... E poi lo chiamarono il magnifico

filme de 1972 dirigido por Enzo Barboni
... E poi lo chiamarono il magnifico
 Itália[1]
 França[1]
Iugoslávia[1]

1972 •  cor •  127 min 
Direção E.B. Clucher
(pseudônimo de Enzo Barboni)
Produção Alberto Grimaldi
Roteiro E.B. Clucher
Elenco Terence Hill
Gregory Walcott
Yanti Somer
Gênero bangue-bangue
comédia
Música Oliver Onions
Idioma italiano
Página no IMDb (em inglês)

... E poi lo chiamarono il magnifico é um filme de produção franco-ítalo-iugoslava de 1972 do gênero comédia western, dirigido por Enzo Barboni (com o pseudônimo de E.B. Clucher). Terence Hill repete a parceria com o diretor de seus dois filmes anteriores que foram com o personagem Trinity. Além do nome parecido, o tom de comédia e as piadas recorrentes (como a dupla de caçadores de recompensas que sempre tem as faces empurradas contra uma mesa) muito semelhantes as dos filmes com Trinity, levam a que alguns considerem esse como o terceiro de uma trilogia cinematográfica "não oficial" do diretor com Terence Hill.

ElencoEditar

SinopseEditar

O jovem e refinado nobre inglês Sir Thomas Fitzpatrick Phillip Moore, leitor de poesia e estudante de insetos, viaja até o Velho Oeste para se encontrar com os capangas de seu falecido pai, o bandoleiro conhecido como "Inglês". No caminho, a diligência em que estava é assaltada por três bandidos mascarados. Quando chega a antiga cabana esconderijo de seu pai, Thomas não percebe que os homens que estão ali são os ladrões, mesmo um deles estando com o cãozinho de uma das vítimas. Ele lhes entrega uma carta do pai, na qual o falecido bandido pede que ajudem seu filho a "ser um homem". Apesar de pacífico e não saber usar armas, o fato de Thomas se apaixonar pela filha do maior rancheiro da região desperta os ciúmes do violento capataz Morton Clayton, que o desafia a uma série de lutas e duelos.

  A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. a b c AlloCiné (em francês)
  Este artigo sobre um filme de faroeste é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.