7-Eleven

7-Eleven, Inc. é uma cadeia internacional e operadora de franquias de lojas de conveniência, com sede em Dallas, no Texas. A rede foi fundada em 1927 como uma loja de gelo em Dallas. Foi nomeada como Tote'm Stores entre 1928 e 1946. Depois que 70% da empresa foi adquirida pela afiliada japonesa Ito-Yokado em 1991, foi reorganizada como uma subsidiária integral da Seven-Eleven Japan Co., Ltd em 2005, e agora é mantida pela Seven & I Holdings Co., Ltd., sediada em Chiyoda, Tóquio.[1]

7-Eleven, Inc.
Uma loja da 7-Eleven em Madison Heights, Michigan
Subsidiária
Atividade Varejo (Lojas de conveniência)
Fundação 1927 (94 anos) em Dallas, Texas,  Estados Unidos
Fundador(es) Joe C. Thompson
Sede Irving, Texas,  Estados Unidos
Pessoas-chave Joseph DePinto (CEO)
Stanley Reynolds (CFO)
Marissa Jarratt (CMO)
Empregados 45,000 (2010)
Empresa-mãe Seven & I Holdings Co. (2005–presente)
Website oficial http://www.7-eleven.com/

Ela é, desde março de 2007, a maior cadeia de lojas em todas as categorias, estando na frente do McDonald's por 20.000 lojas.[2] Em julho de 2020, a 7-Eleven opera, franqueia e licencia mais de 71.100 lojas espalhadas por 17 países.[3]

HistóriaEditar

A companhia foi fundada em 1927 no Texas, Estados Unidos, quando um empregado da Southland Ice Company, Joe C. Thompson, começou a vender leite, ovos e pão em uma doca.[4] A localização original foi uma loja improvisada na Southland Ice Company. As pequenas padarias e lojas de produtos variados estavam muito presentes no local, os donos da Ice Plant descobriram que vender produtos variados como o pão e o leite era popular. Com o tempo, muitas lojas abriram na área de Dallas. Inicialmente, essas lojas eram abertas da 7 a.m. às 11 p.m.. A companhia começou a usar o nome 7-Eleven em 1946. Em 1952, a 7-Eleven inaugurou sua 100ª loja.

Em 1962, a primeira experiência da 7-Eleven em lojas 24 horas foi em Austin, no Texas.[5] Em 1963, foram estabelecidas lojas 24 horas em Las Vegas; Fort Worth, no Texas, e Dallas.[6]

Produtos e serviçosEditar

Junto com Slurpee e o Big Gulp, a 7-Eleven investiu em propagandas e novos conceitos, incluindo Reddy Ice; Movie Quik, um vídeo da loja; Citgoas e Chief Auto Parts, que tem localizações adjacentes ou perto das lojas 7-Eleven.

Em 2005, a 7-Eleven começou a vender sua própria marca de bebidas em garrafas com o nome de Big Gulp na America do Norte.

Desde 2005, a companhia oferece o "7-Eleven Speak Out Wireless", um serviço de telefonia celular pré-pago que pode ser comprado diretamente nas lojas 7-Eleven nos US e Canadá.

Estratégias de MarketingEditar

 
Carro de Tony Kanaan na IndyCar Series com patrocínio da 7-Eleven.

O dia 11 de Julho é conhecido como o "7-11 Day", é quando as lojas 7-Eleven oferecem de graça para 1,000 consumidores um Slurpee da sua escolha.[7]

7-Eleven é a patrocinadora da 7-Eleven Cycling Team e era de Tony Kanaan na fórmula Indy

Em 9 de novembro de 2006, a 7-Eleven anuncia se juntou ao maior patrocinador do time Dallas Mavericks pelas próximas três temporadas e patrocinadora oficial do time de rua dos Mavericks. Como parte do acordo, a 7-Eleven deu cupons grátis para os fãs dos Mavericks.

