Ademilson

futebolista brasileiro

Ademilson Braga Bispo Junior, mais conhecido apenas como Ademilson (Cubatão, 9 de janeiro de 1994), é um futebolista brasileiro atua como atacante. Atualmente joga no Gamba Osaka, do Japão.

Ademilson
Ademilson
Ademilson em treino pelo Gamba Osaka em 2016.
Informações pessoais
Nome completo Ademilson Braga Bispo Junior
Data de nasc. 9 de janeiro de 1994 (26 anos)
Local de nasc. Cubatão, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,76 m
destro
Informações profissionais
Clube atual Gamba Osaka
Número 9
Posição Atacante
Clubes de juventude
2005–2012 São Paulo
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2012–2016
2015
2016
2017–
São Paulo
Yokohama Marinos (emp.)
Gamba Osaka (emp.)
Gamba Osaka
00114 000(15)
00039 000(10)
00040 000(13)
00097 000(23)
Seleção nacional3
2011
2012–2013
2014
Brasil Sub-17
Brasil Sub-20
Brasil Sub-21
00007 0000(5)
00015 0000(5)
00010 0000(7)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 23 de fevereiro de 2020.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 14 de outubro de 2014.

CarreiraEditar

Categorias de baseEditar

Ademilson foi descoberto pelo diretor da escolinha do São Paulo em São Vicente. Começou a se destacar e logo ganhou bolsa para treinar no local e chamou a atenção de Toninho, comandante da equipe sub-13, em uma das competições promovidas pelo São Paulo Center, quando tinha apenas 11 anos. Aprovado para integrar a categoria de base do time do Morumbi, ele permaneceu monitorado na Baixada Santista até ter idade para poder se mudar para o CFA Laudo Natel, em Cotia. Nas categorias de base, foi companheiro de ataque de Lucas Piazón.[1]

São PauloEditar

2012Editar

Após ser um dos destaques da Seleção Sub-17 no Mundial de 2011 (foi o artilheiro da competição, com 5 gols marcados), Ademilson foi chamado pela primeira vez para treinar com o grupo principal, ainda com o técnico Adílson Batista.[2][3] Retornou à base para disputar o Campeonato Paulista Sub-20 de 2011 e em seguida a Copa São Paulo de 2012. Com o término desta última, foi promovido de vez ao time de profissionais do São Paulo.[4]

Ademilson fez sua estreia com a camisa do São Paulo em uma partida contra o Guarani, em partida válida pelo Campeonato Paulista de 2012. Na ocasião, ele entrou no segundo tempo no lugar de Fernandinho. Após ter bom desempenho nos treinos e ser confirmado como titular contra o Figueirense, pelo Campeonato Brasileiro de 2012[5], marcou um dos gols na vitória por 2 a 0 no Orlando Scarpelli.[6] A partir daí não saiu mais da equipe, e como forma de "premiação" da diretoria são paulina, deixou de usar o número 29 e ganhou a camisa 11.[7] Seu primeiro gol em competições internacionais pelo clube também não demoraria a sair: no dia 1 de agosto de 2012, na estreia são-paulina na Copa Sul-Americana, Ademilson marcaria o último tento da vitória por 2 a 0 contra o Bahia, no Estádio de Pituaçu, em Salvador.[8]

Coroou o ano com o título da Copa Sul-Americana de 2012.

2013Editar

Participou de sua primeira Libertadores na carreira, fazendo apenas um gol, este sendo na surpreendente vitória tricolor sobre o Atlético Mineiro decretando a classificação às oitavas-de-finais, por 2 a 0, no Morumbi. Mas na próxima fase, sentiu a eliminação do São Paulo contra o próprio Galo, tendo uma péssima atuação, perdendo vários gols no primeiro jogo.

Ademilson nunca foi unanimidade no São Paulo e presenciou a eliminação do seu time também no Campeonato Paulista, nas semifinais contra o Corinthians.

O time também sofreu no Campeonato Brasileiro com a péssima campanha e quase caiu. Depois da demissão de Autuori, técnico que não deu tantas oportunidades a Ademilson, Muricy Ramalho foi chamado para salvar o time contra a degola. Com a chegada do treinador, Ademilson tornou-se titular absoluto, tanto pela má fase de Osvaldo, e ajudou o clube a escapar do rebaixamento, tornando-se um dos destaques da equipe dando assistências e gols.

2014Editar

O camisa 11 começou o ano embalado e titular absoluto de Muricy, tanto que continuou deixando Osvaldo no banco.

