Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde maio de 2016). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Abutre's Moto Clube
(A.S.S.A.)
Lema "Abutre's Sempre, Sempre Abutre's!"
Tipo Moto clube
Fundação 13 de setembro de 1989
Estado legal Ativo
Sede São Paulo
Membros 8000
Presidente Trovão
Vice Presidente Vago
Fundadores China, Miltão, Reginaldo e Luizão (in memorian)
Organização +8000 integrantes
Sítio oficial www.abutres.org/


Abutre's Moto Clube é um moto clube brasileiro fundado em 1989 na cidade de São Paulo, constituindo-se como um dos mais notórios moto clubes do país e do mundo.[1][2] Dentre outros prêmios, a organização já foi agraciada com o título de Honra ao Mérito de Responsabilidade Social, entregue pelo Presidente da Associação Brasileira das Forças Internacionais de Paz na ONU, Walter Mello de Vargas.[3]

Índice

HistóriaEditar

Fundado no dia 13 de setembro de 1989, o Abutre’s Moto Clube é um dos maiores Motoclubes do mundo. O nome Abutres foi definido pelos seus fundadores, que inspirados pelo forte sentimento de Liberdade, viram na ave (Abutre), além da cor preta - a mesma de seus coletes de couro, a espetacular altitude alçada pelo fascinante animal, que o consagra sinônimo de natural ousadia e astúcia, e que sob essa ótica, viam os atributos necessários para a condução de uma motocicleta. O objetivo e filosofia principais dos Integrantes do Abutre’s Moto Clube são: as viagens e passeios com suas motocicletas, a participação em Eventos Motociclísticos, a confraternização entre seus Integrantes e demais grupos de Motociclistas; enfim do lazer e entretenimento saudáveis.

O Abutre’s Moto Clube não é uma entidade filantrópica, tampouco com fins lucrativos, porém, em razão da expressiva confiança depositada pela Sociedade em geral, realiza, em parceria com outras entidades, Ações Sociais por todo o território Nacional, fomentando obras beneméritas entre as Comunidades Carentes em geral.

O Abutre’s Moto Clube é reconhecido por essas ações, através de diversas Comendas; inclusive condecorado pela Organização das Nações Unidas “ONU”. Atualmente o Abutre’s Moto Clube, agrega homens de todas as etnias e religiões; de diversas profissões e posições sociais; possui, atualmente, Sedes e Subsedes em todo o território Nacional e em alguns países do mundo. O aspirante a Integrante do Abutre’s Moto Clube, deverá ser convidado e apadrinhado por um componente que já detenha um determinado grau de conhecimento sobre o Moto Clube; possuir motocicleta na cor preta e a devida habilitação para sua condução.

O Abutre’s Moto Clube não compactua com qualquer alusão a apologia ao crime, discriminação de raça, religião ou posição social, bem como não apresenta vínculos políticos e religiosos, com nenhuma entidade; além disso, não é responsável direta ou indiretamente, pela conduta pessoal de seus Integrantes, que contrariem as leis vigentes, os quais responderão, civil e criminalmente por si, sempre que se fizer necessário.

NomeEditar

O nome Abutres foi definido pelos seus fundadores, que inspirados pelo forte sentimento de Liberdade, viram na ave (Abutre), além da cor preta – a mesma de seus coletes de couro, a espetacular altitude alçada pelo fascinante animal, que o consagra sinônimo de natural ousadia e astúcia, e que sob essa ótica, viam os atributos necessários para a condução de uma motocicleta.

NômadesEditar

A posição de Abutre Nômade é considerada o último grau, da escala hierárquica, dentro do Abutre’s M.C. deste modo, essa patente é ostentada com responsabilidade, reverência, dignidade e ordem.

Detentores de uma posição de elite no Moto Clube, os Abutres Nômades, sempre que solicitados, colaboram com o Presidente e Vice-Presidente, no que for necessário para a grandeza do Abutre’s M.C.

O acesso à patente de Abutre Nômade, não significa sua “aposentadoria” perante o Abutre’s M.C., pelo contrário, essa circunstância o qualifica a atuar no desenvolvimento e compartilhamento de suas experiências adquiridas, no âmbito motociclístico, entre os Integrantes mais jovens. Exclusivamente os Abutres Nômades poderão ser sepultados com seus coletes.

Portanto, todos os integrantes do Abutre’s Moto Clube devem respeitar e aprender com os Abutre’s Nômades, almejando fazer parte desse “Clã de verdadeiros Motociclistas".

Objetivo e FilosofiaEditar

O objetivo e filosofia principais dos Integrantes do Abutre’s Moto Clube são: as viagens e passeios com suas motocicletas, a participação em Eventos Motociclísticos, a confraternização entre seus Integrantes e demais grupos de Motociclistas; enfim do lazer e entretenimento saudáveis.

SocialEditar

O nome Abutres partiu dos fundadores do grupo, pois traz a ideia de liberdade e por ser a ave que voa mais alto, além de preta, como as vestimentas em couro dos membros. É um grupo sem fins lucrativos, que reúne amantes do motociclismo com a finalidade de desfrutar do lazer, entretenimento e promover ações filantrópicas por meio de uma motocicleta e boa vontade, como ações beneficentes em prol da ACC (Ação de Combate ao Câncer) e da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais). Rendendo ao MC Abutre's o reconhecimento e premiação da ONU em 2012[carece de fontes?].

