.25-06 Remington

cartucho

O .25-06 Remington, foi um cartucho wildcat durante mais de meio século antes de ser padronizado pela Remington em 1969.

Um cartucho .25-06 Remington.

O .25-06 Remington é baseado no cartucho de fogo central .30-06 Springfield com o "pescoço" diminuído ("boca" do estojo mais estreita) para acomodar uma bala de diâmetro nomial de .257 polegadas (6,5 mm), sem nenhuma outra alteração.

Os pesos dos projéteis utilizados pelo .25-06 Remington variam de 75 a 120 grãos (4,9 a 7,8 g).

HistóricoEditar

Charles Newton diminuiu o cartucho .30-06 Springfield em 1912 para aceitar a bala de ,258 polegadas (6,55 milímetros) .258 in (6.6 mm) e 117 grãos (7,58 gramas) 117 grãos até então usada no .25-35 Winchester.[1] A modificação inicial de Newton encorajou o lançamento comercial de um estojo encurtado (de 63 para 49 mm) como o .250-3000 Savage em 1915.[2] O Frankford Arsenal desenvolveu um .25-06 experimental durante a Primeira Guerra Mundial; e a distribuição de equipamento militar excedente dos Estados Unidos por meio do "Civilian Marksmanship Program", que após a guerra encorajou armeiros independentes a fazer experiências com o cartucho.[1]

A. O. Niedner de Dowagiac, Michigan introduziu rifles para o ".25 Niedner" em 1920.[3] A Niedner Arms Corporation manteve os canos estriados com uma torção em 12 polegadas (300 mm), para o cartucho .30-06 no calibre .25 com "ombro" a 17° 30′.[4] Cartuchos semelhantes foram identificados como ".25 Hi-Power", ".25 Whelen" (análogo ao ".35 Whelen") ou ".25-100-3000" (para indicar a capacidade de atingir 3000 pés por segundo com uma bala de 100 grãos em vez da de 87 grãos usada no ".250-3000 Savage").

A maior capacidade do cartucho ofereceu melhoria mínima de velocidade em relação ao ".250-3000 Savage" com pólvoras sem fumaça contemporâneas.[5] A disponibilidade de pólvoras do tipo "Improved Military Rifle" (IMR) da DuPont encorajou o lançamento comercial do .257 Roberts usando o estojo Mauser de 57 mm em 1934.[6] O lançamento da IMR 4350 em 1940 e a disponibilidade da IMR 4831 excedente recuperado dos cartuchos de canhão Oerlikon 20 mm após a Segunda Guerra Mundial melhorou muito o desempenho do .25-06 "full size".[7]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b Waite, M.D. & Raynor, Kenneth C. (Novembro de 1972). «Loads for the .25-'06 Remington». The American Rifleman 
  2. Hornady, J.W. Hornady Handbook of Cartridge Reloading Hornady Manufacturing Corporation (1967) p.104
  3. Hornady, J.W. Hornady Handbook of Cartridge Reloading Hornady Manufacturing Corporation (1967) p.116
  4. Lyman Ideal Hand Book No. 36 Lyman Gun Sight Corporation (1949) p.138
  5. Speer, Raymond G. Wildcat Rifle Loads Speer Products Company (1956) p.6
  6. Hatcher, Julian S. & Barr, Al Handloading National Rifle Association (1951) pp.53-59
  7. «Reloading Load Data Guide (New and Expanded)» (PDF) 6.0 ed. Western Powders Load Data: 23, 38. 86 páginas. Dezembro de 2016. Consultado em 9 de setembro de 2020 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre .25-06 Remington