Abrir menu principal
Abaulamento.
Abaulamento a oeste de Denver, Colorado. Esta porção do abaulamento forma Dinossaur Ridge.

Um Abaulamento (hogback em inglês, ou crêt em francês) designa em geologia e em geomorfologia estrutural uma cadeia de encostas escarpadas[1], ou uma ondulação da linha de cume[2][3]. É [no âmbito das montanhas] um conjunto compacto e rígido de cumes (tergos) estreitos e longos, ou uma série de morros (colinas) com uma cumeeira geralmente estreita e encostas íngremes de inclinação quase igual em ambos os flancos. O termo abaulamento é utilizado para descrever dobraduras do relevo ou para designar saliências rochosas que marcam fronteira com vales anticlinais. Corresponde a uma deformação que provoca o encurvamento de camadas com dobras de grande curvatura e inclinações divergentes para o exterior. A estrutura resultante é assim do tipo domo.

Existem, abaulamentos em Portugal, por exemplo os abaulamentos monoclinais do Maciço Calcário Estremenho[4].

Ver tambémEditar

Referências

  1. Dicionário Inglês-Português (Oliveira) (1997–2014). «Hogback». tradutor.babylon.com. Consultado em 1 de Agosto de 2015 
  2. «Hogback». www.infopedia.pt 
  3. Huggett, JR (2011). Fundamentals of Geomorphology 3 ed. New York: Routledge. 516 páginas. ISBN 978-0415567756 
  4. Maria Luísa Rodrigues e André Fonseca; et al. (fev 2010). Fig. 2 – Geomorphologic map of the Estremadura Limestone Massif (after Ferreira. «Geoheritage assessment based on large-scale geomorphological mapping: contributes from a Portuguese limestone massif example». Géomorphologie : relief, processus, environnement [Em linha]. Consultado em 29 de Julho de 2015 
  Este artigo sobre geografia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.