Todos os anos, o grupo participa da campanha do agasalho em parceria com o Governo do Estado de São Paulo, com intuito de arrecadar o maior número possível de roupas para o inverno. Foi o único moto clube a ser chamado para, juntamente com a polícia militar e o corpo de bombeiros, realizar esse evento.

Reconhecimentos recebidos

Reconhecimento por AutoridadesEditar

O Abutre’s Moto Clube é reconhecido por essas ações, através de diversas Comendas; inclusive condecorado pela Organização das Nações Unidas “ONU”.

Foi ainda instituído por lei o Dia Estadual do Abutre’s Moto Clube do Brasil:

Lei 16520/17 | Lei nº 16.520, de 12 de setembro de 2017 de São Paulo[4]Editar

O GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO:

Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu promulgo a seguinte lei:

Artigo 1º - Fica instituído o “Dia Estadual do Abutre’s Moto Clube do Brasil”, a ser comemorado, anualmente, em 13 de setembro.  Ver tópico

Artigo 2º - A data instituída por esta lei passa a integrar o Calendário Oficial do Estado.  Ver tópico

Artigo 3º - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação. Ver tópico

Palácio dos Bandeirantes, aos 12 de setembro de 2017.

Geraldo Alckmin

Paulo Gustavo Maiurino

Secretário de Esporte, Lazer e Juventude

Fabricio Cobra Arbex

Respondendo pelo Expediente da Secretaria de Turismo

Samuel Moreira da Silva Junior

Secretário-Chefe da Casa Civil Publicada na Assessoria Técnica da Casa Civil, em 12 de setembro de 2017.

Publicado em : DO 13/09/2017 - Seção I - p. 1 Atualizado em: 13/09/2017 12:09 16520.doc

Presença MundialEditar

O Abutre’s Moto Clube está presente em 25 países ao redor do mundo, contando com Subsedes em:

  • América do Sul: Brasil 🇧🇷, Argentina 🇦🇷, Bolívia 🇧🇴, Chile 🇨🇱, Colômbia 🇨🇴, Peru 🇵🇪, Paraguai 🇵🇾, Uruguai 🇺🇾 e Venezuela 🇻🇪
  • América Central: Costa Rica 🇨🇷 e Cuba 🇨🇺
  • América do Norte: Estados Unidos 🇺🇸 e México 🇲🇽
  • Europa: Alemanha 🇩🇪 , Espanha 🇪🇸 , Inglaterra 🏴󠁧󠁢󠁥󠁮󠁧󠁿 , Irlanda 🇮🇪 , Itália 🇮🇹 e Portugal 🇵🇹
  • África: Angola 🇦🇴, Guiné-Bissau 🇬🇼 e Moçambique 🇲🇿
  • Ásia: Filipinas 🇵🇭 , Japão 🇯🇵 e Vietnã 🇻🇳


DiferencialEditar

Atualmente o Abutre’s Moto Clube, agrega homens de todas as etnias e religiões; de diversas profissões e posições sociais; possui, atualmente, Sedes e Subsedes em todo o território Nacional e em alguns países do mundo.

Apologia e VínculoEditar

O Abutre’s Moto Clube não compactua com qualquer alusão a apologia ao crime, discriminação de raça, religião ou posição social, bem como não apresenta vínculos políticos e religiosos, com nenhuma entidade; além disso, não é responsável direta ou indiretamente, pela conduta pessoal de seus Integrantes, que contrariem as leis vigentes, os quais responderão, civil e criminalmente por si, sempre que se fizer necessário.

IngressoEditar

O moto clube aceita o ingresso de pessoas que devem ser convidadas e apadrinhadas por um componente que já detenha determinado grau de conhecimento sobre o moto clube, bem como possuir motocicleta na cor preta e a devida habilitação para sua condução.[5] Após três meses de avaliação, para que esse membro novato passa a ser um “Parceiro”. Depois, com meses de dedicação, viagens e comparecimento nos diversos encontros dos Abutres, pode se tornar "Raça". Na sequência, com mais um ano, por indicação e sendo conhecido pela diretoria, pode ser condecorado “Meio Escudo” e, por fim, numa reunião dos diretores, sendo reconhecido pelos atos, recebe a condecoração máxima do grupo, tornando-se um membro “Escudado”. Com o decorrer dos anos, os membros após dedicação e compromisso com o clube pode ser tornar um “Nômade” que são uma categoria formada por membros muito antigos do clube.

HinoEditar

Abutre na estrada é pura emoção ;

É anjo é demônio;

É raça em extinção;

O vento sopra forte pra qualquer direção ;

Abutre acelerando é raça em extinção;

Eu sou abutre; Eu sou abutre.

No braço tatuagem;

Nas costas um brasão;

No peito abutre leva história e sedução;

A moto é companheira, a estrada uma paixão;

Abutre voa livre, é força e união;

EU SOU ABUTRE DE CORAÇÃO.

História do HinoEditar

O Hino foi criado em março de 1997 pelo hoje nômade Jacaré. Jacaré pertencia a Sub sede São Paulo, ele fez a letra e a melodia e a banda Caça Níqueis fez o arranjo da melodia. A inspiração foi Amor ao Moto Clube, Jacaré estava voltando de uma viagem ao Rio de Janeiro de madrugada, quando aconteceu. Na verdade ele não tinha a pretensão de criar um Hino... era uma homenagem que tinha feito ao Abutres MC.... depois que apresentou à Diretoria Nacional em uma de nossas reuniões, de uma simples homenagem, se transformou no Hino dos Abutres.[6]

(Fontes: nômade Jacaré e nômade Alexandre)

Referências

Ligações externasEditar