Abrir menu principal
Ópera Süreyya
Süreyya Operası
Interior da Ópera Süreyya
Nomes anteriores Süreyya Opereti (Opereta Süreyya);
Süreyya Sineması (Cinema Süreyya)
Nomes alternativos Süreyya Kültür Merkezi (Centro Cultural Süreyya)
Tipo Ópera
Estilo dominante Art Deco
Arquiteto Kegam Kavafian[1]
Inauguração 6 de março de 1927 (92 anos)
Proprietário atual Darüşşafaka Cemiyeti
Número de andares 2
Local  Turquia, Istambul, Kadıköy
Coordenadas 40° 59' 17" N 29° 1' 43" E
Geolocalização no mapa: Istambul
Ópera Süreyya está localizado em: Istambul
Ópera Süreyya

A Ópera Süreyya (em turco: Süreyya Operası) ou Centro Cultural Süreyya (Süreyya Kültür Merkezi) é um teatro de ópera situada no distrito de Kadıköy, Istambul, Turquia. O edifício, desenhado pelo arquiteto arménio Kegam Kavafian,[1] foi inaugurado em 1927 como o primeiro teatro musical na parte anatólia de Istambul.[2] Apesar do nome, nas primeiras décadas da sua existência não foram aí encenadas óperas devido à falta de equipamentos adequados, tendo a estrutura funcionado como cinema até há alguns anos.[3][4] No fim de 2007 o espaço reabriu como sala de ópera depois de ter sido completamente restaurado e remodelado.[3]

HistóriaEditar

Süreyya Paxá tinha o sonho de construir uma ópera e em 1924 iniciou a construção do edifício em 1924, indo ao encontro da necessidade de um espaço para eventos culturais e sociais em Kadıköy. Süreyya tinha ficado impressionado pelo glamour de teatros europeus famosos que tinha conhecido nas suas visitas ao estrangeiro, e a as influências funcionais e estéticas desses teatros estão patentes, por exemplo, no foyer, em estilo Art Deco, inspirada no Teatro dos Campos Elísios, em Paris, ou no interior, que apresentam influências da arquitetura alemã.[3][4]

O teatro abriu a 6 de março de 1927 com o nome de Süreyya Opereti (Opereta Süreyya). Foi o primeiro teatro musical do lado asiático de Istambul e o sexto em toda a cidade. Como o palco nunca chegou a ser completamente terminado e não havia camarins para atores, o teatro nunca chegou a ter espetáculos de opereta. Em vez disso foi usado como para peças de teatro em alguns dias da semana. Em 1930 foi instalado equipamento de cinema sonoro, passando o espaço a chamar-se Süreyya Sineması (Cinema Süreyya). Hikmet Nazım, pai do famoso poeta turco Nazım Hikmet, foi o primeiro diretor desse cinema.[4]

O salão de dança do segundo andar serviu durante muitos anos como salão de casamentos. Foi aí que atuou entre 1959 e 1964 o grupo de teatro Kadıköy Sahnesi (Palco de Kadıköy).[3] Mais tarde o espaço foi usado como atelier de costura.[5]

Em 1950, Süreyya İlmen doou o teatro à Darüşşafaka Cemiyeti, uma instituição filantrópica para apoio à educação de órfãos pobres, com a condição de receber as receitas durante o tempo em que ele ou a sua mulher fossem vivos. Süreyya morreu em 1955 e a sua mulher Adalet İlmen moreu em 1966. O cinema foi dirigido primeiro pela filha do casal e depois pelos netos.[4]

Em 1996 a sala de audiência foi renovada e em 2003 os equipamentos técnicos foram substituídos com o de mais moderno então existia. O exterior também foi restaurado de acordo com a traça original. No entanto, esses esforços de modernização não se traduziram num aumento significativo de audiências.[4] No início de 2006, a municipalidade de Kadıköy sob a direção de Selami Öztürk lançou um projeto de reabilitação do teatro depois de o ter assinado um contrato de arrendamento por 40 anos com a Darüşşafaka Cemiyeti.[6] As obras incluíram o restauro dos frescos do teto e nas paredes, e as esculturas na fachada. Os trabalhos prolongaram-se quase por dois anos, tendo custado cerca de 14 milhões de liras turcas. A Ópera de Süreyya reabriu em dezembro de 2007, apresentando ao oratório Yunus Emre (Opus 26) de Ahmet Adnan Saygun — após 80 anos, o sonho de Süreyya Paxá de ter uma ópera tornava-se finalmente realidade.[3]

O palco tem 14 metros de largura, 10 metros de profundidade e 4,9 metros de altura. Foi construído um fosso de orquestra e existem 14 camarins. A sala tem 573 lugares sentados. O salão de baile do segundo andar tem capacidade para 500 pessoas.[7]

A secção de Istambul da Companhia Estatal de Ópera e Ballet da Turquia (Devlet Opera ve Balesi) está sediada na Ópera Süreyya, onde se apresenta espetáculos três vezes por semana.[2][5] Além de espetáculos, o teatro acolhe exposições de arte e eventos festivos, como o Baile do Dia da República.

Notas e referênciasEditar

  1. a b «Süreyya'nın mimarı Kavafyan'ın pasosuna dahi ulaşıldı». www.mimarizm.com (em turco). 5 de janeiro de 2011. Consultado em 22 de agosto de 2011 
  2. a b «Concert Halls». www.mymerhaba.com (em inglês). Consultado em 22 de agosto de 2011. Arquivado do original em 7 de agosto de 2011 
  3. a b c d e «Curtains rise on opera hall». www.hurriyetdailynews.com (em inglês). Hurriyet Daily News and Economic Review. 17 de dezembro de 2007. Consultado em 22 de agosto de 2011 
  4. a b c d e Akyol, Cahit (18 de dezembro de 2005). «Süreyya Sineması kültür merkezi oluyor». arkitera.com (em turco). Arkitera Mimarlık Merkezi. Consultado em 22 de agosto de 2011 
  5. a b «Süreyya Operası açılıyor». www.stargazete.com (em turco). Jornal Star. 21 de dezembro de 2007. Consultado em 22 de agosto de 2011 
  6. «Süreyya Sineması kültür merkezi oluyor». arkitera.com (em turco). Arkitera Mimarlık Merkezi. 29 de dezembro de 2005. Consultado em 22 de agosto de 2011. Cópia arquivada em 22 de agosto de 2011 
  7. Şen, Fügen Ünal (3 de dezembro de 2007). «Artık Süreyya Sineması yok; Süreyya Operası var». arkitera.com (em turco). Arkitera Mimarlık Merkezi. Consultado em 22 de agosto de 2011 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ópera Süreyya