Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o seu álbum de estreia. Para a banda, veja 'N Sync.
*NSYNC
Álbum de estúdio de 'N Sync
Lançamento 26 de Maio de 1997
Gravação 1995–1997
Gênero(s) Pop, teen pop, R&B
Duração 56:18
Formato(s)
Gravadora(s)
Produção
  • Bülent Aris
  • Frank Busch
  • Full Force
  • Gary Carolla
  • Toni Cottura
  • Jaap Eggermont
  • Jörn-Uwe Fahrenkrog-Petersen
  • Kristian Lundin
  • Max Martin
  • Andreas von Oertzen (exec.)
  • Denniz Pop
  • Evan Rogers
  • Rollocks
  • Carl Sturken
  • V. D. Toorn
  • Johnny Wright (exec.)(exec.)
Cronologia de 'N Sync
Home for Christmas
(1998)
Versão alternativa
Singles de *NSYNC
  1. "I Want You Back"
    Lançamento: 7 de outubro de 1996
  2. "Tearin' Up My Heart"
    Lançamento: 10 de fevereiro de 1997
  3. "Here We Go"
    Lançamento: 5 de maio de 1997
  4. "For the Girl Who Has Everything"
    Lançamento: 18 de agosto de 1997
  5. "Together Again"
    Lançamento: 8 de novembro de 1997
  6. "(God Must Have Spent) A Little More Time on You"
    Lançamento: 9 de fevereiro de 1999
  7. "Thinking of You (I Drive Myself Crazy)"
    Lançamento: 15 de fevereiro de 1999

*NSYNC é o álbum de estreia da boy band americana 'N Sync. Foi lançado na Alemanha em 26 de maio de 1997 pela BMG Rights Management antes de receber um lançamento mundial em 1998 pela RCA.[1]

Índice

AntecedentesEditar

Em 1995, Chris Kirkpatrick encontrou-se com Lou Pearlman para falar sobre a formação de um grupo pop. Pearlman disse que financiaria o grupo se Kirkpatrick encontrasse outros jovens cantores masculinos para estar com ele na banda. Isso levou Kirkpatrick a ligar para Joey Fatone, um amigo que conheceu enquanto trabalhava na Universal Studios. Fatone e Kirkpatrick então se aproximaram de Pearlman para mais sugestões. Pearlman ouviu algumas fitas que eles tinham, e Justin Timberlake um dos membros do Mickey Mouse Club chamou sua atenção. Timberlake logo se juntou ao grupo e recomendou seu amigo Joshua "JC" Chasez, que também era um membro do elenco no Mickey Mouse Club. Logo, eles decidiram equilibrar seu som encontrando um cantor de baixo. Inicialmente, seu quinto membro seria Jason Galasso. Depois de várias semanas de ensaios, o grupo montou uma apresentação e começou a planejar a assinatura oficial do contrato com a Trans Continental gravadora de Pearlman. No entanto, no último minuto, Galasso desistiu, pois não gostava da direção musical do grupo, alegando que ser um ídolo adolescente nunca foi um objetivo dele.[2] Na necessidade de um baixo, o grupo fez um teste com várias pessoas sem sucesso. Timberlake logo chamou seu treinador vocal, que sugeriu um jovem de 16 anos do Mississippi chamado Lance Bass. Bass voou para Orlando para fazer um teste e foi imediatamente aceito no grupo. Depois de assinar com a BMG Ariola Munich, outro selo de Pearlman, o grupo foi enviado à Suécia para começar a trabalhar em seu álbum de estreia com a ajuda de produtores como Denniz Pop, Max Martin e Andreas Carlsson.

SinglesEditar

O primeiro single oficial do album, "I Want You Back", foi lançado na Alemanha em 4 de outubro de 1996,[3]  e entrou no top 10 na Alemanha em 18 de novembro de 1996.[4] O segundo segundo single do grupo, "Tearin' Up My Heart", foi lançado na Alemanha em 10 de fevereiro de 1997,[5] também chegando ao top 10.  Um terceiro single,"Here We Go", foi lançado na Alemanha em 5 de maio de 1997,  apenas três semanas antes do lançamento do álbum, para um sucesso semelhante.[6][7]  O álbum de estréia auto-intitulado foi lançado pela BMG Ariola Munich em 26 de maio de 1997, na Alemanha, na Alemanha conseguiu alcançar a primeira posição na sua segunda semana de lançamento.[8] O grupo logo se tornou um sucesso instantâneo em grande parte da Europa.  O álbum também foi bem sucedido na Suíça e na Áustria, vendendo 820.000 unidades na região de ASA (Alemanha, Suíça, Áustria) e Europa Oriental.[9][10]  Dois outros singles, "For the Girl Who Has Everything" e "Together Again", foram lançados em 18 de agosto e 3 de novembro de 1997, respectivamente, alcançando sucesso na Alemanha e em outros territórios europeus.[11][12]

