4 de Julho Esporte Clube

clube de futebol brasileiro

O 4 de Julho Esporte Clube, também conhecido como Gavião Colorado ou Colorado de Piripiri, é uma agremiação de futebol brasileira com sede na cidade de Piripiri, estado do Piauí. Sua fundação ocorreu em 4 de julho de 1987, sendo estabelecido por um grupo de atletas amadores liderados por Luiz Cavalcante e Menezes, em conjunto com Antônio Evangelista de Souza, popularmente conhecido como Curica. Inicialmente, a residência deste último serviu como a primeira sede do clube, situada adjacente ao Mercado Público Central da mencionada localidade. Ao longo de sua trajetória, o Colorado conquistara o título do Campeonato Piauiense em quatro ocasiões distintas, nos anos de 1992, 1993, 2011 e 2020. Além destes feitos, o clube também venceu a Copa Piauí em 2017. Seu nome e fundação se dá por conta da fundação da cidade de Piripiri[2].

4 de Julho
Nome 4 de Julho Esporte Clube
Alcunhas Gavião Colorado
Maior do Interior
Colorado de Piripiri
Quatrão
Torcedor(a)/Adepto(a) Colorado
Mascote Gavião[1]
Fundação 4 de julho de 1987 (37 anos)
Estádio Arena Ytacoatiara
Capacidade 8.500 pessoas
Localização Piripiri, Brasil
Presidente Luiz Pereira
Treinador(a) Mirandinha
Patrocinador(a) Prefeitura de Piripiri
Material (d)esportivo Usocontínuo
Competição Piauiense - Série A
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo

História

editar

Fundado em 1987, foi denominado 4 de Julho em homenagem à data na qual se comemora a emancipação política da cidade de Piripiri [2]. Suas cores, vermelha e branca, foram inspiradas no Náutico, de Pernambuco, onde surgiu o primeiro jogo de uniformes, réplicas das roupas do time recifense, levadas pelos seus fundadores. No futebol amador, o Colorado conquistou diversos títulos municipais e regionais, durante as primeiras décadas.

No final dos anos 80, o clube passou a enfrentar, em torneios comemorativos, datas festivas e partidas amistosas, os grandes clubes profissionais do estado do Piauí à época, tais como River, Flamengo do Piauí, Tiradentes-PI e Piauí Esporte Clube, bem como clubes do Estado do Maranhão (Moto Club e Sampaio Corrêa) e também do Estado do Ceará (Fortaleza, Ferroviário e Ceará), além de enfrentar clubes e selecionados da região da Serra da Ibiapaba (Serra Grande), fator que contribuiu para que a equipe obtivesse grande destaque, alcançando projeção regional.

Em 1988, um ano após a sua fundação, o clube ingressou no futebol profissional, sendo vice-campeão estadual logo nos dois primeiros anos de sua profissionalização, período em que havia a predominância dos clubes da capital, onde todas as finais eram disputadas[3].

O surpreendente desempenho do 4 de Julho motivou o surgimento de mais clubes no interior do Piauí e liderou um movimento pelo equilíbrio nas regras do futebol piauiense, entre os clubes da capital e do interior.

Nos anos de 1992[4] e 1993[5], o clube sagrou-se bicampeão profissional piauiense. Em 2011[6], veio o tricampeonato e, recentemente, no ano de 2020[7], sagrou-se tetracampeão piauiense de futebol.

No âmbito nacional, em 1989, o clube participou da Série B do Campeonato Brasileiro, sendo eliminado na primeira fase. Participou também das edições 1993 e 1997 da Série C[8], eliminado ainda na primeira fase em ambos os anos. 21 anos depois voltou a disputar um campeonato nacional, o Campeonato Brasileiro de Futebol de 2018 - Série D, repetindo a participação novamente em 2021, todavia sendo a melhor campanha da equipe no certame. Neste ano também, pela primeira vez, disputou a Copa do Nordeste, em seu debute na competição caiu ainda na fase de grupos.

