The Ugly Truth

filme de 2009 dirigido por Robert Luketic
(Redirecionado de A Verdade Nua e Crua)
The Ugly Truth
ABC da Sedução[1] (PRT)
A Verdade Nua e Crua[2] (BRA)
Pôster promocional do filme
 Estados Unidos
2017 •  cor •  96[3] min 
Direção Robert Luketic
Produção Tom Rosenberg
Gary Lucchesi
Roteiro Nicole Eastman
Karen McCullah Lutz
Kirsten Smith
História Nicole Eastman
Elenco Katherine Heigl
Gerard Butler
Gênero comédia romântica
Música Aaron Zigman
Cinematografia Russell Carpenter
Edição Lisa Zeno Churgin
Companhia(s) produtora(s) Relativity Media
Lakeshore Entertainment
Distribuição Columbia Pictures
Lançamento Estados Unidos 24 de julho de 2009
Brasil 18 de setembro de 2009[4]
Idioma inglês
Orçamento US$ 38 milhões[5]
Receita US$ 205,3 milhões[5]
Site oficial

The Ugly Truth (bra: A Verdade Nua e Crua; prt: ABC da Sedução) é um filme estadunidense de comédia romântica de 2009 dirigido por Robert Luketic, escrito por Nicole Eastman, Karen McCullah Lutz e Kirsten Smith e protagonizado por Katherine Heigl e Gerard Butler. O filme foi lançado na América do Norte em 24 de julho de 2009 pela Columbia Pictures.

SinopseEditar

Abby Richter (Katherine Heigl) é uma produtora de programas matinais de TV em Sacramento, Califórnia. Abby acredita firmemente no amor verdadeiro e é uma grande defensora de livros complexos de auto-ajuda, como Chicken Soup for the Soul e Os Homens São de Marte, as Mulheres São de Vênus. Chegando em casa depois de um encontro desastroso, ela vê um segmento de um programa de televisão local, The Ugly Truth, com Mike Chadway (Gerard Butler), cujo cinismo sobre relacionamentos leva Abby a ligar para discutir com ele no ar. No dia seguinte, ela descobre que a estação de televisão está ameaçando cancelar seu programa por causa de sua baixa audiência. O dono da estação contratou Mike para fazer um segmento em seu programa.

A princípio, os dois têm um relacionamento difícil; Abby acha que Mike é grosseiro e nojento, enquanto Mike a considera ingênua e maníaca por controle . No entanto, quando ela conhece o homem dos seus sonhos, um médico chamado Colin (Eric Winter) morando perto dela, Mike a convence de que, seguindo seus conselhos, ela aumentará suas chances com Colin. Abby é cética, mas eles fazem um acordo: se a administração de Mike por seu namoro resultar em seu desembarque em Colin, provando suas teorias sobre relacionamentos, ela trabalhará feliz com ele, mas se Mike falhar, ele concorda em deixar o programa.[6]

Mike consegue melhorar as classificações, aproxima os co-âncoras Georgia e Larry e instrui com sucesso Abby a ser exatamente o que Colin gostaria através de várias sugestões, incluindo: sempre ria de suas piadas e diga que ele é incrível na cama. Mike é convidado a aparecer no The Late Late Show com Craig Ferguson e recebe um emprego em outra rede. Abby é forçada a cancelar um fim de semana romântico fora com Colin, durante o qual eles planejavam finalmente dormir juntos e, em vez disso, voa para Los Angeles para convencer Mike a ficar com seu show.

Eles bebem e dançam, e Mike admite que não quer se mudar porque quer ficar em Sacramento perto de sua irmã e sobrinho. No elevador do hotel, eles se beijam apaixonadamente, mas vão para seus quartos separados. Mike, lidando com a intensidade de seus sentimentos por Abby, vai ao seu quarto apenas para descobrir que Colin apareceu para surpreendê-la. Mike sai. Abby está chateada e logo percebe que Colin só gosta da mulher que ela finge ser, não a verdadeira. Ela termina com ele.

Mike sai e trabalha em uma emissora de TV rival em Sacramento e acaba fazendo uma transmissão no mesmo festival de balões de ar quente que Abby. Ele não consegue resistir a se intrometer quando ela chuta o novo imitador "Mike Chadway" do ar e começa a reclamar sobre quanto são covardes os homens fracos. O balão decola enquanto eles discutem. Abby diz que terminou com Colin, e Mike admite que a ama. Abby o beija enquanto eles voam, tudo transmitido devido a uma câmera montada no balão. O filme termina com Abby e Mike na cama. Quando Mike pergunta se ela estava fingindo, Abby responde: "Você nunca saberá".

ElencoEditar

O elenco do filme é encabeçado pela atriz Katherine Heigl (27 Dresses e Grey's Anatomy) e por Gerard Butler (300, The Phantom of the Opera), além de contar com a participação do apresentador Craig Ferguson em uma cena de entrevista do personagem Mike Chadway ao The Late Late Show.[7]

ProduçãoEditar

O filme teve um orçamento de 38 milhões de dólares.[8] O filme foi feito pelos produtores de Legally Blonde[6] e escrito por Nicole Eastman, Karen McCullah e Kirsten Smith.[9]

O personagem Mike Chadway é supostamente baseado e inspirado em Adam Carolla. Gerard Butler participou do The Adam Carolla Show, apenas observando, para se preparar para o seu papel.[10]

