Académico Basket Clube

O Académico Basket Clube é um clube fundado em 29 de Dezembro de 1933, cuja principal modalidade é o andebol apesar da prática de outros desportos como Hóquei em patins, basquetebol, atletismo, hóquei em campo, voleibol, xadrez, patinagem artística ou Taekwondo.

Académico Basket Clube
Handebol Handball pictogram.svg
ABC Braga.jpg
Abreviatura ABC Braga
Cores Amarelo e Preto
Informações
Cidade Braga
País Portugal
Competição Portugal Andebol 1
Portugal Taça de Portugal
Portugal Supertaça
União Europeia Liga dos Campeões
Fundação 29 de dezembro de 1933 (87 anos)
Pavilhão Pavilhão Flávio Sá Leite
(Capacidade: 1 000)
Presidente Portugal Rui Silva
Técnico Portugal Jorge Rito
Material esportivo Alemanha Kempa Handball
Resultados
ST2016
A12016-17
TP2016-17
LC2016-17
Finalista

Campeão
Fase de Grupos
Títulos
Conquistados
13 Campeonatos Nacional
12 Taças de Portugal
7 Supertaças
1 Taça Challenge da EHF
Uniformes
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
[abcdebraga.com Página Oficial]
ABC no Torneo do Rosal 2013

É o 3º clube português com mais títulos nacionais de andebol e o único clube português a ter disputado uma final da Liga dos Campeões da EHF em 1993–94, período de ouro do ABC, então a melhor equipa portuguesa e umas das melhores a nível europeu. Foi campeão nacional pela última vez em 2015-16, ano em que conquistou também o seu primeiro título europeu, a Taça Challenge da EHF.

HistóriaEditar

Em 6 de Novembro de 1958, no decurso das bodas de prata do clube, o reconhecimento da cidade de Braga pelo serviço prestado pelo ABC à juventude, é expresso pelo então Vereador José Maria Rodrigues que propõe a entrega da medalha de Ouro da cidade ao ABC.

1960 foi um ano rico para o ABC. E não só no Hóquei em Patins ou no Atletismo. O Voleibol reapareceu, depois de um longo interregno. E reapareceu em masculinos e femininos. Em masculinos, no Campeonato Regional do Norte da Promoção e em femininos, no Campeonato Regional do Norte.

O ano de 1961 foi também importante para o ABC no Atletismo, no Hóquei em Patins e também no Andebol de Sete. Mas o ABC não vivia unicamente para si próprio. Preocupava-se com a comunidade. Era um actor social. O Diário do Minho de 26 de Junho de 1961, fazia o seguinte cabeçalho: “Festival Desportivo elegante organizado pelo ABC de Braga e integrado nas Festas da Cidade", para anunciar os jogos de voleibol feminino e de hóquei em patins que o Académico iria realizar com o Leixões e a Selecção do Minho, respectivamente.

O Andebol do ABC iniciou a época em Janeiro de 1965 com o Torneio Início da Associação de Desportos de Braga (ainda com árbitros do Conselho da Associação de Andebol do Porto). Participaram ABC, S.C de Braga, Círculo Arte e Recreio de Guimarães, Desportivo Francisco de Holanda e Vitória Sport Clube, também de Guimarães. O ABC foi 3º com Moreira, Costa, Guilherme, Mateus, Assis, Creissac, José Afonso, Santos, César, C. Jorge, Santos, Saraiva.

Há pouco mais de duas décadas, o hóquei em patins era no entanto a modalidade rainha, chegando a ceder alguns atletas às várias selecções nacionais. Em 1979 o ABC, enquadrado pela Associação de Desportos de Braga, à época a maior Associação de Desportos do país, o Académico Basket Clube fazia-se representar em várias modalidades: Andebol, Hóquei em Patins, Basquetebol, Voleibol, Ténis de Mesa, Atletismo e Ginástica. Em 1982/83 o ABC caminhava para uma bipolarização em termos de modalidades praticadas: Hóquei em Patins e Andebol.

