Aero Boero AB-115

Aero Boero AB-115 é um avião de treinamento de fabricação argentina. Com capacidade para dois pilotos, é amplamente utilizado nos aeroclubes e escolas de pilotagem do Brasil.

Aero Boero AB-115
AB-115
Descrição
Tipo / Missão Aeronave monomotora para instrução
País de origem  Argentina
Fabricante Aero Boero
Período de produção julho de 1969 - janeiro de 1973 (AB-115)
fevereiro de 1973 - 1975 (AB-115BS)
Quantidade produzida AB-115: 45+ unidades
AB-115BS: 25
Desenvolvido de Aero Boero AB-95
Primeiro voo em março de 1969 (53 anos)
Introduzido em 1970
Tripulação 1
Passageiros 1
Carga útil 240 kg (529 lb)
Especificações (Modelo: AB-115BS)
Dimensões
Comprimento 7,27 m (23,9 ft)
Envergadura 10,72 m (35,2 ft)
Altura 2,10 m (6,89 ft)
Área das asas 16,5  (178 ft²)
Alongamento 7
Peso(s)
Peso vazio 530 kg (1 170 lb)
Peso máx. de decolagem 770 kg (1 700 lb)
Propulsão
Motor(es) 1x Lycoming O-235-C2A refrigerado a ar
Potência (por motor) 115 hp (85,8 kW)
Performance
Velocidade máxima 220 km/h (119 kn)
Velocidade de cruzeiro 145 km/h (78,3 kn)
Alcance (MTOW) 648 km (403 mi)
Teto máximo 2 440 m (8 010 ft)
Razão de subida 2,44 m/s
Notas
Dados de: Jane's All the World's Aircraft 1976-77[1] e Uberlandia Aeroclub's AB-115 Technical Manual[2]

É uma aeronave de uso civil, particularmente para instrução primária de pilotagem. Suas asas são feitas de alumínio reforçado com barras de compressão de aço e pontas das asas de fibra de vidro, possuindo dois pontos de fixação. Sua fuselagem é do tipo treliça reticular de aço soldado e revestido de tela, possuindo tratamento anticorrosivo à base de cromato de zinco. Seu motor tem 115 hp a 2800 RPM. Possui 4 cilindros opostos horizontalmente, resfriados a ar. Utiliza um carburador e dois magnetos. O sistema de lubrificação é do tipo cárter úmido, possuindo uma bomba de engrenagem que, por pressão, conduz o óleo para o motor.

DesignEditar

O AB-115 é uma aeronave mono-plano de asa alta e perfil NACA 23012. A asa e a nacele são feitas de liga de alumínio reforçado, e as pontas das asas feitas em fibra de vidro, enquanto o resto da fuselagem e empenagem são revestidos em tela com tratamento anticorrosivo, com sua estrutura em tubos de aço soldados.

A versão de treinamento, sendo esta a mais comum, contém dois assentos em configuração tandem, com o aluno-piloto no assento dianteiro, e o instrutor no assento traseiro. Atrás do assento traseiro há um compartimento para bagagens, com uma capacidade de no máximo 25 kg. O assento dianteiro possui um cinto de três pontos, enquanto o traseiro tem um cinto simples, abdominal. Ambos os ocupantes entram e saem por uma única e larga porta no lado direito da cabine.

Os comandos de voo são duplicados, sendo o manche central, manete de potência, pedais do leme e do freio mecanicamente conectados aos do assento traseiro. O manche e a manete de potência do assento traseiro podem ser removidos para levar passageiros.

Os comandos de voo primário são atuados por cabos e polias. Os ailerons são fabricados de liga de alumínio, enquanto o leme e profundor são feitos de tubos de aço revestidos em tela. Os flapes tem quatro posições (0º, 15º, 30º e 45º), e são atuados mecanicamente por uma alavanca na parte superior esquerda da cabine. O compensador do profundor está localizado no bordo de saída do mesmo, e é atuado por uma alavanca do lado esquerdo da cabine. O leme e o aileron esquerdo também possuem abas de compensador, porém estes só podem ser ajustados em solo.

