ATR-42

(Redirecionado de ATR 42)
ATR-42
Avião
ATR-42 da Air Wales
Descrição
Tipo / Missão Avião comercial
País de origem  França
 Itália
Fabricante ATR
Período de produção 1984–presente
455 produzidos até 19 de janeiro de 2017
Primeiro voo em 16 de agosto de 1984 (36 anos)
Introduzido em 3 de dezembro de 1985
Passageiros 50
Especificações (Modelo: ATR 42-500)
Dimensões
Comprimento 22,67 m (74,4 ft)
Envergadura 24,57 m (80,6 ft)
Altura 7,59 m (24,9 ft)
Área das asas 54,50  (587 ft²)
Alongamento 11.1
Peso(s)
Peso vazio 10 500 kg (23 100 lb)
Peso máx. de decolagem 15 550 kg (34 300 lb)
Propulsão
Motor(es) 2x Pratt & Whitney Canada PW120 ou
2x Pratt & Whitney Canada PW121 ou
2x Pratt & Whitney Canada PW127E ou
2x Pratt & Whitney Canada PW127M
Performance
Velocidade máxima 494 km/h (267 kn)
Teto máximo 7 600 m (24 900 ft)
Notas
Dados da Wikipédia anglófona - ATR 42

O ATR-42 é uma aeronave comercial bimotora, pressurizada, de médio porte, asas altas, propulsão turboélice e capacidade para transportar até cinquenta passageiros. Foi desenvolvida e fabricada em larga escala na França a partir da década de 1980, pela ATR - Avions de Transport Régional, o maior fabricante de turboélices para transporte regional de passageiros do mundo.[1]

ATR 72-500 (72-212A)   (Passaredo Linhas Aéreas)

O ATR-42 é um projeto totalmente original de parte da indústria aeronáutica européia, resultado de pesquisa e desenvolvimento em conjunto de grandes fabricantes de vários países europeus, notadamente França e Itália.

HistóricoEditar

Em 1981, as empresas Aérospatiale, da França), e a Aeritalia, da Itália, se uniram para desenvolver um projeto visando o mercado de aeronaves regionais na faixa de cinquenta passageiros. Da união nasceu a ATR, cujo primeiro projeto foi o ATR42, que concorreu diretamente com os modelos Fokker 50 e Dash 8-300.

A boa aceitação no mercado permitiu a versão extendida da aeronave, nascendo assim o ATR-72.[2][3]

CaracterísticasEditar

Embora algumas versões militares também tenham sido criadas e vendidas, desde sua origem o projeto do ATR-42 está voltado principalmente para a utilização da aeronave no mercado civil de transporte aéreo regional de passageiros.[4][5]

As versões atuais são os modelos 42-600 e 42-600S (STOL), este para pistas curtas de até 800 metros.[6][7]

MercadoEditar

O ATR-42 foi projetado especialmente para atender pedidos de companhias aéreas regionais por um tipo de equipamento adaptado para operação em pistas de pouso curtas, com obstáculos próximos das cabeceiras e prolongamentos, exigindo procedimentos de decolagem e aproximação mais complicados. Praticamente todas as aeronaves turboélice modernas têm mais potência estática (tração estática) que aeronaves a jato de mesmo tamanho e peso máximo de decolagem.[8]

OperadoresEditar

Os ATR-42 voam em todos os continentes, com mais de 400 unidades entregues.[9]

Ficha técnicaEditar

Fonte: Air finance journal [10][11]

  • Capacidade : 46 assentos (média-densidade) ou 50 assentos (alta-densidade)
  • Tripulação: 1 piloto, 1 co-piloto e 1 comissária
  • Pista de pouso: Aprox. 1.500 metros (lotado / dias quentes / tanques cheios)
  • Velocidade de cruzeiro (ATR-42-300): Aprox. 485 km/h
  • Velocidade de cruzeiro (ATR-42-500): Aprox. 535 km / h
  • Consumo médio (QAV): Aprox. 1.100 litros / hora (lotado / 75% potência)
  • Consumo médio (QAV): Aprox. 0,05 litro / passageiro / km voado
  • Motorização (ATR-42-300) : 2 x Pratt & Whitney PW-120 (1.800 shp / cada)
  • Motorização (ATR-42-320) : 2 x Pratt & Whitney PW-121 (1.900 shp / cada)
  • Motorização (ATR-42-500) : 2 x Pratt & Whitney PW-127 (2.400 shp / cada)
  • Comprimento: Aprox. 22,7 metros
  • Teto de operacional: Aprox. 8.500 metros (25.000 mil pés)
  • Alcance (ATR-42-500): Aprox. 1.500 quilômetros (lotado / 75% potência / com reservas)
  • Preço (ATR-42-600): Aprox. US$ 20 milhões (novo)

Referências

  1. «Company profile» (em inglês). ATR Aircraft. Consultado em 2 de outubro de 2014 
  2. «Uma pequena história sobre os ATR que operam no Brasil : Aviões e Músicas». www.avioesemusicas.com. Consultado em 27 de maio de 2020 
  3. Schapochnik, Claudio (22 de junho de 2011). «Azul pinta avião pelos 30 anos da ATR; veja». Portal PANROTAS. Consultado em 27 de maio de 2020 
  4. «Fabricante de turboélices ATR registra US$ 1,8 bi em vendas em 2017». Valor Econômico. Consultado em 27 de maio de 2020 
  5. Alexandre Barros (19 de abril de 2010). «ATR 42-500 - Portal Aviação Brasil». aviacaobrasil.com.br. Consultado em 27 de maio de 2020 
  6. «ATR Aircraft». www.atraircraft.com. Consultado em 27 de maio de 2020 
  7. Viana, Pedro (20 de junho de 2019). «ATR lança versão do ATR 42 para pistas de 800 metros». Aeroflap. Consultado em 27 de maio de 2020 
  8. «ATR-500 Series» (PDF) (em inglês). ATR Aircraft. Junho de 2011. Consultado em 2 de outubro de 2014 
  9. anos, Sobre o autor Thiago Vinholes Thiago é jornalista há 13; Em 2015, a maior parte na área automobilística; Com, Assumiu O.; aviação, o do site Airway e hoje vasculha a internet diariamente em busca de pautas interessantes sobre mundo da (18 de julho de 2018). «Turbo-hélice ATR 72 alcança 1.000 unidades entregues». Airway. Consultado em 27 de maio de 2020 
  10. «Aircraft Profile: ATR 42-500» (em inglês). Air Finance. 15 de novembro de 2012. Consultado em 2 de outubro de 2014 
  11. Alexandre Barros (19 de abril de 2010). «ATR 42-500 - Portal Aviação Brasil». aviacaobrasil.com.br. Consultado em 27 de maio de 2020 

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre ATR-42
  Este artigo sobre uma aeronave é um esboço relacionado ao Projeto Aviação. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  A Wikipédia possui o