Abdalatife

Muafacadim Abu Maomé ibne Iúçufe Abdalatife (Muwaffak al-Din Abu Muhammad ben Jusuf Abdul al-Latif), melhor conhecido apenas como Abdalatife de Bagdá (em árabe: عبداللطيف البغدادي; romaniz.: Abd al-Latif al-Baghdadi; Bagdá, 1161 – Bagdá, 8 de novembro de 1231). O nome Abdalatife, significa literalmente "Servo de Deus benevolente". Foi um sábio árabe.

Abdalatife
Nascimento 1162
Bagdá
Morte 8 de novembro de 1231 (68–69 anos)
Bagdá
Ocupação médico, egiptólogo, polímata, escritor de viagens, escritor, arqueólogo, historiador
Empregador Universidade de Alazar
Religião Islão

BiografiaEditar

Depois de ter estudado em Bagdá, visitou Moçul, Damasco, Jerusalém, chegou ao Egito e depois à corte da Síria, onde foi bem recebido por Saladino que se tornou seu protector. De regresso, pelo Cairo, Abdalatife foi testemunha da peste e da fome que assolaram o Egito desde 1200 até 1201, e sobre as quais escreveu relatos comoventes na sua "Descrição do Egito".

Foi então que se deu ao estudo da medicina, fê-lo em Damasco e tornou-se celebre dentro em pouco. Depois continuou em Alepo o ensino da medicina e de diversas outras ciências. São conhecidos os títulos de 136 escritos de Abdalatife, perto de um quarto dos quais são consagrados à medicina. Mas este sábio é sobretudo celebre pela sua grande obra: "Descrição do Egito", de que só foi conservado um resumo.

Referências geraisEditar

  • Dicionário Universal Ilustrado, Ed. João Romano Torres & Cª.1911.
  • Dr. Okasha El Daly (2005), Egyptology: The Missing Millennium: Ancient Egypt in Medieval Arabic Writings, UCL Press, ISBN 1-84472-063-2. (cf. Arabic Study of Ancient Egypt, Foundation for Science Technology and Civilisation.)
  • Emilie Savage-Smith (1996), "Medicine", in Roshdi Rashed, ed., Encyclopedia of the History of Arabic Science, Vol. 3, p. 903-962 [951]. Routledge, London and New York.
  • G. J. Toomer (1996), Eastern Wisedome and Learning: The Study of Arabic in Seventeenth-Century England, pp. 272–273, Oxford University Press, ISBN 0-19-820291-1.
  • G. J. Toomer (1996), Eastern Wisedome and Learning: The Study of Arabic in Seventeenth-Century England, p. 275, Oxford University Press, ISBN 0-19-820291-1.
  • Nurdeen Deuraseh, "Ahadith of the Prophet (s.a.w) on Healing in Three Things (al-Shifa’ fi Thalatha): An Interpretational", Journal of the International Society for the History of Islamic Medicine, 2004 (3): 14-20 [18].

Ligações externasEditar