Abrir menu principal

Admildo de Abreu Chirol, ou simplesmente Admildo Chirol (Rio de Janeiro, 25 de Fevereiro de 1934Rio de Janeiro, 28 de dezembro de 1998) foi um preparador físico e técnico de futebol brasileiro.

Admildo Chirol
Chirol.jpg
Informações pessoais
Nome completo Admildo de Abreu Chirol
Data de nasc. 25 de Fevereiro de 1934
Local de nasc. Rio de Janeiro, RJ,  Brasil
Falecido em 28 de dezembro de 1998 (64 anos)
Local da morte Rio de Janeiro, RJ,  Brasil
Informações profissionais
Times/Equipas que treinou
1966
1966-1967
1971
19781979
Brasil Botafogo
Brasil Botafogo
Brasil Vasco da Gama
Brasil Fluminense

BiografiaEditar

Formado na Escola de Educação Fisica do Exército, no Rio de Janeiro, Chirol começou a trabalhar com a Seleção Brasileira em 1968, também participando dela em 1974, 1978 e 1993. Ele não pôde participar da Copa dos Estados Unidos sob acusação de ser funcionário fantasma da Câmara de Vereadores do Rio. Na Copa da França, devia ter sido o coordenador técnico da Seleção, no lugar de Zico, mas uma ação trabalhista contra a CBF o impediu. O preparador físico iniciou sua carreira em 1962, no América. Também trabalhou no Bragantino, ao lado de Carlos Alberto Parreira. No exterior trabalhou no Kuwait, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos. Amigo pessoal de Zagallo, Chirol havia aceito o convite do ex-técnico da Seleção para ser o preparador físico da Portuguesa de Desportos, mas morreu na véspera de sua apresentação. Chirol era criticado e até ridicularizado por seus métodos de trabalho considerados ultrapassados. Era conhecido como o "Rei do Polichinelo", exercício comum nas escolas de educação física. Foi preparador da seleção brasileira de 1970 (tricampeã), de 1974 e de 1978.[1] Como treinador de futebol, dirigiu Botafogo, Vasco e Fluminense.

Com 46 anos de carreira, Chirol morreu no dia 28 de dezembro de 1998, aos 64 anos, depois de um infarto fulminante[2] no final de 1998. durante a madrugada no Rio de Janeiro. Seu corpo foi enterrado no mesmo dia, no Cemitério Jardim da Saudade, também no Rio.

Referências

Ligações externasEditar