Abrir menu principal

A 12E é uma carreira eletroviária da Carris, transportadora coletiva urbana da cidade de Lisboa, Portugal. Funciona em regime de circulação no Bairro da Mouraria e, enquanto carreira que serve a zona central da cidade, é simbolizada com a cor laranja. Tem o seu terminal na Praça do Martim Moniz, passando por São Tomé, Castelo, , e Praça da Figueira.


Logo ccfl.png
12E CCFL.png

Martim Moniz
(Circulação Castelo)
Paragens:  11
Extensão:  9 km
Inauguração:  1 de Janeiro de 1915
Funcionamento:  Dias Úteis: 8h00–20h45
Sábado: 9h00–20h15
Domingo: 9h00–20h15
Feriados: 9h00–20h15
Horário:  Martim Moniz (Circulação Castelo)
Frota:  Elétricos clássicos
 12E  Martim Moniz (Circulação Castelo) Logo ccfl.png
 
Unknown route-map component "udBS2c2"
Unknown route-map component "uSTR2h3h" + Unknown route-map component "NULfq"
Unknown route-map component "udBS2c3"
 
Rua dos Lagares 
Unknown route-map component "uHST(L)" Unknown route-map component "uHST(R)"
 São Tomé
Largo do Terreirinho 
Unknown route-map component "uHST(L)" Unknown route-map component "uHST(R)"
 Largo das Portas do Sol
Socorro 
Unknown route-map component "uHST(L)" Urban straight track
  28E 
Pictograms-nps-hospital-2.svg Martim Moniz 
Unknown route-map component "uBHF(L)g" Unknown route-map component "uHST(R)"
 Miradouro de Santa Luzia
 734   708   208   28E  
Urban straight track Urban straight track
  28E   737 
Martim MonizMetroLisboa-linha-verde.svg  760  
Urban straight track Unknown route-map component "uHST(R)"
 Limoeiro
Praça da Figueira 
Unknown route-map component "uHST(L)" Unknown route-map component "uHST(R)"
 
 714   208   25E   15E  
Urban straight track Urban straight track
  28E   737 
RossioMetroLisboa-linha-verde.svg  760   737  
Urban straight track Unknown route-map component "uHST(R)"
 
Rua da Conceição / Rua dos Fanqueiros
 
Urban straight track Urban straight track
  28E   737 
 
Unknown route-map component "udBS2c1"
Unknown route-map component "uSTR1h4h" + Unknown route-map component "NULgq"
Unknown route-map component "udBS2c4"
 

Índice

CaracterísticasEditar

 
O “doze” para São Tomé (carro CCFL 701, atual carro CCFL 582) subindo a Calçada da Graça, em 1977.

É uma carreira de carácter local na zona mais central da cidade de Lisboa, ligando a Baixa (área comercial) aos bairros da Mouraria, Alfama e Castelo. Circulando por São Tomé, permite a ligação rápida entre o Martim Moniz e o Largo das Portas do Sol quando comparado com a carreira 28E que circula pela Graça. Funciona, diariamente, entre as 08:00 e as 20:00, aproximadamente.

O precurso do 12E é circular e conta com um único circuito, no sentido horário, com paragens apenas na face interna. É a única carreira de “circulação” de elétricos da Carris, sendo-o curiosamente apenas desde 1997, data em que todas as outras carreiras ciculares haviam sido já eliminadas.

HistóriaEditar

 
Mapa da carreira (a roxo) em 2011 (antes da eliminação do terminal da 25E e da 18E no Campo das Cebolas), integrada com as restantes e comparada com a 28E (a vermelho).

Esta carreira foi inaugurada a 1 de Janeiro de 1915, parte do traçado desta carreira/linha resulta da aquisição pela Carris, em 1909, do Elevador da Graça.[1] Após prolongada a São Tomé, manteve-se sem grandes alterações no seu percurso dusrante quase todo o século XX.[2] Por volta de 1994, era identificada com a cor vermelha (quase indistinta da 18) em folhetos informativos da Carris, numa altura em que esta era incomparavelmente a mais curta carreira eletroviária de Lisboa.[3]

A configuração circular data do final de 1997, substituindo o percurso anterior, restrito a Martim Moniz ⇆ São Tomé; a circulação inaugural, a 20 de novembro, contou com a presença de dirigentes camarários e da Carris.[4] Os trabalhos de adaptação da via ao novo trajeto orçaram em mais de 50 milhões de escudos.[4] No segundo dia de circulação da carreira modificada, a nova agulha na esquina da Rua da Conceição com a Rua da Prata causou o descarrilamento de um carro da carreira 28.[5]

PercursoEditar

Abandonado o terminal, o eléctrico segue pelo Poço do Borratém até chegar à Praça do Martim Moniz. A partir daí começa a subir por ruas estreitas até alcançar São Tomé. Do Miradouro de Santa Luzia facilmente se consegue alcançar o Castelo de São Jorge e é a partir deste ponto que se começa a descer até alcançar a Rua da Prata, passando ainda junto da Sé de Lisboa.

O percurso final desta carreira de circulação faz-se pela Rua da Prata em direcção à Praça da Figueira onde se encontra o terminal.

 
Descendo junto à , sentido único, em 2012.
 
A 12E cruzando-se com a 28E nas Portas do Sol, em 2008.

Equipamentos servidosEditar

  • Largo das Portas do Sol: Miradouro das Portas do Sol, Museu de Artes Decorativas
  • Miradouro Santa Luzia: Miradouro de Santa Luzia, Castelo de São Jorge
  • Sé:

Referências

  1. Ernst KERS: “Graça cable tram}}”
  2. Luís Cruz-Filipe (2016): Do Dafundo ao Poço do Bispo: Uma História Sobre Carris
  3. De acordo com diagrama cartográfico em folheto informativo oficial Rede de Eléctricos CARRIS, ed. C.C.F.L. 1994:
  4. a b “Eléctrico volta ao Castelo” Correio da Manhã (1997.11.21): p.7
  5. “Descarrilamento na Baixa” Correio da Manhã (1997.11.21): p.7
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre esta carreira