A Woman Called Golda

A Woman Called Golda é um telefilme biográfico estadunidense de 1982, dirigido por Alan Gibson e estrelado por Ingrid Bergman no papel da primeira-ministra israelense Golda Meir.[1] Também apresenta Ned Beatty, Franklin Cover, Judy Davis, Anne Jackson, Robert Loggia, Leonard Nimoy e Jack Thompson.

A Woman Called Golda
MONI 051.jpg
Estados Unidos
Direção Alan Gibson
Produção Harve Bennett
Elenco Ingrid Bergman
Judy Davis
Leonard Nimoy
Ned Beatty
Robert Loggia
Gênero cinebiografiadrama
Música Michel Legrand
Cinematografia Adam Greenberg
Distribuição Netflix
Lançamento 1982
Duração 240 minuto

A Woman Called Golda foi produzido pela Paramount Domestic Television e foi distribuído pela Operation Prime Time. O filme estreou em 26 de abril de 1982.

ElencoEditar

RecepçãoEditar

O filme recebeu sete indicações ao Emmy e venceu três prêmios, incluindo o de Melhor Especial de Drama e Atriz em Minissérie ou Telefilme para Ingrid Bergman[2], que foi concedido postumamente (o prêmio foi aceito pela filha de Bergman, Pia Lindström). O filme também foi indicado para dois Globos de Ouro e ganhou o prêmio de Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme para Bergman, novamente concedido postumamente.[3] Leonard Nimoy também recebeu uma indicação ao Emmy de Melhor Ator Coadjuvante em Série Limitada ou Filme Para TV.

Referências

  1. «INGRID BERGMAN PLAYS A PRIME MINISTE». The New York Times (em inglês). 25 de outubro de 1981. Consultado em 26 de novembro de 2020 
  2. «A Woman Called Golda». Television Academy (em inglês). Consultado em 26 de novembro de 2020 
  3. «A Woman Called Golda». Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood (em inglês). Consultado em 26 de novembro de 2020 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre A Woman Called Golda