Abrir menu principal

A Cinderella Story

filme de 2004 dirigido por Mark Rosman
(Redirecionado de A nova Cinderela)
A Cinderella Story
No Brasil A Nova Cinderela[1]
Em Portugal A História da Cinderela[2]
 Estados Unidos
2004 •  cor •  95 min 
Direção Mark Rosman
Produção Clifford Werber
Hunt Lowry
Dylan Sellers
Roteiro Leigh Dunlap
Elenco Hilary Duff
Chad Michael Murray
Jennifer Coolidge
Regina King
Gênero comédia romântica
Música Christophe Beck
Cinematografia Anthony B. Richmond
Edição Cara Silverman
Companhia(s) produtora(s) Dylan Sellers Productions
Clifford Werber Productions
Distribuição Warner Bros. Pictures
Lançamento Estados Unidos 16 de julho de 2004[3]
Brasil 1 de outubro de 2004[4]
Idioma inglês
Orçamento US$ 19 million[5]
Receita US$ 70.1 million[5]
Cronologia
Another Cinderella Story (2008)
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

A Cinderella Story (A História da Cinderela (título em Portugal) ou A Nova Cinderela (título no Brasil)) é um filme de comédia romântica norte-americano de 2004 dirigida por Mark Rosman e protagonizada por Hilary Duff. Chad Michael Murray, Jennifer Coolidge e Regina King. Uma modernização do clássico conto de fadas Cinderela, o enredo do filme gira em torno de dois amigos da internet que planejam se encontrar pessoalmente no baile do Dia das Bruxas.

Hilary Duff aceitou fazer este filme pois Cinderela era sua história favorita na infância.[6] Rupert Grint inicialmente interpretaria o personagem Austin Ames, mas teve que desistir do personagem devido às filmagens de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban.[6] Regina King e Jennifer Coolidge já tinham trabalhado juntas em O Céu Pode Esperar (2001) e Legally Blonde 2: Red, White & Blonde.

O filme foi lançado em 16 de julho de 2004. Em seu fim de semana de estreia, o filme arrecadou US$ 13,623,350 em 2,625 cinemas nos Estados Unidos e no Canadá, ocupando o quarto lugar nas bilheterias, atrás de I, Robot, Spider-Man 2 e Anchorman: The Legend of Ron Burgundy. Na semana seguinte, caiu para o quinto lugar, com os recém-chegados Catwoman e The Bourne Supremacy. Até o final de sua exibição, A Cinderella Story arrecadou US$ 51,438,175 no mercado interno e US$ 18,629,734 internacionalmente, totalizando US$ 70,067,909 em todo o mundo.[5] Embora tenha recebido críticas negativas da crítica, o filme foi um sucesso de bilheteria, arrecadando US$ 70 milhões com seu orçamento de US$ 19 milhões e gerou quatro seqüências diretamente em vídeo. cada uma apresentando uma versão moderna da história da Cinderela: Another Cinderella Story (2008) com Selena Gomez, A Cinderella Story: Once Upon a Song (2011) com Lucy Hale, A Cinderella Story: If the Shoe Fits (2016) com Sofia Carson e A Cinderella Story: Christmas Wish (2019) com Laura Marano. As seqüências usam os temas e situações, mas não contêm nenhum personagem do primeiro filme. Ao contrário do primeiro filme, as seqüências também incluem musical, dança e temas de eventos de feriados.

SinopseEditar

Sam Montgomery vive no Vale de São Fernando, área de Los Angeles, com seu pai viúvo Hal, que dirige um restaurante de fast food Diner com temas populares esportivos. Sentindo que Sam precisa de uma mãe, Hal se casa com uma mulher vaidosa chamada Fiona, que tem filhas gêmeas fraternas socialmente desajeitadas, Brianna e Gabriella. Durante o sismo de Northridge de 1994, Hal é morto quando ele corre para salvar Fiona. Devido a ele ter supostamente deixado nenhum testamento, Fiona recebe todos os seus pertences, incluindo a casa, o restaurante, e para seu desalento, Sam, que a obrigam a trabalhar na lanchonete da família.

Sam, em seu pequeno tempo livre, usa o computador, onde conhece um amigo virtual de nome Nomad, com quem se comunica o dia todo através de mensagens de texto e bate-papo. Um dia, esse menino a convida para uma festa de Halloween, Rhonda, a garçonete da lanchonete que cuidou de Sam, e o resto do pessoal da lanchonete também a convencem a desobedecer a Fiona e ir ao baile de qualquer maneira. Sam, usando uma máscara e o velho vestido de casamento de Rhonda, encontra Nomad no baile e fica surpreso ao saber que ele é Austin Ames, um dos garotos mais admirados em sua escola, que se apaixonou por ela quando ela entrou. Os dois decidem deixar a festa para andar sozinhos e se conhecerem um pouco melhor. Ao compartilhar uma dança romântica, Sam e Austin começam a se apaixonar. Mas assim que Austin está prestes a desmascará-la, o alarme do celular de Sam dispara, avisando-a para voltar ao restaurante antes de Fiona à meia-noite. Ela sai sem revelar sua identidade para Austin e deixa o telefone no caminho, o qual é encontrado por Austin.