Após o sucesso de seu álbum de estréia em vários territórios europeus, a banda chamou a atenção de Vincent DeGiorgio, um representante de A&R da RCA Records. Depois de assistir o grupo realizar uma versão de seu single "Together Again" em Budapeste em novembro de 1997, ele ofereceu um contrato de gravação com a RCA, com o qual o grupo concordou imediatamente. Em 20 de janeiro de 1998, seu primeiro single alemão, "I Want You Back", foi lançado no Reino Unido e nos Estados Unidos , tornando-se seu primeiro single em ambos os territórios, alcançando sucesso tanto no UK Singles Chart quanto na Billboard Hot 100 . Por volta dessa época, a RCA Records anunciaram que desejavam lançar o álbum de estréia do grupo, que anteriormente era lançado apenas na Alemanha, no Reino Unido e nos EUA, no entanto, queria fazer ajustes para atender ambos os mercados. Isso resultou no corte das faixas "Riddle", "Best of My Life", "More Than a Feeling", "Together Again" e "Forever Young" , e novas mixagens de "I Want You Back", "Tearin ' Up My Heart" e "For The Girl Who Has Everything". A nova versão do álbum também incluiu quatro novas faixas: "I Just Wanna Be with You", "(God Must Have Spent) A Little More Time on You", "Everything I Own", "Thinking of You (I Drive Myself Crazy)".

Em 30 de junho de 1998, o segundo single alemão do grupo, "Tearin 'Up My Heart", foi lançado no Reino Unido e nos EUA, mais uma vez obtendo sucesso em ambas as paradas. Outras edições foram feitas para a versão britânica do álbum, incluindo remixes de "Thinking of You (I Drive Myself Crazy)", "(God Must Have Spent) A Little More Time on You" e "For The Girl Who Has Everything" , além de uma faixa totalmente nova, "U Drive Me Crazy", escrita exclusivamente para o mercado britânico. Esta versão do álbum foi lançada no Reino Unido em 5 de julho de 1998. Inicialmente, as vendas do álbum foram medíocres nos territórios Britânico e Americano, até a transmissão mundial do show da banda no Disney Summer Concert em 1998. Após o show ser exibido, as vendas do álbum começaram a disparar chegando a vender mais de 10 milhões de cópias apenas nos Estados Unidos, logo após ganhando o certificado de diamante pela RIAA.  Em 9 de fevereiro de 1999, um terceiro single da nova versão do álbum, "(God Must Have Spent) A Little More Time on You", foi lançado exclusivamente nos Estados Unidos, chegando a #8 na Billboard Hot 100. Eles então se tornaram a boy band mais vendida de todos os tempos.

Desempenho comercialEditar

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
AllMusic      [13]
Rolling Stone      [14]

O álbum estreou na posição oitenta e dois na Billboard 200 na semana de 11 de abril de 1998 com vendas de aproximadamente 14.000 unidades.[15][16]  Após seis meses, em 10 de outubro de 1998, o álbum alcançou o pico e ficou em segundo lugar no gráfico e permaneceu por cento e nove semanas.[17] Ele ficou um total de trinta semanas dentro do top 10. O álbum passou três semanas no número 2 de setembro de 1998 a janeiro de 1999. Ele ficou atrás de três diferentes álbuns de grande sucesso: The Miseducation of Lauryn Hill, Double Live e ...Baby One More Time da cantora Britney Spears.[18]  De acordo com a Nielsen SoundScan, foi o quinto álbum mais vendido de 1998 nos Estados Unidos, com 4.400.000 cópias vendidas.[19]  O álbum foi certificado dez vezes platina pela RIAA em 5 de janeiro de 2000, tendo vendido dez milhões.[20]  O álbum vendeu 9.854.000 cópias nos EUA de acordo com a Nielsen Music (em março de 2015) com mais 1,5 milhão de unidades no BMG Music Club (a partir do início de 2003).[21]  No Reino Unido, o álbum estreou e atingiu o número 30 em 11 de julho de 1999 e permaneceu no gráfico por apenas três semanas.[22]  Em todo o mundo, o álbum vendeu 15.540.000 cópias.[23]

O álbum foi classificado como o 137º melhor álbum de todos os tempos na lista Billboard Top 200 Albums of All Time.[24]

FaixasEditar

Todos os vocais principais de JC Chasez e Justin Timberlake.

