Abrir menu principal

7.º governo da ditadura militar (Portugal)

Governo de Portugal

O 7.º governo da Ditadura portuguesa, nomeado a 21 de janeiro de 1930 e exonerado a 5 de julho de 1932, foi liderado por Domingos Oliveira.

Governos da Ditadura Militar
Coat of arms of Portugal.svg

A sua constituição foi a seguinte:[1][2]

Cargo Detentor Período
Presidente do Ministério Domingos Oliveira 21 de janeiro de 1930 a 5 de julho de 1932
Ministro do Interior António Lopes Mateus 21 de janeiro de 1930 a 21 de outubro de 1931
Mário Pais de Sousa 21 de outubro de 1931 a 5 de julho de 1932
Ministro da Justiça e dos Cultos Luís Maria Lopes da Fonseca 21 de janeiro de 1930 a 23 de janeiro de 1931
Domingos Oliveira (interino) 23 de janeiro de 1931 a 26 de janeiro de 1931
José de Almeida Eusébio 26 de janeiro de 1931 a 5 de julho de 1932
Ministro das Finanças António de Oliveira Salazar 21 de janeiro de 1930 a 5 de julho de 1932
Ministro da Guerra João Namorado de Aguiar 21 de janeiro de 1930 a 19 de janeiro de 1931
Júlio Schiappa de Azevedo 19 de janeiro de 1931 a 25 de julho de 1931
António Lopes Mateus (interino) 25 de julho de 1931 a 21 de outubro de 1931
António Lopes Mateus 21 de outubro de 1931 a 5 de julho de 1932
Ministro da Marinha Luís Magalhães Correia 21 de janeiro de 1930 a 5 de julho de 1932
Fernando Branco (interino) 11 de outubro de 1930 a 16 de outubro de 1930
Fernando Branco (interino) 22 de abril de 1931 a 12 de maio de 1931
Ministro dos Negócios Estrangeiros Fernando Branco 21 de janeiro de 1930 a 5 de julho de 1932
Luís Magalhães Correia (interino) 9 de setembro de 1930 a 4 de outubro de 1930
Luís Magalhães Correia (interino) 19 de maio de 1931 a 15 de junho de 1931
Luís Magalhães Correia (interino) 22 de janeiro de 1932 a 22 de março de 1932
Luís Magalhães Correia (interino) 11 de junho de 1932 a 5 de julho de 1932
Ministro do Comércio e Comunicações João Antunes Guimarães 21 de janeiro de 1930 a 5 de julho de 1932
Ministro das Colónias António de Oliveira Salazar (interino) 21 de janeiro de 1930 a 29 de julho de 1930
Eduardo Marques 29 de julho de 1930 a 31 de janeiro de 1931
António de Oliveira Salazar (interino) 3 de novembro de 1930 a 6 de novembro de 1930
Armindo Monteiro 31 de janeiro de 1931 a 5 de julho de 1932
Luís Magalhães Correia (interino) 7 de novembro de 1931 a 2 de dezembro de 1931
Henrique Linhares de Lima (interino) 23 de abril de 1932 a 5 de julho de 1932
Ministro da Instrução Pública Gustavo Cordeiro Ramos 21 de janeiro de 1930 a 5 de julho de 1932
Ministro da Agricultura Henrique Linhares de Lima 21 de janeiro de 1930 a 5 de julho de 1932
Subsecretário de Estado das Finanças Armindo Monteiro 21 de janeiro de 1930 a 31 de janeiro de 1931
Artur Oliveira 9 de fevereiro de 1931 a 5 de julho de 1932

GaleriaEditar

Referências

  1. Guimarãis, Alberto Laplaine; Ayala, Bernardo Diniz de; Machado, Manuel Pinto; António, Miguel Félix. «53.º Ministério». Os Governos da República: 1910–2010. Lisboa: Edição dos autores. p. 333–334. ISBN 978-989-97322-0-9 
  2. Maltez, José Adelino. «Governo de Domingos Oliveira (1930–1932)». Politipédia — Repertório Português de Ciência Política. Observatório Político. Consultado em 25 de fevereiro de 2013 
  Este artigo sobre História de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.