AMD CrossFire

tecnologia que permite vincular duas ou mais GPUs para produzir uma única saída

CrossFire é uma tecnologia para GPUs da Advanced Micro Devices, originalmente desenvolvida pela ATI. Ela possibilita conjugar duas ou mais placas de vídeo em paralelo para processamento de imagem.[1]

Logo da AMD CrossFire

Anunciada em 30 de maio de 2005,[2] sofreu diversas mudanças de disponibilidade sendo lançado oficialmente em 26 de setembro.[3][4] A marca CrossFire foi descontinuada pela AMD em setembro de 2017, no entanto, a empresa continua a desenvolver e oferecer suporte à tecnologia para aplicativos DirectX 11.[5] Para aplicativos DirectX 12, a AMD tem a marca mGPU (também conhecida como multi-GPU), com a diferença de que os desenvolvedores de software devem criar perfis compatíveis com mGPU para seus aplicativos onde antes a AMD criava os perfis para aplicativos DirectX 11.[5]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «AMD Crossfire™ Technology, a Multi-GPU Performance Gaming Platform». amd.com. Consultado em 3 de setembro de 2021. Arquivado do original em 29 de novembro de 2016 
  2. Press release (30 de maio de 2005) ATI Defines The Next-Generation of Enthusiast Gaming With CrossFire Multi-Graphics Processor Platform (em inglês) acessado em 23 de abril de 2007.
  3. Wasson, Scott (26 de setembro de 2005) ATI's CrossFire dual-graphics solution Arquivado em 1 de janeiro de 2007, no Wayback Machine. "TechReport" (em inglês) acessado em 23 de abril de 2007.
  4. Wilson, Derek (26 de setembro de 2005) ATI's X8xx CrossFire Graphics Arrive "AnandTech" (em inglês) acessado em 23 de abril de 2007.
  5. a b «AMD Radeon phases out the CrossFire brand as multi-GPU gets more complicated». PCWorld (em inglês). 22 de setembro de 2017. Consultado em 4 de setembro de 2021 
  Este artigo sobre hardware é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.