N.º TítuloProdutor(es) Duração
1. "Tearin' Up My Heart"  Lundin 4:48
2. "You Got It"  Renn 3:34
3. "Sailing"  Renn 4:36
4. "Crazy for You"  Gary Carolla 3:40
5. "Riddle"  Renn 3:42
6. "For the Girl Who Has Everything"  Renn 3:51
7. "I Need Love"  Carolla 3:14
8. "Giddy Up"  Renn 4:07
9. "Here We Go"  
  • Aris
  • Cottura
  • V. D. Toorn (co.)
  • Rollocks (co.)
3:34
10. "Best of My Life"  
  • Aris
  • Cottura
  • Toorn
4:45
11. "More Than a Feeling"  Jaap Eggermont 3:44
12. "I Want You Back"  
  • Pop
  • Martin
3:22
13. "Together Again"  
  • Corolla
  • Renn (vocal)
4:09
14. "Forever Young"  
  • Jörn-Uwe Fahrenkrog-Petersen
  • Frank Busch
4:11
Duração total:
56:18
Notas

Desempenho nas tabelas musicaisEditar

CertificaçõesEditar

País Certificação Vendas
  Alemanha (BVMI)[43]   Ouro 250,000
  Áustria (IFPI)[44]   Ouro 25,000
  Canadá (Music Canada)[45]   4× Platina 400,000
  Estados Unidos (RIAA)[46]   Diamante 11,354,000
  Polónia (ZPAV)[47]   Ouro 50,000
  Suíça (IFPI Suíça)[48]   Ouro 25,000

Histórico de lançamentoEditar

País Data Formato Gravadora Ref.
  Alemanha 26 maio de 1997 CD Ariola [49]
  Japão 1 de novembro de 1997 CD Sony [50]
  Estados Unidos 24 de março de 1998
  • Cassette
  • CD
RCA [51][52]
  Japão 5 de junho de 1999 CD Sony [53]
  Reino Unido 1 de outubro de 1999 BMG [54]
  Alemanha 12 de janeiro de 2018 LP Music on Vinyl [55]
  Reino Unido 19 de janeiro de 2018 [56]

