101 Strings

101 Strings
País  Estados Unidos
Período em atividade 1957 - 1981

A 101 Strings Orchestra (101 Cordas Orquestra) foi uma marca de organização musical sinfônica de grande sucesso, com discografia superior a 150 álbuns e uma vida criativa de cerca de 30 anos a partir de 1957. 101 Strings tinha um som característico, focado na melodia com um ambiente descontraído na maioria das vezes com cordas.[1] Seus LPs foram individualizados pelo slogan "The Sound of Magnificence" (O som da magnificência), um logotipo da nuvem e uma foto em tons de sépia da orquestra. [2] A 101 Strings Orchestra incluiu 124 instrumentos de cordas, e foi conduzida por Wilhelm Stephan. A famosa foto oficial da orquestra foi tirada na Musikhalle Hamburg.[3]

HistóriaEditar

Miller e rock and rollEditar

O magnata da gravadora David L. Miller ganhou destaque ao lançar os primeiros discos de Bill Haley & His Comets em 1952–1953 em sua própria gravadora de Essex (seguida pela Trans-World, depois pela Somerset Records). Nesta capacidade, Miller desempenhou um papel na criação do rock and roll.

VendasEditar

Nos 10 anos e 2 meses de existência, a 101 Strings vendeu mais de 50.000.000 de registros em todo o mundo.[4]

Álbuns de sucessoEditar

A orquestra teve cinco álbuns de sucesso no Reino Unido, incluindo um número um.[5]

  • Gypsy Campfires #9
  • The Soul of Spain #17
  • Grand Canyon Suite #10
  • Down Drury Lane to Memory Lane #1
  • Morning Noon and Night #32

FilmesEditar

A música da 101 Strings Orchestra foi destaque em todo o filme Easy Listening (2002).[6]

Referências

  1. «101 Strings Artist Biography by Steve Huey». www.allmusic.com 
  2. «One Hundred and One Strings with the Alshire Singers». allmusic.com 
  3. «D. L. Miller». spaceagepop.com 
  4. Billboard – Google Books. [S.l.: s.n.] 9 de setembro de 1967 
  5. Virgin Hit Albums, 1st ed., p. 205
  6. «Easy Listening Soundtracks». www.imdb.com/ 

ReferênciasEditar