A partir desse momento, Samantha faz de tudo para que Austin não descubra que ela era a Cinderela da festa. Porém tudo vai por água abaixo, quando suas meia-irmãs descobrem a verdade. Elas então, junto com Shelby, ex-namorada de Austin, fazem uma "peça de teatro" para que toda escola saiba que ela é apenas uma garçonete. Depois de uma reunião de ambos os jovens e um longo discurso da menina, Austin Ames, no meio do futebol americano da escola, vai para onde Sam está e ambos conseguem ser felizes e realizar o grande sonho da infância: entrar na Princeton University.

ElencoEditar

Recepção da críticaEditar

A Cinderella Story teve uma recepção geralmente desfavorável por parte da crítica especializada. No Rotten Tomatoes, o filme tem uma classificação de aprovação de 11% com base em 103 avaliações, com uma classificação média de 3.6/10. O consenso crítico do site diz: "Uma atualização genérica do clássico conto de fadas, sem inspiração".[7] Em Metacritic, o filme tem uma pontuação de 25 em 100, baseado em 30 críticos, indicando "geralmente avaliações desfavoráveis".[8] As audiências pesquisadas pelo CinemaScore deram ao filme uma nota média de "A-" em uma escala A+ a F.[9]

Roger Ebert chamou A Cinderella Story de "um filme idiota e estúpido".[10] O filme foi indicado para cinco Teen Choice Awards na cerimônia de 2005, ganhando o prêmio de Choice Movie Blush Scene, no mesmo ano Duff ganhou o Kids Choice Awards de Atriz de Filme Favorita. Em 2005, Duff também recebeu uma indicação para o prêmio Framboesa de Ouro de Pior Atriz.

Trilha sonoraEditar

N.º TítuloCompositor(es)Produtor(es) Duração
1. "Our Lips Are Sealed" (Hilary Duff and Haylie Duff)Jane Wiedlin, Terence HallCharlie Midnight, Spider 2:40
2. "Anywhere but Here" (Hilary Duff)James Marr, Wendy Page, Chico BennettBennett 3:31
3. "The Best Day of My Life" (Jesse McCartney)David Katz, Robert Palmer, Lindy RobbinsCharlton Pettus 3:13
4. "Girl Can Rock" (Hilary Duff)Midnight, Denny Weston Jr.Midnight, Weston Jr. 3:11
5. "Now You Know" (Hilary Duff)Kara DioGuardi, Pettus, Michelle LewisPettus 3:39
6. "One in this World" (Haylie Duff)Diane WarrenMidnight, Spider 4:12
7. "Crash World" (Hilary Duff)Desmond Child, Andreas Carlsson, Julian BunettaChild, Midnight, Bunetta 3:01
8. "To Make You Feel My Love" (Josh Kelley)Bob DylanPettus 3:32
9. "Sympathy" (Goo Goo Dolls)John RzeznikGoo Goo Dolls, Rob Cavallo 2:48
10. "Friend" (Kaitlyn)Kaitlyn Harner, Johnny DouglasDouglas 3:49
11. "Beautiful Soul (Cinderella Mix)" (Jesse McCartney)Andy Dodd, Adam WattsWatts, Dodd, Sherry Kondor, Ginger McCartney 3:58
12. "I'll Be" (Edwin McCain)McCainMatt Serletic 5:22
13. "Fallen" (Mýa)Rich Shelton, Kevin Veney, Loren Hill, Leonard Huggins, Luiz Bonfá, Maria ToledoShelton, Hill, Veney 3:25
14. "First Day of the Rest of Your Life" (MxPx)Michael HerreraDave Jerden 3:02
Duração total:
49:17

Referências

  1. A Nova Cinderela na HBO (Brasil)
  2. A História da Cinderela no DVDpt (Portugal)
  3. «A CINDERELLA STORY». Warner Bros. 16 de julho de 2004. Consultado em 10 de junho de 2016 
  4. «"A Nova Cinderela" escorrega ao adaptar conto de fadas». UOL Cinema. 30 de setembro de 2004. Consultado em 10 de junho de 2016. Arquivado do original em 20 de setembro de 2016 
  5. a b c «A Cinderella Story (2004)». Box Office Mojo. Consultado em 27 de julho de 2011. Cópia arquivada em 2 de novembro de 2011 
  6. a b A Nova Cinderela AdoroCinema
  7. «A Cinderella Story». rottentomatoes.com. Cópia arquivada em 3 de setembro de 2010 
  8. «A Cinderella Story Reviews». Metacritic. Consultado em 9 de janeiro de 2018. Cópia arquivada em 1 de novembro de 2017 
  9. «CinemaScore». cinemascore.com 
  10. Valero, Gerardo (16 de julho de 2004). «A Cinderella Story Movie Review (2004)». Roger Ebert. Consultado em 9 de janeiro de 2018. Cópia arquivada em 11 de janeiro de 2018 

Ligações externasEditar