Na segunda rodada do Campeonato Paulista, no dia 22 de janeiro, Muricy mudou o esquema e colocou o atacante e Osvaldo, que deixou a má fase de lado, no ataque para dar mais objetivo. Assim, logo Ademilson fez seu primeiro gol na temporada sobre o Mogi Mirim, por 4 a 0, no Morumbi.

O técnico continuou com o esquema e na quarta rodada, no dia 29 de janeiro, o jovem atacante fez mais um gol na goleada sobre o Rio Claro, por 6 a 3, no Morumbi.[9]

No dia 23 de abril, na derrota do São Paulo para o CRB, por 2 a 1, em Maceió, Ademilson marcou um golaço de bicicleta, gol este que abriu o placar da partida, válida pelo primeiro confronto da segunda fase da Copa do Brasil.[10]

Na partida posterior, contra o Coritiba no Pacaembu válida pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro, Ademilson entrou no final da partida e empatou o jogo em 2 a 2, salvando o Tricolor Paulista da derrota.

No dia 30 de julho, contra o Bragantino, Ademilson completou 100 jogos pelo São Paulo.[11]

Yokohama MarinosEditar

Em 2015, sem espaço no elenco do São Paulo, Ademilson foi emprestado por uma temporada para o Yokohama Marinos.[12]

Gamba OsakaEditar

Em 2016, foi emprestado ao Gamba Osaka. No dia 10 de outubro de 2016, foi contratado em definitivo pelo clube japonês.[13]

Seleção BrasileiraEditar

Sub-20Editar

Após ter destacado-se no Mundial Sub-17 de 2011, Ademilson foi convocado pelo então técnico da Seleção Sub-20, Ney Franco, para a disputa do Torneio Eight Nações (realizado na África do Sul) e do Quadrangular Internacional (competição realizada em 2012 na Argentina com o objetivo de servir de preparatório para o Sul-Americano Sub-20 de 2013), tendo o Brasil sagrado-se campeão de ambos os dois torneios. O fato de Ney Franco já conhecê-lo dos compromissos que teve em 2012 a Seleção Sub-20 ajudou Ademilson a não sentir muito a pressão da titularidade precoce e a ter a confiança do professor.

No dia 30 de dezembro de 2012, Ademilson foi confirmado na lista dos 22 convocados que viriam a disputar, em janeiro do ano seguinte, o Campeonato Sul-Americano de Futebol Sub-20, na Argentina.[14] O Brasil acabou sendo eliminado na primeira fase da competição.

EstatísticasEditar

Atualizadas até 18 de abril de 2015.

ClubesEditar

Clube Temporada Campeonato
Nacional
Copa
Nacional
Competição
Internacional¹
Campeonato Estadual Outros
Torneios²
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
São Paulo
2012
23
3
1
0
6
1
2
0
0
0
32
4
2013
21
2
0
0
8
2
9
2
5
0
43
6
2014
15
1
5
1
2
0
15
3
1
0
38
5
2015
0
0
0
0
0
0
1
0
0
0
1
0
Total 58 5 5 1 16 3 27 5 6 0 114 15
Yokohama Marinos
2015
5
0
2
0
0
0
0
0
0
0
7
0
Total 5 0 2 0 0 0 0 0 0 0 7 0
Total na Carreira 63 5 7 1 16 3 27 5 6 0 121 15

¹Em competições continentais, incluindo jogos e gols da Copa Libertadores e Copa Sul-Americana.
²Em outros, incluindo jogos e gols em amistosos, Copa Audi, Eusébio Cup e Copa Suruga Bank.

Gols pela Seleção BrasileiraEditar

Sub-17Editar

# Data Local Adversário Placar Resultado Competição
1. 20 de junho de 2011 Estádio Omnilife, Guadalajara   Dinamarca 1–0 3–0 Mundial Sub-17 2011
2. 20 de junho de 2011 Estádio Omnilife, Guadalajara   Dinamarca 3–0 3–0 Mundial Sub-17 2011
3. 26 de junho de 2011 Estádio Omnilife, Guadalajara   Costa do Marfim 2–1 3–3 Mundial Sub-17 2011
4. 29 de junho de 2011 Estádio Omnilife, Guadalajara   Equador 1–0 2–0 Mundial Sub-17 2011
5. 3 de julho de 2011 Estádio Corregidora, Querétaro   Japão 2–0 3–2 Mundial Sub-17 2011

