Abrâmio

Abrâmio (em grego: Αβράμης; romaniz.: Abrámis) foi um padre e diplomata bizantino do século VI. Filho de Eufrásio e pai de Nonoso, foi enviado à corte lacmida de Alamúndaro III (r. 505–554) pelo imperador Justino I (r. 518–527) no fim de 523 / início de 524 quando capturou os generais Timóstrato e João. Depois, sob Justiniano (r. 527–565), foi enviado em duas ocasiões à corte quindida de Caiso (r. 528–531): a primeira, em 528, para negociar a paz; a segunda, em 531, retornou para Constantinopla acompanhado de Caiso.[1]

Abrâmio
Nascimento ?
Morte século VI
Nacionalidade Império Bizantino
Progenitores Pai: Eufrásio
Religião Cristianismo

Referências

BibliografiaEditar

  • Martindale, J. R.; Jones, Arnold Hugh Martin; Morris, John (1980). The prosopography of the later Roman Empire - Volume 2. A. D. 395 - 527. Cambrígia e Nova Iorque: Imprensa da Universidade de Cambrígia