Começando a temporada 2007, a 7-Eleven iniciou uma parceria com o Chicago White Sox. O acordou rendeu ao time 1.5 milhões de dólares em três anos.[8]

 
Uma loja 7-Eleven, em Seattle, transformada em um Kwik-E-Mart

Em antecipação ao lançamento do filme The Simpsons Movie, a 7-Eleven transformou uma dúzia das suas lojas em Kwik-E-Mart's.[9] Essas lojas, assim como mais de 6.000 outras lojas da América do Norte, venderam Buzz Cola, KrustyO's cereal, Squishees, Pink Donuts, e outros itens da série.[10] Muitos itens comuns como o café e os sanduíches, tem uma caixa com o tema especial dos Simpsons. Como resultado da divulgação do filme, a 7-Eleven ficou ainda mais famosa, levendo os fãs dos Simpsons à viajar centenas de quilômetros até uma das lojas Kwik-E-Mart para comprar os produtos com a embalagem especial dos Simpsons.[11] Também resultou num aumento de 30% nos lucros dessas lojas 7-Eleven que foram convertidas.[12]

A 7-Eleven pelo mundoEditar

 
Países com lojas da 7-Eleven

AustráliaEditar

A primeira 7-Eleven na Austrália foi inaugurada em 1977. Atualmente existem 366 lojas nos estados de Victoria, New South Wales e Queensland; a maioria das lojas são em áreas metropolitanas. As lojas foram compradas e são operadas por franquias, com uma administração geral.

CanadaEditar

No Canadá, um número limitado de 7-Elevens tem associações com empresas de gasolina, como a Shell ou Petro-Canadá, e algumas são ligadas à Esso. Em novembro de 1995, a 7-Eleven começou a oferecer um serviço wireless, o 7-Eleven Speak Out Wireless.

Hong Kong e MacauEditar

A 7-Eleven opera em Hong Kong desde 1981 sob o comando da Dairy Farm International Holdings Limited. A companhia inaugurou a loja de número 711 em Hong Kong, no dia 11 de julho de 2006 (7-Eleven Day), no Causeway Bay, distrito da cidade. Com a maioria da lojas nas áreas urbanas, aproximadamente 40% são lojas da franquia. Em setembro de 2004, s Dairy Farm adquiriu o Daily Stop, uma cadeia de lojas de conveniência, e converteu-as em lojas da 7-Eleven.

A 7-Eleven entrou no mercado de Macau em 2005, e agora existem 20 lojas em operação.

JapãoEditar

 
Primeira loja da 7-Eleven em Tóquio no Japão.

O Japão tem mais lojas da 7-Eleven do que qualquer outro lugar do mundo. Das 28.123 lojas no mundo inteiro, 11.500 delas estão no Japão. 1.396 estão em Tóquio

.

As lojas no Japão são um pouco diferentes das lojas 7-Eleven nos Estados Unidos. As 7-Elevens no Japão oferecem uma vasta seleção de produtos e serviços, como jogos e consoles de vídeo-game, CDs de música, DVDs, e outros produtos digitais assim como bolos natalinos, chocolates do dia dos namorados, e fogos de artifício. As bebidas Slurpees e Big Gulp não são mais vendidas no Japão; estes produtos não eram populares quando a 7-Eleven originalmente inaugurou no Japão.

MalásiaEditar

AS 7-Elevens na Malásia são da Convenience Shopping Sdn. Bhd. que agora opera 800 lojas pelo resto do mundo e planeja expandir para 1000 lojas. A 7-Eleven na Malásia foi imcorporada em 4 de junho de 1984 pelo Berjaya Group.

MexicoEditar

No México a 7-Eleven era chamada de Super 7. Em 1995 o nome foi mudado para 7-Eleven, mas ainda é chamado de Super Siete em alguns lugares.

FilipinasEditar

Nas Filipinas, a 7-Eleven é comandade pela Philippine Seven Corporation (PSC). A primaira loja foi aberta em 1984. Em 2000, a President Chain Store Corporation (PCSC) de Taiwan, também uma licenciada da 7-Eleven, comprou a maioria das ações da PSC e ele formatam uma parceria na indústria de lojas de conveniências da região.

É chamada de Puupuu Eite.

NoruegaEditar

O Reitan Group atualmente tem os direitos da franquia das lojas 7-Eleven na Noruega. A primeira loja foi inaugurada em Oslo em 1986, e hoje, existem 105 lojas 7-Eleven em 20 cidades da Noruega, a maioria localizada na parte leste da Noruega, mas também é possível encontrar lojas no norte do país.