ReferênciasEditar

  1. «*NSYNC». almusic (em inglês). Consultado em 29 de agosto de 2010 
  2. «Driven | Get Info About the *NSYNC Episode, Find Info on the TV Show Online | VH1.com». web.archive.org. 23 de dezembro de 2007. Consultado em 21 de fevereiro de 2019 
  3. I Want You Back, Ariola (Sony Music), 4 de outubro de 1996, consultado em 21 de fevereiro de 2019 
  4. «Home - Offizielle Deutsche Charts». www.offiziellecharts.de. Consultado em 21 de fevereiro de 2019 
  5. Tearin' Up My Heart, Ariola (Sony Music), 10 de fevereiro de 1997, consultado em 21 de fevereiro de 2019 
  6. «Dutch Charts - dutchcharts.nl». dutchcharts.nl. Consultado em 21 de fevereiro de 2019 
  7. Hung, Steffen. «'N Sync - Here We Go». hitparade.ch. Consultado em 21 de fevereiro de 2019 
  8. «Home - Offizielle Deutsche Charts». www.offiziellecharts.de. Consultado em 21 de fevereiro de 2019 
  9. «'N Sync - 'N Sync - hitparade.ch». www.swisscharts.com. Consultado em 21 de fevereiro de 2019 
  10. Inc, Nielsen Business Media (20 de março de 1999). Billboard (em inglês). [S.l.]: Nielsen Business Media, Inc. 
  11. «For The Girl Who Has Everything (Album Version) (Album Version) by *NSYNC on Amazon Music - Amazon.co.uk». www.amazon.co.uk. Consultado em 21 de fevereiro de 2019 
  12. Together Again/Enhanced, Ariola (Sony Music), 31 de outubro de 1997, consultado em 21 de fevereiro de 2019 
  13. «AllMuisc». All Music. Consultado em 8 de abriil de 2012  Texto " NSYNC" ignorado (ajuda); Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  14. «Rolling Stone». Rolling Stone Magazine. Consultado em 8 de abriil de 2012  Texto " NSYNC" ignorado (ajuda); Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  15. «Top 200 Albums». Billboard 200. Billboard. 11 de abril de 1998. Consultado em 21 de setembro de 2017 
  16. Mayfield, Geoff (11 de abril de 1998). «Between the Bullets». Billboard. 110 (15). 108 páginas. ISSN 0006-2510. Consultado em 21 de setembro de 2017 
  17. «Top 200 Albums». Billboard 200. Billboard. 10 de outubro de 1998. Consultado em 21 de setembro de 2017 
  18. «Chart Watch Extra: You Won't Believe These Albums Stalled At #2». Yahoo Music. Consultado em 3 de abril de 2009 
  19. «Best Selling Records of 1998». Billboard. 11 (5). 75 páginas. 30 de janeiro de 1999. ISSN 0006-2510. Consultado em 21 de setembro de 2017 
  20. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome UScert
  21. Peoples, Glenn (26 de março de 2015). «Why Zayn Malik's Departure From One Direction Won't Hurt Band's Music Sales». Billboard. Consultado em 21 de setembro de 2017 
  22. «Official Albums Chart Top 100». UK Albums Chart. Official Charts Company. 11 de julho de 1999. Consultado em 21 de setembro de 2017 
  23. Summers, Kimberly Dillon (2012). NSYNC A Biography. [S.l.]: ABC-CLIO. p. 10. ISBN 978-1-4408-0100-6 
  24. «Greatest of All Time Billboard 200 Albums». Billboard. Consultado em 12 de novembro de 2015. Cópia arquivada em 1 de outubro de 2016 
  25. Offiziellecharts.de – 'N sync – 'N sync (em alemão). GfK Entertainment. Consultado em 8 October 2016.
  26. Ryan, Gavin (2011). Australia's Music Charts 1988–2010. Mt. Martha, VIC, Australia: Moonlight Publishing.
  27. 'N sync - 'N sync (em alemão). Austriancharts.at. Hung Medien. Consultado em 8 October 2016.
  28. «Canadian Albums». Consultado em 22 de fevereiro de 2019 
  29. 1999-07-11 Top 40 Scottish Albums Archive | Official Charts (em inglês). UK Albums Chart. The Official Charts Company. Consultado em 8 October 2016.
  30. Nsync Album & Song Chart History (em inglês). Billboard 200 para Nsync. Prometheus Global Media. Consultado em 8 October 2016.
  31. Nsync Album & Song Chart History (em inglês). Billboard Top Catalog Albums para Nsync. Prometheus Global Media. Consultado em 8 October 2016.
  32. Archívum – Slágerlisták – MAHASZ – Magyar Hangfelvétel-kiadók Szövetsége (em húngaro). Mahasz.hu. LightMedia. Consultado em 8 October 2016.
  33. «Billboard - Hits of The World». Billboard]. Consultado em 8 de outubro de 2016 
  34. 'N sync – 'N sync (em inglês). Charts.org.nz. Hung Medien. Consultado em 8 October 2016.
  35. 'N sync – 'N sync (em norueguês) Norwegiancharts.com. Hung Medien. Consultado em 8 October 2016.
  36. 'N sync – 'N sync (em holandês). Dutchcharts.nl. Hung Medien. Consultado em 8 October 2016.
  37. 'N sync | Artist | Official Charts (em inglês). UK Albums Chart. The Official Charts Company. Consultado em May 21, 2016.
  38. 'N sync – 'N sync (em inglês). Swedishcharts.com. Hung Medien. Consultado em 8 October 2016.
  39. 'N sync – 'N sync (em inglês). Swisscharts.com. Hung Medien. Consultado em 8 October 2016.
  40. «Billboard - Hits of The World». Billboard. Consultado em 8 de outubro de 2016 
  41. «Top 100 Album-Jahrescharts» (em German). GfK Entertainment. Consultado em 8 de setembro de 2016 
  42. Geoff Mayfield (25 de dezembro de 1999). 1999 The Year in Music Totally '90s: Diary of a Decade - The listing of Top Pop Albums of the '90s & Hot 100 Singles of the '90s. [S.l.]: Billboard. Consultado em 15 de outubro de 2010 
  43. «BVMI | Datenbank». www.musikindustrie.de. Consultado em 22 de fevereiro de 2019 
  44. «IFPI Austria - Verband der Österreichischen Musikwirtschaft». IFPI Austria - Verband der österreichischen Musikwirtschaft (em alemão). Consultado em 22 de fevereiro de 2019 
  45. «Gold/Platinum». Music Canada (em inglês). Consultado em 22 de fevereiro de 2019. Arquivado do original em 26 de junho de 2016 
  46. «Gold & Platinum». RIAA (em inglês). Consultado em 22 de fevereiro de 2019 
  47. «ZPAV :: Bestsellery i wyróżnienia - Wyróżnienia - Złote płyty CD - Archiwum». bestsellery.zpav.pl. Consultado em 22 de fevereiro de 2019 
  48. «Die Offizielle Schweizer Hitparade und Music Community». www.swisscharts.com. Consultado em 22 de fevereiro de 2019 
  49. «'N Sync». 20 de maio de 1997 – via Amazon 
  50. «'N'Sync 'N'Sync CD Album» 
  51. «N-Sync». 24 de março de 1998 – via Amazon 
  52. «N Sync». 24 de março de 1998 – via Amazon 
  53. «'N Sync-US Version 'N SYNC CD Album» 
  54. «N'sync». 1 de outubro de 1999 – via Amazon 
  55. «N Sync». 13 de abril de 2018 – via Amazon 
  56. «N Sync». 20 de abril de 2018 – via Amazon