Adarnases I

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Narses ou Adarnases.

Adarnases I ou Adur Narsé (em persa: آذرنرسه; romaniz.: Adur Narseh) foi o nono do Império Sassânida por um breve período em 309. Após a morte de seu pai Hormisda II (r. 303–309), os nobres e o clero zoroastrista viram a chance de ganhar influência dentro do império. Assim, assassinaram Adarnases, cegaram um de seus irmãos e forçaram outro irmão (Hormisda) a fugir.[1] Foi então sucedido por seu irmão bebê Sapor II.[2]

Adarnases I
Xainxá de arianos e não-arianos
xá do Império Sassânida
Reinado 309
Antecessor(a) Hormisda II
Sucessor(a) Sapor II
 
Morte 309
Dinastia sassânida
Pai Hormisda II
Mãe Ifra Hormisda
Religião Zoroastrismo

Adarnases é mencionado apenas em algumas fontes gregas, enquanto as fontes orientais não fazem nenhuma menção a ele, e nenhuma de suas moedas foi encontrada. A credibilidade dessas fontes gregas com relação a Adarnases é questionada por Nikolaus Schindel, que afirma que provavelmente nunca governou.[3]

Referências

BibliografiaEditar

  • Pourshariati, Parvaneh (2008). Decline and Fall of the Sasanian Empire: The Sasanian-Parthian Confederacy and the Arab Conquest of Iran. Nova Iorque: IB Tauris & Co Ltd. ISBN 978-1-84511-645-3 
  • Schindel, Nikolaus (2013). «Sasanian Coinage». In: Potts, Daniel T. The Oxford Handbook of Ancient Iran. Oxônia: Imprensa da Universidade de Oxônia. ISBN 978-0199733309 
  • Tafazzoli, Ahmad (1983). «ĀDUR NARSEH». Enciclopédia Irânica Vol. I, Fasc. 5. Nova Iorque: Imprensa da Universidade de Colúmbia