LocaçõesEditar

O filme foi, na maioria das vezes, filmado na Califórnia, as filmagens se iniciaram em abril de 2008 e as locações, incluindo Sacramento, Los Feliz, Ojai, Los Angeles e San Pedro e Temecula, Califórnia.[11] A sequência de montagem no final do filme inclui a Ponte Foresthill, perto de Auburn.[12] Em uma das cenas do filme, onde a atriz Katherine Heigl deveria simular um orgasmo, foi preciso filmar trinta e cinco vezes para que a cena que envolvia cerca de dez atores ficasse pronta.[13] O trailer do filme que contava com essa cena recebeu censura, sendo recomendado apenas para maiores de dezoito anos.[14]

LançamentoEditar

Estreou em quarenta e dois países nos meses de agosto e setembro de 2009.[15] A première do filme aconteceu no dia 16 de julho no Cinerama Dome, em Hollywood.[16]

Recepção da críticaEditar

The Ugly Truth teve recepção geralmente desfavorável por parte da crítica especializada. Com base de 31 avaliações profissionais, alcançou uma pontuação de 28% no Metacritic. Por votos dos usuários do site, atinge uma nota de 5.0, usada para avaliar a recepção do público.[17] O site de agregação de críticas Rotten Tomatoes atribui ao filme uma pontuação de 14% com base em críticas de 173 críticas e uma média ponderada de 3,76 / 10. O consenso do site diz: "Apesar dos melhores esforços de Butler e Heigl, The Ugly Truth sofre de um roteiro fraco que se baseia na fórmula de comédia romântica, com pouco charme ou recompensa cômica".[18] O público, ao contrário de muitos críticos, pensaram muito mais alto do filme. O público entrevistado pela CinemaScore atribuiu ao filme uma nota média de "A-" na escala A+ a F.[19]

Ruth McCann, do The Washington Post, chamou o filme de "indulgentemente brilhante, refrescantemente sarcástico e legitimamente sexy".[20]

BilheteriaEditar

O filme estreou em terceiro lugar nas bilheterias — atrás de Harry Potter and the Half-Blood Prince (em seu segundo final de semana) e o recém-lançado G-Force — com US$27,605,576 e a maior média por tela entre os dez primeiros. Em 2 de julho de 2018, o filme arrecadou US$88,9 milhões nas bilheterias norte-americanas e US$116,3 milhões internacionalmente, totalizando US$205,2 milhões em todo o mundo, tornandosse o segundo melhor filme de bilheteria de Katherine Heigl, atrás de Knocked Up.[21]

Mídia domésticaEditar

The Ugly Truth foi lançado em DVD e Blu-Ray em 10 de novembro de 2009.

Trilha sonoraEditar

  1. "Hot 'n' Cold" - Katy Perry
  2. "Cafe Metropole" - Rick Krive
  3. "Catz Meow" - Scott Robinson
  4. "Solo Violin 2" - Daniel May
  5. "Everybody Got Their Something" - Nikka Costa
  6. "Pocketful of Sunshine" - Natasha Bedingfield
  7. "Under the Covers" - Josh Kelley
  8. "Soluna" - Los Pinguos
  9. "De Vez en Cuando" - Los Pinguos
  10. "El Gitano del Amor" - Latin Soul Syndicate
  11. "Chainsaw" - Daniel Merriweather
  12. "Right Round" - Flo Rida feat. Ke$ha

Referências

  1. «ABC da Sedução». Portugal: CineCartaz. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  2. «A Verdade Nua e Crua». Brasil: CinePlayers. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  3. A Verdade Nua e Crua Veja SP
  4. 'A Verdade Nua e Crua' tenta fazer humor com machismo Estadão
  5. a b «The Ugly Truth». Box Office Mojo. Amazon.com. Consultado em 31 de outubro de 2009 
  6. a b c d Tatiana Siegel (17 de março de 2008). «Cheryl Hines learns 'The Ugly Truth'». Variety. Consultado em 15 de agosto de 2008 
  7. «ABC da Sedução». Mais Cinema. Consultado em 19 de setembro de 2009 
  8. «The Ugly Truth -Domestic Summary» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 26 de setembro de 2009 
  9. http://rogerebert.suntimes.com/apps/pbcs.dll/article?AID=/20090722/REVIEWS/907229983     
  10. «Archived copy». Consultado em 11 de abril de 2017. Arquivado do original em 15 de abril de 2011 
  11. «The Ugly Truth -Filmagens». epipoca. Consultado em 26 de setembro de 2009 
  12. Auburn Journal. «Foresthill Bridge shot spans scenic moment for new film». Consultado em 21 de agosto de 2010 
  13. «Katherine Heigl conta que teve que fazer cena de orgasmo 35 vezes». Ego. Consultado em 26 de setembro de 2009 
  14. «Clip censurado de "The Ugly Truth"». Lotação Esgotada. Consultado em 26 de setembro de 2009 
  15. «The Ugly Truth -Release» (em inglês). IMDb. Consultado em 26 de setembro de 2009 
  16. «"The Ugly Truth" premier» (em inglês). PhotoShelter. Consultado em 26 de setembro de 2009 
  17. «The Ugly Truth» (em inglês). Metacritic. Consultado em 14 de setembro de 2014 
  18. «The Ugly Truth». Rotten Tomatoes. Consultado em 29 de abril de 2019 
  19. http://deadline.com/2009/07/early-box-office-disney-rodents-rule-ugly-truth-looks-fine-harry-potter-6-fades-fast-orphan-abandoned-10398/
  20. McCann, Ruth (24 de julho de 2009). «A Rom-Com So 'Ugly' It's Delightful». The Washington Post. Consultado em 31 de outubro de 2009 
  21. Box Office Mojo Chart 2009 weekend 30

Ligações externasEditar

  A Wikipédia tem os portais: