Život je sklopio krug

canção de Sabahudin Kurt

"Život je sklopio krug" ("A Vida chega com um círculo cheio") foi a canção que representou a antiga Jugoslávia no Festival Eurovisão da Canção 1964 que se realizou em 21 de maio desse ano.

Život je sklopio krug
País
Artista(s)
Língua
Bósnio
Compositor(es)
Srđan Matijević
Letrista(s)
Stevan Raičković
Resultado da semifinal
------
Pontos da semifinal
------
Resultado da final
13.º
Pontos da final
0
Cronologia de aparecimentos
◄ "Brodovi" (1963)   
"Čežnja" (1965) ►

A referida canção foi interpretada em bósnio por Sabahudin Kurt. Foi a décima-terceira canção a ser interpretada na noite do festival, a seguir à canção italiana "Non ho l'età", cantada por Gigliola Cinquetti e antes da canção suíça "I miei pensieri", interpretada por Anita Traversi. A canção jugoslava terminou em décimo-terceiro, empatada com as canções de Portugal, Suíça e Alemanha, todas com os indesejados 0 pontos. No ano seguinte, em 1965, a Jugoslávia foi representada com o cantor Vice Vukov que interpretou o tema "Čežnja".

Autores

editar
  • Letrista: Stevan Raičković
  • Compositor: Srđan Matijević
  • Orquestrador: Radivoj Spasić

A canção mostra-nos Sabahudin cantando que "não há como escapar, a vida chegou como um círculo cheio"

Ligações externas

editar
  Este artigo sobre uma canção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.