Um motor Lycoming O-235-C2A arrefecido a ar, 115 hp, gira uma hélice metálica passo fixo de duas pás, modelo Sensenich 72 CK-050. O sistema de injeção de combustível utiliza um carburador FACET MA 3PA, equipado com aquecimento de carburador. O motor também é equipado com um alternador Prestolite, dois magnetos Bendix Scintilla S5LN e um motor de arranque Prestolite. O lubrificante é armazenado no cárter. O sistema de lubrificação também inclui um radiador de óleo na entrada de ar do motor.

A capacidade de combustível é de 115 litros, sendo o combustível utilizável apenas 110 litros. O motor pode ser alimentado com Avgas de 80/87, 100LL ou 100/130 octanas. São dois tanques de combustível feitos de alumínio, fixados por cintos metálicos na raiz de cada lado da asa. A quantidade de combustível é medida por dois vidros mostradores separados, um em cada lado da cabine. Há também duas seletoras de combustível, uma para cada tanque, podendo ser independentemente abertas ou fechadas.

A aeronave possui trem de pouso do tipo convencional. Cada uma das rodas do trem principal é fixada em três pontos: duas juntas articuladas, e um amortecedor. As rodas são feitas de liga de alumínio e magnésio, equipadas com freios independentes atuados hidraulicamente. A aeronave, entretanto, não possui freio de estacionamento - quando estacionada, deve ser necessariamente calçada. A bequilha é conectada ao leme por duas molas, mas também pode girar livremente quando destravada.

O painel de instrumentos é relativamente simples, sendo o AB-115 utilizado para treinamento de voo básico. Os instrumentos de voo são um velocímetro, altímetro, VSI e coordenador de curvas (pau e bola). Os instrumentos de motor são um tacômetro, dois instrumentos para pressão e temperatura do óleo e um amperímetro para o alternador. Para navegação, há uma bússola. O painel também possui um rádio Bendix/King VHF, e um transponder Bendix/King. A cabine é equipada com uma luz, que é ligada pelo mesmo interruptor das luzes de navegação, e sua luminosidade pode ser ajustada por um potenciômetro. A aeronave é também equipada com duas luzes para pouso, ambas no bordo de ataque da asa esquerda, mas estas não podem ser utilizadas continuamente por mais de cinco minutos.

VariantesEditar

Aero Boero AB-115
Versão de treinamento.
Aero Boero AB-115BS
Versão de resgate/utilidade civil.
Aero Boero AB-115/150
Versão com um motor mais potente, um Lycoming O-320 de 150 hp. Pode ser utilizado para voos agrícolas.[3]

EspecificaçõesEditar

Características geraisEditar

  • Fabricante: Aero Boero (Argentina)
  • Número de assentos: 2
  • Motor: 1 AVCO Lycoming 0 235 C2A, 2400 Horas TBO
  • Potência: 115 hp a 2800 rpm
  • Comprimento: 7,23 m
  • Envergadura: 10,78 m
  • Altura: 2,05 m
  • Altura: 2,10 m
  • Peso vazio: 557 kg
  • Peso máximo na decolagem: 770 kg
  • Velocidade de cruzeiro: 145 km/h
  • Velocidade máxima: 220 km/h
  • Capacidade máxima do tanque de óleo: 5,68 litros (6 quarts de galao)
  • Capacidade mínima operacional do tanque de óleo: 3,79 litros (4 quarts de galao)
  • Autonomia: entre 4:30 e 5h. de voo
  • Consumo Horário: cerca de 25 Litros por hora
  • Capacidade individual dos 2 tanques de combustível: 57,5 litros
  • Volume total de combustível residual nos tanques: 5 litros
  • Velocidade de estol sem flaps: 52 mph
  • Velocidade de estol com 45 graus de flaps: 42 mph
  • Posições de flaps: 4 (0, 15, 30 e 45 graus)
  • Fator de Carga positivo (máximo): +3,8G (flaps recolhidos) +2,0G (flaps 45 graus)
  • Fator de Carga negativo (máximo): -1,52G (são proibidas manobras que produzam fator de carga negativo)

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

Referências

  1. Taylor, John W. R. (editor). Jane's All the World's Aircraft 1976-77, pág. 1. London:Macdonald and Jane's, 1976. ISBN 0-354-00538-3.
  2. Uberlandia Aeroclub's Flying course, Chapter III - Aero Boero AB-115 aircraft technical manual, 2010 edition.
  3. M J H Taylor 1988, p.390.
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Aero Boero AB-115