Pela Copa do Brasil, o clube soma seis participações, sendo a melhor campanha em 2021[9], chegando à terceira fase ao derrotar o Confiança e o Cuiabá (algo até então inédito na história do clube) na primeira e segunda fase, respectivamente. Na terceira fase, a equipe recebeu o São Paulo e venceu a equipe paulista no primeiro jogo. No jogo de volta, a equipe piauiense foi derrotada por 9 a 1, sendo eliminada do torneio.[10] A campanha do clube foi histórica pois eliminou dois clubes das séries A e B[11].

Títulos

editar
ESTADUAIS
Competição Títulos Temporadas
  Campeonato Piauiense 4 1992, 1993, 2011 e 2020
  Copa Piauí 1 2017
  Campeonato Piauiense - Segunda Divisão 2 2003 e 2016

Estatísticas

editar

Participações

editar
Participações em 2024
Competição Temporadas Melhor campanha Anos P   R  
  Campeonato Piauiense 34 Campeão (4 vezes) 1988-1995, 1997-2000, 2002-2015, 2017-2024 2
2ª Divisão 2 Campeão (2003 e 2016) 2003, 2016 2
  Copa do Nordeste 1 14º colocado (2021) 2021
  Série B 1 Primeira fase (1989) 1989
Série C 2 37º colocado (1997) 1993, 1997
Série D 3 2ª fase (2021) 2018, 2021-2022
Copa do Brasil 6 3ª fase (2021) 1993-1994, 2000, 2005, 2012, 2021

Escudo

editar
Evolução do escudo do 4 de Julho Esporte Clube
1987-2018 2018-2020 2020-Presente
   
 

Ídolos

editar

Ranking atualizado em junho de 2024

  • Posição: 97º
  • Pontuação: 690 pontos

Ranking criado pela Confederação Brasileira de Futebol para pontuar todos os clubes do Brasil.[12]

Referências

  1. «4 de Julho Esporte Clube». 4 de Julho Esporte Clube. Consultado em 6 de fevereiro de 2019 
  2. a b «Piripiri (Piauí)». Wikipédia, a enciclopédia livre. 2 de junho de 2024. Consultado em 22 de junho de 2024 
  3. Diogo, Julio Bovi (7 de outubro de 2020). «Campeonato Piauiense - 1988». Arquivos de Futebol do Brasil. Consultado em 22 de junho de 2024 
  4. «Campeonato Piauiense de Futebol de 1992». Wikipédia, a enciclopédia livre. 21 de abril de 2024. Consultado em 22 de junho de 2024 
  5. «Campeonato Piauiense de Futebol de 1993». Wikipédia, a enciclopédia livre. 7 de agosto de 2022. Consultado em 22 de junho de 2024 
  6. «Campeonato Piauiense de Futebol de 2011». Wikipédia, a enciclopédia livre. 30 de junho de 2023. Consultado em 22 de junho de 2024 
  7. «Campeonato Piauiense de Futebol de 2020». Wikipédia, a enciclopédia livre. 8 de setembro de 2023. Consultado em 22 de junho de 2024 
  8. «Campeonato Brasileiro de Futebol - Série C». Wikipédia, a enciclopédia livre. 13 de maio de 2024. Consultado em 22 de junho de 2024 
  9. «Copa do Brasil de Futebol de 2021». Wikipédia, a enciclopédia livre. 1 de março de 2024. Consultado em 22 de junho de 2024 
  10. «São Paulo leva susto, vira e abre goleada sobre 4 de Julho; veja os gols». www.uol.com.br. Consultado em 9 de junho de 2021 
  11. Stein, Leandro (16 de abril de 2021). «O 4 de Julho elimina o Cuiabá e faz história na Copa do Brasil, com a melhor campanha do Piauí em 20 anos». Trivela. Consultado em 22 de junho de 2024 
  12. «Ranking da CBF 2024» (PDF). Confederação Brasileira de Futebol. 8 de Dezembro de 2023. Consultado em 22 de Junho de 2024