Sub-20Editar

# Data Local Adversário Placar Resultado Competição
1. 4 de abril de 2012 Barcelona   Palamós 2–0 4–0 Copa Internacional do Mediterrâneo
2. 4 de abril de 2012 Barcelona   Palamós 3–0 4–0 Copa Internacional do Mediterrâneo
3. 30 de maio de 2012 Estádio da Cidade do Cabo, Cidade do Cabo   Japão 4–1 4–1 Torneio 8 Nações 2012
4. 03 de junho de 2012 Estádio da Cidade do Cabo, Cidade do Cabo   Argentina 1–0 2–0 Torneio 8 Nações 2012
5. 12 de junho de 2013 Bout du Lac, Le Bouveret   Egito 1–0 1–0 Valais Youth Cup

Sub-21Editar

# Data Local Adversário Placar Resultado Competição
1. 24 de maio de 2014 Estádio Perruc, Hyères   Colômbia 1–0 2–1 Torneio de Toulon
2. 1 de junho de 2014 Parc des Sports, Avinhão   França 2–2 5–2 Torneio de Toulon
3. 1 de junho de 2014 Parc des Sports, Avinhão   França 4–2 5–2 Torneio de Toulon
4. 3 de setembro de 2014 Estádio Al-Arabi, Doha   Qatar 2–0 4–0 Amistoso
5. 3 de setembro de 2014 Estádio Al-Arabi, Doha   Qatar 3–0 4–0 Amistoso
6. 6 de setembro de 2014 Estádio do Água Santa, Doha   Palestina 1–0 3–0 Amistoso
7. 8 de setembro de 2014 Estádio Al-Gharafa, Doha   Líbano 1–0 2–2 Amistoso

TítulosEditar

São Paulo
Seleção Brasileira

Referências

  1. «Ademílson: O Henry de Cotia». Site oficial do São Paulo. 21 de julho de 2011. Consultado em 19 de janeiro de 2020 
  2. «Joia 2012: Ademilson corre para ser o novo homem-gol do São Paulo». GloboEsporte.com. 2 de janeiro de 2012. Consultado em 19 de janeiro de 2020 
  3. Ana Luiza Rosa (25 de julho de 2011). «Joia do sub-17, Ademilson chega ao elenco principal». Site oficial do São Paulo. Consultado em 19 de janeiro de 2020 
  4. Kauê Freitas (30 de janeiro de 2012). «Ademilson é integrado ao elenco profissional». Site oficial do São Paulo. Consultado em 19 de janeiro de 2020 
  5. «Praticamente garantido na equipe, Ademilson tenta diminuir pressão». VEJA. 20 de julho de 2012. Consultado em 19 de janeiro de 2020 
  6. Kauê Freitas (22 de julho de 2012). «Ademilson vibra com gol: "Estava na hora certa e no lugar certo"». Site oficial do São Paulo. Consultado em 19 de janeiro de 2020 
  7. Kauê Freitas (3 de agosto de 2012). «Em boa fase, Ademilson ganha a camisa 11». Site oficial do São Paulo. Consultado em 19 de janeiro de 2020 
  8. «Ceni e Ademilson marcam, São Paulo bate Bahia e fica perto da vaga». GloboEsporte.com. 1 de agosto de 2012. Consultado em 19 de janeiro de 2020 
  9. «Ficha técnica: São Paulo 6 x 3 Rio Claro». Terra. 30 de janeiro de 2014. Consultado em 18 de abril de 2020 
  10. «Ademilson marca de bicicleta, mas São Paulo sofre virada em Maceió». FOX Sports. 24 de abril de 2014. Consultado em 19 de janeiro de 2020 
  11. Ana Luiza Rosa (29 de julho de 2014). «Ademilson chega a 100 jogos pelo São Paulo». Site oficial do São Paulo. Consultado em 19 de janeiro de 2020 
  12. Marcelo Hazan e Marcelo Prado (27 de fevereiro de 2015). «Muricy avaliza saída de Ademilson: "Aqui ele estava sem espaço"». GloboEsporte.com. Consultado em 19 de janeiro de 2020 
  13. Marcelo Hazan (10 de outubro de 2016). «São Paulo vende Ademilson ao Gamba Osaka, do Japão, por R$ 10 milhões». GloboEsporte.com. Consultado em 19 de janeiro de 2020 
  14. «Emerson Ávila define 22 convocados para Sul-americano sub-20». Terra. 30 de dezembro de 2012. Consultado em 19 de janeiro de 2020 

Ligações externasEditar