Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Aeroporto Internacional João Paulo II
Aeroporto
Aeroporto de Ponta Delgada
Aeroporto de Nordela
IATA: PDL - ICAO: LPPD
Características
Tipo Público
Administração ANA Aeroportos de Portugal, SA
Serve Ponta Delgada, Ilha de São Miguel Portugal Portugal
Inauguração 1969
Coordenadas 37° 43' 31" N 25° 41' 52" O
Altitude 80 m (262 ft)
Movimento de 2017
Passageiros 1.849.000 passageiros
Carga 5.972 toneladas
Aéreo 7.802 aeronaves
Website oficial Página oficial
Mapa
LPPD está localizado em: Açores
LPPD
Local do aeroporto
Pistas
Cabeceira(s) Comprimento Superfície
12/30 2 498  m (8 196 ft) Asfalto
Notas
Fontes: AIP[1]

O Aeroporto João Paulo II (código IATA: PDL, código OACI: LPPD) também chamado de Aeroporto de Ponta Delgada ou popularmente conhecido como Aeroporto de Nordela localiza-se na freguesia de Relva na cidade de Ponta Delgada, Ilha de São Miguel, Açores, a cidade mais populosa dos Açores. É o principal ponto de entrada de passageiros e carga aérea no arquipélago. A sua denominação é uma homenagem à passagem do Papa João Paulo II, quando de sua passagem pelos Açores em 11 de Maio de 1991. Tem uma pista, designada de 12/30, com 2525 metros na sua totalidade.

Índice

HistóriaEditar

Em agosto de 1969, foi aberto ao tráfego civil com o nome de Aeroporto de Nordela. Possuía cerca de 1700 metros de comprimento e o terminal principal situava-se perto do hangar, ainda existindo hoje em dia. Depois da abertura do novo terminal em 1995, deixou de ser utilizado para voos. Foi neste pátio que o avião do primeiro voo internacional de Ponta Delgada estacionou, um Boeing 727 fretado pela Lusair, com destino a Boston.

FacilidadesEditar

O Aeroporto João Paulo II tem um hangar de manutenção, o qual é utilizado pela SATA Air Açores e SATA Internacional com o A310 e A320. Segundo as cartas aéreas do aeroporto, o aeroporto tem três placas de estacionamento de aeronaves. A placa W (Whisky), que é a mais importante, devido ao facto de localizar-se em frente ao terminal principal. Tem três posições medium (W1, W2 e W3), que ligam-se à pista 12 pela taxiway C (charlie).

A placa S (Sul ou Sierra) é utilizada para aviões de porte grande (heavy) ou aviões privados. Tem principalmente 3 posições medium/heavy, direcionadas para a taxiway.

A placa N (Norte) tem capacidade para 4 aviões small e 2 medium. É lá que está o hangar de manutenção da SATA e o antigo terminal. O aeroporto dispõe de uma central de bombeiros, situada ao lado do hangar.

 
Aeroporto João Paulo II

Está previsto o aumento do aeroporto em todos os sentidos. Para poder saber mais detalhadamente sobre isto, vá a Plano Director do Aeroporto de Ponta Delgada[ligação inativa]

Tem agora capacidade para 750 mil passageiros por ano, mas quando as obras tiverem prontas, vai poder ter capacidade para 1.2 milhões de passageiros por ano. [carece de fontes?]

Os dias de mais tráfego neste aeroporto são no Verão, tendo dias com mais de 25 descolagens e aterragens, devido à época alta, com os voos sazonais para a Alemanha, França, Inglaterra realizados pela SATA, com os voos para a Holanda realizados pela Arkefly e ao aumento dos voos de aviões privados/executivos.

Localização e dados técnicosEditar

  • Latitude: 37 44' 31 N
  • Longitude: 25 41' 52 W
  • Altitude: 79 m (259 ft)
  • Pista: 12-30: 2525x45 m (8242x145ft)
  • ILS cat I na pista 30

Companhias Aéreas e DestinosEditar

Estatísticas anuaisEditar

Ano Passageiros Estatísticas
2005 873 500
 
2009 875 083
2010 897 083
2011 897 988
2012 869 853
2013 829 986
2014 944 804
2015 1 236 789
2016 1 515 480
2017 1 849 000

Incidentes e acidentesEditar

  • No dia 31 de agosto de 2004, uma aeronave particular ultra leve motorizada Jabiru SK, de matriculada CS-UKC, teve uma falha súbita de motor após a descolagem, tendo embatido em vários carros no parque de estacionamento do aeroporto, o piloto não sofreu ferimentos, o passageiro sofreu ferimentos graves.[1]
  • No dia 11 de dezembro de 1999, o ATP matriculado CS-TGM da SATA Air Açores, descolado de Ponta Delgada, embateu no Pico da Esperança, São Jorge, causando a morte a todos os 35 ocupantes.
  • No dia 27 de outubro de 1995, um avião C-160, da Deutsche Luftwaffe, matriculado de 50+33, com destino a St John's, Canadá, caiu ao mar depois de ter atingido um poste na descolagem em Ponta Delgada, matando todos os 7 ocupantes.

BibliografiaEditar

  • Dias, Fátima Sequeira. O Aeroporto de Ponta Delgada João Paulo II: 40 anos de História. ANA, 2010.

Ver tambémEditar

Referências

  1. A. Alves, António (11 de janeiro de 2005). «Acidente com o Jabiru SK - CS-UKC - Aeroporto João Paulo II, Ponta Delgada (Relatório Final)». "Gabinete de Prevencao e Investigacao de Acidentes com Aeronaves". Consultado em 23 de maio de 2018 

Ligações externasEditar