Abrir menu principal
Academia Brasiliense de Letras - ABrL
Lema "Ad immortalitatem
Rumo à imortalidade"
Tipo Associação literária
Fundação 1968
Sede Brasil Brasília
Línguas oficiais Português
Presidente Fabio de Sousa Coutinho
Edição de 2005 da Revista da Academia Brasiliense de Letras, publicação da instituição.

A Academia Brasiliense de Letras é a entidade literária máxima do Distrito Federal. Em sessão plenária realizada na tarde de 30 de novembro de 2018, o escritor Fabio de Sousa Coutinho foi eleito, pela unanimidade de seus pares, para ocupar a presidência da ABrL, no biênio 2019/21. A nova diretoria da Academia Brasiliense será ainda composta pelos seguintes acadêmicos: Rossini Corrêa, vice-presidente; Edmílson Caminha, secretário geral; Ronaldo Costa Fernandes, 1º secretário; Danilo Gomes, 2º secretário; e Afonso Ligório, tesoureiro. A Comissão de Contas terá os escritores Anderson Braga Horta, Napoleão Valadares e José Jeronymo Rivera.

Índice

HistóriaEditar

Fundada em 8 de março de 1968, a ABrL é a mais antiga entidade do gênero na Capital da República. Seu primeiro presidente foi o jurista baiano Hermes Lima, que também integrou a Academia Brasileira de Letras. Pela segunda vez em meio século de vida, a Academia Brasiliense será dirigida por um Presidente da ANE. Anteriormente, o poeta Domingos Carvalho da Silva (1915-2003) também presidiu as duas entidades literárias mais tradicionais e prestigiosas de Brasília.

PublicaçãoEditar

Domingos Carvalho da Silva fundou, em 1982, a Revista da Academia Brasiliense de Letras, que teve 19 edições em 25 anos de existência, cessando de circular em 2007. O relançamento da Revista, em formato impresso e/ou eletrônico, é uma das metas dos novos gestores da ABrL.

Lista de membrosEditar


  • Adirson Vasconcelos – Cadeira n.º XII (Vicente de Carvalho)
  • Afonso LigórioCadeira n.º XXI (Rui Barbosa)
  • Alaor Barbosa — Cadeira n.° XXIX  (­Hugo de Carvalho Ramos)
  • Alberto Bresciani – Cadeira n.º IV (Eduardo Prado)
  • Anderson Braga HortaCadeira n.º XXXIV (Álvares de Azevedo)
  • Branca BakajCadeira n.º XXXVIII (Raul de Leoni)
  • Carlos Ayres BrittoCadeira n.º XXXII (Mário de Andrade)
  • Carlos Fernando Mathias de SouzaCadeira n.º III (João Ribeiro)
  • Carlos Henrique Cardim – Cadeira n.º XI (Farias Brito)
  • Dad SquarisiCadeira n.º XVII (José de Alencar) (não empossada)
  • Danilo Gomes – Cadeira n.º VI (Tomás Antônio Gonzaga)
  • Edmílson Caminha – Cadeira n.º XXIV (José Veríssimo)
  • Fabio de Sousa CoutinhoCadeira n.º XIX (Castro Alves)
  • Francisco Ferreira de Castro – Cadeira n.º V (Euclides da Cunha)
  • Heitor MartinsCadeira n.º XXXIX (Martins Fontes)
  • José Alberto Couto Maciel – Cadeira n.º XXXVI (Joaquim Manuel de Macedo)
  • José Carlos Brandi AleixoCadeira n.º IX (Augusto dos Anjos)
  • João Carlos TaveiraCadeira n.º XXVI (Cruz e Sousa)
  • José Jeronymo Rivera – Cadeira n.º XXVIII (Olavo Bilac)
  • José SarneyCadeira n.º XXII (Simões Lopes Neto)
  • Lucília Garcez – Cadeira n.º XIII (Manuel Antônio de Almeida) (não empossada)
  • Luiz Gutemberg – Cadeira n.º VIII (José Lins do Rego)
  • Marco Maciel – Cadeira n.º XX (Sílvio Romero)
  • Marcos Vinícios VilaçaCadeira n.º I (Alberto Torres)
  • Marcus Vinicius Furtado Coêlho – Cadeira n.º XXXV (Coelho Neto)
  • Margarida PatriotaCadeira n.º XXXVII (Raimundo Correia)
  • Max Telesca – Cadeira n.º II (Antônio de Alcântara Machado) (não empossado)
  • Napoleão ValadaresCadeira n.º XIV (Artur Azevedo)
  • Paulo Castelo BrancoCadeira n.º XVI (Gonçalves Dias)
  • Raymundo Damasceno Assis, Dom – Cadeira n.º XXXIII (Jorge de Lima)
  • Roberto Rosas – Cadeira n.º X (Da Costa e Silva)
  • Ronaldo Costa CoutoCadeira n.º XXVII (Raul Pompeia)
  • Ronaldo Costa Fernandes – Cadeira n.º XVIII (Cláudio Manuel da Costa)
  • Rossini CorrêaCadeira n.º VII (Joaquim Nabuco)
  • Tania Rebelo Costa SerraCadeira n.º XXV (Graça Aranha)
  • Vamireh ChaconCadeira n.º XV (Machado de Assis)

Cadeiras vagas:

Cadeira n.º XL (Afonso Arinos) – Affonso Heliodoro dos Santos + 20.10.2018

Cadeira n.º XXIII (Aluísio Azevedo) – Ursulino Leão + 19.10.2018

Cadeira n.º XXX (Monteiro Lobato) - Márcio Cotrim + 8.4.2019

Cadeira nº XXXI (Graciliano Ramos) - Luiz Claudio Cardoso + 28.2.2019

Referências

Ver tambémEditar