SingapuraEditar

 
Uma loja 7-Eleven em Singapura

Em Singapura, a 7-Eleven formou a maior cadeia de lojas de conveniência na ilha. Até agora existem 400 lojas 7-Eleven espalhadas pelo país. As lojas em Singapura são operadas pela Dairy Farm International Holdings, uma franquia sobre uma licença da 7-Eleven Incorporated, com sede nos Estados Unidos.

A primeira 7-Eleven em Singapura operou em 1983 com a franquia do Jardine Matheson Group. A licença foi adquirida pela Cold Storage Singapore, uma subsidiária da Dairy Farm Group, em 1989. Atualmente, a 7 Eleven planeja se expandir em Singapura com 300 lojas, nos próximos anos. A 7-Eleven também assinou uma aliança recentemente com a Royal Dutch Shell.

Todas as lojas da 7-Eleven em Singapura operam 24h, exceto pelas lojas em hospitais, a Raffles Junior College, Singapore Management University e Nanyang Technological University, tem lojas 7-Eleven operando com uma carga horária reduzida.

Coréia do SulEditar

A 7-Eleven tem uma presença muito visível nas lojas de conveniência da Coréia do Sul onde compete com a Mini Stop, a GS25, a Family Mart e outras lojas independentes. existem 1.513 lojas da 7-Eleven no país, aonde só os Estados Unidos, Japão, Tailândia e Taiwan possuem mais lojas. As lojas Sul Coreanas não vendem produtos como o Slurpee ou o Big Gulp.

TaiwanEditar

 
7-Eleven em Taiwan

Em Taiwan, a 7-Eleven é uma das mais populares lojas de conveniência, e é comandada pela The Uni-President Chain Store. A primeira loja foi inaugurada em 1980 e desde então, surgiram mais 4037 lojas, como foi registrado em 2006. Taiwan tem a terceira maior coleção de 7-Elevens no mundo.

TailândiaEditar

A franquia na Tailândia é a Charoen Pokphand. Existem 4.055 7-Elevens no país, com mais de 1.500 em Bangkok, fazendo a Tailândia ser o 4º país com o maior número de 7-Eleven's no mundo.

BrasilEditar

No Brasil, em meados da década de 90, a franquia chegou a ter 17 lojas na cidade de São Paulo, mas todas fecharam devido à alta concorrência.[13][14] Em 2018, a rede voltou os olhos para o Brasil novamente e iniciou conversas com a BR Distribuidora para operar lojas de conveniência em postos de combustíveis da companhia, mas as negociações não foram para frente.[15]

