental do Rio de Janeiro. Sua primeira telenovela foi na Rede Globo, em 1967, quando fez: Anastácia, a Mulher Sem Destino. Fez em seguida, na mesma emissora: Sangue e Areia. E em 1969: Rosa Rebelde e Véu de Noiva. Em 1970, fez: Irmãos Coragem. Em 1971: O Homem Que Deve Morrer. Em 1972: Uma Rosa Com Amor. Em 1973: O Semideus. Em 1975: Fogo Sobre Terra. Em 1975: Escalada. Em 1976: Estúpido Cupido. Em 1977: Dona Xepa e O Astro. Em 1979: Feijão Maravilha e Os Gigantes. Em 1980: Olhai Os Lírios do Campo e Água Viva.[2][3]

Em 1981, Ênio Santos passou a integrar a Rede Bandeirantes e fez: Os Imigrantes, novela de sucesso. Voltou à Rede Globo e fez, em 1982: Sétimo Sentido e Final Feliz. Em 1983, fez: Eu Prometo e Caso Verdade. Em 1986: Selva de Pedra. Em 1988, a minissérie: O Pagador de Promessas, O Primo Basílio e Vida Nova. Em 1989, fez: Tieta. Em 1990, a minissérie: Lá Mamma. Em 1991: Salomé. Em 1994: Incidente em Antares. Em 1996: Quem é Você? e em 2000: O Cravo e a Rosa. Todos esses últimos trabalhos ele fez na Rede Globo.[2]

No cinema, Ênio Santos fez os filmes: Fantasma Por Acaso, Asas do Brasil, Obrigado, Doutor, Poeira de Estrelas,Por Um Céu de Liberdade, Copacabana Me Engana, Os Condenados, As Moças Daquela Hora, Ipanema, Adeus, Tem Folga na Direção e Nunca Fomos Tão Felizes.[2]

Ênio Santos foi também um grande dublador de filmes, tendo se destacado ao fazer o Zangado, da Branca de Neve,o Timóteo, em Dumbo, o narrador em Hércules, a Fa Zu, em Mulan,o Chefe Ponto, em Moby Dick, o Willy Wonka, Fantástica Fábrica de Chocolate e entre outros trabalhos.[2]

Ênio Santos, faleceu de falência múltipla dos órgãos, em 30 de janeiro de 2002, na cidade do Rio de Janeiro. aos 80 anos de idade.[4][5]

TrabalhosEditar

No cinemaEditar

Ano Título Papel
1961 Por um Céu de Liberdade capitão
1968 Copacabana Me Engana Leôncio
1975 Os Condenados
1975 Ipanema, Adeus Moura
1976 Tem Folga na Direção Cunhado de Cláudio (participação)
1984 Nunca Fomos tão Felizes padre reitor

Na televisãoEditar

Ano Título Papel
2000 O Cravo e a Rosa Padre
1998 Torre de Babel Seu Paixão[6]
1996 Quem é você? Ladislau[7]
1995 História de Amor Severino[8]
1995 Você Decide
1994 Incidente em Antares Aristarco Belaguarda
1993 Mulheres de Areia Joaquim (escrivão na delegacia)[9]
1992 Pedra Sobre Pedra Dr. Cirilo[10]
1991 Salomé Tonho
1990 Rainha da Sucata Delegado[11]
1990 La mamma Fuad
1990 Delegacia de Mulheres Dr. Travassos
1989 Tieta Terto[12]
1988 Vida nova Mariano
1988 Fera Radical[13]
1988 O primo Basílio Sr. Paula
1988 O pagador de promessas Rupió
1987 Sassaricando
1986 Sinhá Moça Inácio
1986 Selva de pedra Neves[14]
1984 Vereda tropical Péricles[15]
1983 Eu Prometo Dr. Ribeiro[16]
1983 Caso Verdade
1982 Final Feliz Messias[17]
1982 Sétimo Sentido Tomás Rezende[18]
1981 Ciranda de Pedra Francisco[19]
1981 Os Imigrantes Olavo
1980 Água Viva Delegado
1980 Olhai os lírios do campo Seixas
1979 Os Gigantes Marcelo
1979 Feijão Maravilha Giacometti[20]
1977 O Astro Cerqueira[21]
1977 Dona Xepa Henrique Becker[22]
1976 Estúpido Cupido Prefeito Aquino[23]
1975 Pecado capital Delegado
1975 Escalada Artur Freitas Ribeiro[24]
1974 Fogo sobre Terra Juliano
1973 O Semideus
1972 Uma Rosa com Amor Egídio
1971 O homem que deve morrer Prof. Hilário Valdez[25]
1970 Irmãos Coragem Dr. Maciel
1969 Véu de Noiva Eugênio
1969 Rosa rebelde José de Aragón
1968 Sangue e areia Dr. Luiz
1967 Anastácia, a mulher sem destino Pierre

DublagensEditar

Referências

  1. http://famosos.culturamix.com/atores/enio-santos
  2. a b c d e «Cópia arquivada». Consultado em 13 de julho de 2013. Arquivado do original em 4 de março de 2016 
  3. http://veja.abril.com.br/noticia/celebridades/elenco-original-de-o-astro-relembra-historias-da-novela-campea-de-audiencia
  4. http://www.estadao.com.br/arquivo/arteelazer/2002/not20020130p5661.htm
  5. http://www2.uol.com.br/JC/_2002/3101/cc3101_15.htm
  6. http://memoriaglobo.globo.com/programas/entretenimento/novelas/torre-de-babel/ficha-tecnica.htm
  7. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/quemb.asp
  8. http://www.imdb.com/title/tt0149470/?ref_=nm_flmg_act_5
  9. http://www.teledramaturgia.com.br/mulheres-de-areia-1993/
  10. http://www.imdb.com/title/tt0138251/?ref_=nm_flmg_act_8
  11. http://www.teledramaturgia.com.br/rainha-da-sucata/
  12. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/tietan.asp
  13. http://www.teledramaturgia.com.br/fera-radical/
  14. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/selva86n.asp
  15. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/veredan.asp
  16. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/euprometon.asp
  17. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/finaln.asp
  18. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/setimon.asp
  19. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/ciranda81n.asp
  20. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/feijaomarn.asp
  21. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/astron.asp
  22. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/xepan.asp
  23. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/estupidon.asp
  24. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/escaladan.asp
  25. http://www.teledramaturgia.com.br/tele/homemquedeven.asp

Ligações externasEditar