Abrir menu principal

Afefobia ('Afe' vem da palavra "afeto" e 'fobia' do Grego φόβος "medo") é o medo exagerado de ser tocado, seja sexualmente ou não. São geralmente pessoas que não gostam de fazer sexo ou de receber carinho.[1] Mark Gray, personagem do seriado The Following, sofre de um caso "moderado" de afefobia.[2]

O personagem Buddy Revell do filme Te Pego Lá Fora também possui afefobia e por causa disto agredia qualquer pessoa que encostasse a mão nele.

Sam "Porter" Bridges do videogame Death Stranding possui afefobia, e, ao ser tocado, marcas são deixadas em seu corpo.

SintomasEditar

Assim como em várias outras fobias, os sintomas sentidos por quem sofre de afefobia variam de acordo com o indivíduo. Porém, uma lista resumida de sintomas apresenta os seguintes itens:

  • Desconforto e transpiração;
  • Náusea;
  • Taquicardia;
  • Boca seca;
  • Tontura;
  • Pânico;
  • Aparente torpor;
  • Sentidos mais apurados;
  • Falta de ar;
  • Aparente aprisionamento;
  • Tensão ou rigidez muscular;
  • Tremulação;
  • Hiper-ventilação;
  • Sentimento de descontrole;
  • Sentimento de destruição ou desastre iminente.

Ver tambémEditar

Referências

  1. John Birtchnell (1996). How Humans Relate: A New Interpersonal Theory. Psychology Press. p. 142. ISBN 0863774326.
  2. «Horror & Thriller Shows | Chiller». www.fearnet.com (em inglês). Consultado em 22 de janeiro de 2017 
  Este artigo sobre fobias é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.