O ponto alto da vida do ABC nos finais de 1983 era, sem dúvida, a presença no Nacional da II Divisão de Andebol, Zona Norte. As equipas em competição eram as do Maia, ABC, Quimigal, SC Braga, Beira-Mar, Desportivo da Póvoa, Fermentões e CP Natação. O plantel era constituído pelos guarda-redes Godinho e Marta, pelos 1ª linha Luís Silva, José Barros, Moisés Ferreira, Maurício Ribeiro, Artur Passos e Adelino Silva e pelos 2ª linha António Casaca, Manuel Marinho, Alberto Araújo, Jorge Barbosa, Paulo Ribeiro e Fernando Rito. O treinador era Antero Cadilhe. Sucedeu-lhe Passos e depois António Cunha. Em 8 de Dezembro desse ano, em entrevista ao Correio do Minho afirmava “(…) eu como treinador e agora nesta situação, sempre tive o objectivo de ganhar todas as provas em que entro. É precisamente este espírito “ganhador" que estou a procurar incutir aos academistas. (…)"

Com a subida à primeira divisão da equipa de andebol, António Cunha foi o mentor do ABC tal qual o conhecemos. A mudança de cor do equipamento de preto para amarelo provocou uma cisão no clube, de tal modo que alguns dos sócios mais antigos abandonaram de vez o clube.

Apenas três épocas depois de ter assegurado o título da segunda divisão, o ABC completou uma ascensão meteórica com a conquista do primeiro de doze campeonatos nacionais da primeira divisão (1986 / 87).

Em 1994 disputou a final da Liga dos Campeões Europeus com o Teka de Santander.

Conquistas essas que continuam hoje a marcar o ABC como a melhor escola de formação de atletas de andebol em Portugal e uma referência para a modalidade europeia.

Em Janeiro de 2009, na Gala do Clube em que se comemoraram as bodas de diamante, viu reconhecido publicamente o trabalho desportivo e social desenvolvido, com a atribuição da Medalha de Mérito Desportivo, atribuído pela Secretaria de Estado da Juventude e Desporto.

Palmarés SenioresEditar

1986-87, 1987-88, 1990-91, 1991-92, 1992-93, 1994-95, 1995-96, 1996-97, 1997-98, 1999-2000, 2005-06, 2006-07, 2015-16
1989-90, 1990-91, 1991-92, 1992-93, 1994-95, 1995-96, 1996-97, 1999-2000, 2007-08, 2008-09, 2014-15, 2016-17
1991, 1992, 1993, 1996, 1999, 2015, 2017
1993-94
2015-16
Finalista: 2 (2004-05, 2014-15)

Plantel 2013-14Editar

Nº. Pos. País Nome Idade Altura Clube Anterior
1 GR   Humberto Gomes 35 anos 1,93 m ABC
4 PE   Fábio Vidrago 24 anos 1,80 m ABC
6 LE   Hugo Rocha 30 anos 1,93 m ABC
7 C   Pedro Seabra 23 anos 1,79 m ABC
8 LE   João Santos 21 anos 1,93 m ABC
9 P   Carlos Siqueira 22 anos 1,95 m Belenenses
10 PE   Diogo Branquinho 19 anos 1,85 m São Bernardo
12 GR   Emanuel Ribeiro 18 anos 1,89 m ABC (juniores)
14 P   Ricardo Pesqueira 21 anos 1,95 m ABC
19 PD   Carlos Martins 19 anos 1,80 m ABC
22 LE   Nuno Grilo 26 anos 1,93 m Benfica
25 LE   Vasco Areias 19 anos 1,85 m ABC (juniores)
38 GR   Bruno Dias 25 anos 1,81 m ABC
60 LD   Nuno Rebelo 22 anos 1,93 m ABC
67 C   Tomás Albuquerque 20 anos 1,82 m ABC (juniores)
73 LE   João Paulo Pinto 24 anos 1,89 m Belenenses

Competições EuropeiasEditar

Atualizado a 1 de janeiro de 2018.[1]

Ligações externasEditar

Site Oficial do ABC

Referências