Na mídia e na cultura popularEditar

  • "7/11" é o nome de uma música de Beyoncé, presente na edição especial do álbum BEYONCÉ.
  • Uma referência à loja é feita na música "Drunk In Love" de Beyoncé feauturando JAY-Z.
  • Em De Volta para o Futuro III, o protagonista Marty McFly participou de um jogo de tiro em um festival da cidade e acertou todos os alvos. quando perguntado onde ele aprendeu a atirar assim, ele falou, "7-Eleven". Como a 7-Eleven não é conhecida em todas as partes do mundo, algumas versões do filme substituíram 7-Eleven por Disneylândia. A versão alemã trocou 7-Eleven por Space Invaders. Na versão espanhola Marty disse que aprendeu jogando vídeo-games. Na versão brasileira Marty diz que aprendeu em um parque de diversões .
  • Em um episódio de Futurama foi mostrada uma versão da loja no século 31, com o logotipo escrito como: 711 que significa "7 à 11ª potência". Um sinal abaixo indica que a loja é aberta "28 horas".
  • A banda de rock 311 usou camisetas manufaturadas com o logotipo da 7-Eleven. Mas com o número 3 no lugar do 7. Entretanto em 2001, a banda recebeu uma carta de reprovação da corporação.
  • O clipe "Jesus of Suburbia" da banda de Pop Punk/Punk Rock Green Day foi gravado num 7-11.
  • No clip "The Sweet Scape" da cantora americana Gwen Stefani aparece rapidamente uma loja do 7 Eleven.
  • No jogo Grand Theft Auto: San Andreas 7-11 é subtituído por 24-7
  • "7-11" é o nome de uma música dos Ramones, que está presente no disco Pleasant Dreams, e conta a história de um homem que conhece uma garota em uma loja 7-11
  • No filme Beavis and Butt-head Do America, eles estão no deserto e Butt-head reclama da falta de bebedouros, e diz que podiam colocar uma loja de conveniencia, e Beavis fala,"Yeah, like a 7-Eleven". Tradução: É, tipo um 7-Eleven
  • A cantora Lana Del Rey cita o 7-eleven em "Diet Mountain Dew" falando para que ela e seu amante estão parando lá. No trecho "Baby stoppin' at 7-eleven/There in his white Pontiac heaven" é que se faz a referências
  • A banda U2 cita Seven Eleven em sua música "Stay".
  • A terceira temporada da série Stranger Things, da Netflix mostra uma loja da 7-eleven próxima a um posto de gasolina.
  • No filme Ghostbusters (Caça-Fantasmas ou Caça-Fantasmas: Sabe quem Chamar) dirigido e co-escrito por Paul Feige estrelada por quatro mulheres (15 de julho de 2016) aparece 7-eleven em uma cena onde Kevin Beckman, interpletado pelo autor Chris Hemsworth, apresenta como sugestão do logotipo dos Ghostbusters.
  • O rapper sueco Yung Lean retratou uma experiencia traumática sua com LSD em um 7-eleven na musica "Acid At 7/11".
  • No musical da Broadway “Be More Chill” o personagem Michael Mell faz referência ao 7-eleven no trecho da música More Than Survive “‘Cause that girl at Sev' Elev' gave me a generous pour”.

Notas e referências

  1. Wm. Moyer, Justin (11 de julho de 2014). «In honor of 7/11: How Japan slurped up 7-Eleven». Washington Post (em inglês). ISSN 0190-8286. Consultado em 14 de julho de 2021 
  2. «Top 10 Largest Franchises in the World». Raconteur (em inglês). Consultado em 21 de junho de 2016 
  3. «7-Eleven, Inc. Announces 71,100th Store» (em inglês). 7-Eleven Corporate. 13 de julho de 2020. Consultado em 14 de julho de 2021 
  4. «7-Eleven Fun Facts & Trivia, 7-Eleven, May 15, 2007.». Arquivado do original em 16 de maio de 2007 
  5. «24-Hour Convenience Stores - It Started in Austin Texas at 7-Eleven, About.com. Last accessed February 25, 2007.». Arquivado do original em 28 de fevereiro de 2007 
  6. «Open around the clock, 7-Eleven. Last accessed February 25, 2007.». Arquivado do original em 29 de janeiro de 2007 
  7. «5 Million Free Slurpees At 7-Eleven, 7-Eleven, July 7, 2003.». Arquivado do original em 10 de janeiro de 2008 
  8. «ESPN: MLB Headlines» 
  9. «Kwik-E-Marts Locations». Arquivado do original em 10 de julho de 2007 
  10. 7-Elevens Get a 'Kwik-E-Mart' Makeover[ligação inativa], NY Post, July 1, 2007.
  11. «Kwik-E-Mart gamble pays off for 7-Eleven, Dallas Morning News, July 30, 2007.». Arquivado do original em 13 de agosto de 2007 
  12. Gail Schiller (6 de julho de 2007). «D'oh! 'Simpsons' limits tie-in partners». The Hollywood Reporter. Consultado em 6 de julho de 2007 
  13. Peixoto, Fábio; Mester, Melina (14 de outubro de 2010). «Elas não dormem no ponto». Exame. Consultado em 22 de julho de 2021 
  14. Naves, Paulo; Precioso, Vinícius (28 de março de 1999). «Violência e concorrência fecham redes». Folha de S.Paulo. Consultado em 22 de julho de 2021 
  15. Filgueiras, Maria Luíza (7 de maio de 2018). «Lojas Americanas e 7-Eleven negociam rede de conveniência da BR». Valor Econômico. Consultado em 22 de julho de 2021 

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre 7-Eleven