Abrir menu principal

Wikipédia β

Abas III
Dirrã de Abas
da Pérsia
Reinado 7 de setembro de 1732-1736
Antecessor(a) Tamaspe II
Sucessor(a) Nader Xá
 
Casa Safávida
Nascimento janeiro de 1732
Morte fevereiro de 1740
  Sabzevar
Pai Tamaspe II
Mãe Xapuri Begum
Religião Xiismo duodecimano

Abas III (em persa: عباس سوم; janeiro de 1732 - fevereiro de 1740) foi último do Império Safávida, sucessor de seu pai Tamaspe II (r. 1729–1732). Ele foi destronado por Nader Xá.

VidaEditar

Abas era filho de Tamaspe II (r. 1729–1732) e sua esposa Xapuri Begum. Com a deposição de seu pai por Nader Cã (futuro Nader Xá), o infante Abas foi nomeado governante nominal da Pérsia em 7 de setembro de 1732.[1] Nader Cã, que era o governante real do país, assumiu as posições de representante do Estado e vice-rei. Abas foi deposto em março de 1736, quando Nader Cã coroou-se Nader Xá. Isso marcou o fim oficial do Império Safávida. Abas foi enviado para sua família na prisão em Sabzevar, no Coração.[2]

Em 1738, Nader Xá fez uma campanha contra o Afeganistão e Índia, deixando seu filho Reza Coli Mirza para governar o reino em sua ausência. Ouvindo rumores de que Nader morreu, Reza fez preparativos para assumir a coroa. Segundo o mais "autoritativo relato",[3] Maomé Huceine Cã Cajar, a quem foi confiada a supervisão de Abas e sua família, alertou Reza de que as pessoas de Sabzevar ergueriam em revolta, libertariam Tamaspe e colocariam-o novamente no trono ao ouvirem da morte de Nader. Reza deu ordens a Maomé para executar Tamaspe e seus filhos. Maomé estrangulou Tamaspe, cortou o jovem Abas com sua espada e fez com que seu irmão Ismail fosse morto. Segundo Michael Axworthy, a data para esses eventos é especulativa, mas provavelmente ocorreram em maio ou junho de 1739.[4]

Referências

  1. Axworthy 2006, p. 123.
  2. Axworthy 2006, p. 165.
  3. Axworthy 2006, p. 220.
  4. Axworthy 2006, p. 221.

BibliografiaEditar

  • Axworthy, Michael (2006). Sword of Persia: Nader Shah: From Tribal Warlord to Conquering Tyrant. Nova Iorque: I.B. Tauris