Abrir menu principal

A Song to Remember

filme de 1945 dirigido por Charles Vidor
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2018). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Cinema.
Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição. Este artigo está para revisão desde agosto de 2018.
A Song to Remember
Chopin Imortal[1] (PRT)
À Noite Sonhamos[2] (BRA)
 Estados Unidos
1945 •  cor •  113 min 
Realização 18 de janeiro de 1945
Direção Charles Vidor
Produção B.F. Zeidman
Roteiro Ernst Marischka (história)
Sidney Buchman
Elenco Paul Muni
Cornel Wilde
Merle Oberon
Nina Foch
Género drama biográfico
Música José Iturbi (piano)
William Randall
Miklós Rózsa
Mario Silva
Morris Stoloff (diretor musical)
Eugene Zador (orquestra – não-creditado)
Cinematografia Tony Gaudio
Allen M. Davey
Edição Charles Nelson
Distribuição Columbia Pictures
Idioma língua inglesa
Página no IMDb (em inglês)

A Song to Remember (bra: À Noite Sonhamos; prt: Chopin Imortal) é um filme biográfico de 1945 produzido pela Columbia Pictures, que conta a história de vida do pianista e compositor polonês Frédéric Chopin. Dirigido por Charles Vidor e produzido por Sidney Buchman e Louis F. Edelman, com roteiro de Sidney Buchman e Ernst Marischka.

Índice

SinopseEditar

Vidor romantizou o patriotismo de Chopin no filme, que foi produzido durante a Segunda Guerra Mundial. Chopin, protagonizado por Cornel Wilde, é inicialmente apresentado como uma criança prodígio tocando uma peça de Mozart, mas pára de tocar quando ouve, através da janela, as notícias de que o povo polonês foi feito prisioneiro pelas autoridades russas. O filme também mostra Chopin fazendo parte de atividades dirigidas ao salvamento da Polônia, com seus amigos. Vidor destaca o patriotismo como o maior motivo de Chopin tocar piano. Em uma audição, ele para de tocar quando vê o governador russo da Polônia entre os ouvintes; Chopin para e anuncia: "I do not perform for Russian butchers".

O primeiro trabalho de Chopin em Paris é a "Heróica" Polonesa, uma música dedicada à Polônia. O surgimento de George Sand, interpretada por Merle Oberon, altera a vida de Chopin, e Vidor retrata George Sand como uma figura destrutiva na vida do compositor, que o seduz e o distrai sobre os assuntos poloneses. No fim do filme, ele faz um apaixonado concerto em “tour” pela Europa, e em um desses concertos, Chopin para, sangrando.

Ironicamente, quando o filme foi produzido, em 1944, a Polônia sofria igualmente sob o domínio germânico, durante a Segunda Guerra Mundial.

O pianista José Iturbi tocou as músicas ao piano, e também orquestrou parte da Sonata No. 3 para a cena em que Chopin e George Sand chegam em Maiorca.

ElencoEditar

RecepçãoEditar

A Song to Remember foi indicado para o Oscar de Melhor Ator (Cornel Wilde), Melhor Cinematografia, Melhor Edição, Melhor Trilha Musical, Melhor Som, e Melhor Roteiro Original.

  A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. Chopin Imortal (em português) no CineCartaz (Portugal)
  2. À Noite Sonhamos no CinePlayers (Brasil)
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.