Abrir menu principal
Ópera dos mortos
Ópera dos mortos
Ópera dos mortos
Autor(es) Autran Dourado
Idioma português
País  Brasil
Gênero Romance
Linha temporal Meados do século XX
Localização espacial Minas Gerais
Editora Editora Civilização Brasileira
Lançamento 1967
Páginas 201
ISBN 85-32-51020-5
Cronologia
Uma Vida em Segredo
O Risco do Bordado

Ópera dos Mortos é um romance do escritor brasileiro Autran Dourado, publicado em 1967. Listado na Coleção de Obras Representativas da UNESCO e apontado como sua principal obra, ao lado de O Risco do Bordado, é provavelmente o livro mais conhecido do autor.

O autor estrutura a narrativa na forma de uma ópera barroca. A obra também explora características formais da arquitetura na descrição da residência da família Honório Cota. A ação se passa na mítica cidade de Duas Pontes, cenário também de outras obras de Dourado.

O texto explora a psique dos personagens principais: o coronel João Capistrano Honório Cota, sua filha, Rosalina, o forasteiro José Feliciano e a criada Quiquina. Os símbolos abundam no romance: o sobrado em estilo misto de duas épocas, os relógios parados, as voçorocas ameaçadoras.

O relato não é linear, sendo os fatos frequentemente narrados fora da ordem cronológica. O narrador se afasta do modelo do narrador onisciente: ele nos revela ser alguém que teria vivido na época e presenciado alguns fatos, mas não todos. Por isso, relata algumas coisas enquanto outras apenas imagina ou supõe.[1][2]


Referências

  1. EDITORA ROCCO - "Ópera dos Mortos", disponível em http://rocco.com.br/shopping/ExibirLivro.asp?Livro_ID=85-325-1020-5, acessado em 09/06/2012
  2. JANAINA P. R. DE PAULA: "As engrenagens do silêncio", em: Psychê, Ano XI, nº 21, São Paulo, 2007, disponível em http://pepsic.bvsalud.org/pdf/psyche/v11n21/v11n21a03.pdf, acessado em 09/06/2012
  Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.