Abrir menu principal
Afonso Cruz
Nascimento 1971 (48 anos)
Figueira da Foz
Residência Sousel
Cidadania Portugal
Alma mater Universidade de Lisboa
Ocupação escritor
Página oficial
http://afonso-cruz.blogspot.com.es/

Afonso Cruz (Figueira da Foz, 1971) é um escritor, realizador de filmes de animação, ilustrador e músico português.

Estudou na Escola Secundária Artística António Arroio, nas Belas Artes de Lisboa e no Instituto Superior de Artes Plásticas da Madeira. Vive num monte alentejano perto de Casa Branca, no concelho de Sousel.

Publicou o primeiro romance em 2008, A Carne de Deus — Aventuras de Conrado Fortes e Lola Benites (Bertrand), ao qual se seguiu, em 2009, Enciclopédia da Estória Universal (Quetzal Editores), distinguido com o Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco. Em 2009, publicou Os Livros Que Devoraram o Meu Pai (Editorial Caminho), galardoado com o Prémio Literário Maria Rosa Colaço[1], e A Contradição Humana (Caminho), vencedor do prémio Autores SPA/RTP. Em 2012, foi distinguido com o Prémio da União Europeia de Literatura com o livro A Boneca de Kokoschka (Quetzal, 2010). [2] Jesus Cristo Bebia Cerveja (Alfaguara, 2012)  foi prémio Time Out - Livro do Ano e o Melhor Livro do Ano segundo os leitores do jornal Público. Já em 2014, Para onde Vão os Guarda-chuvas (Alfaguara, 2013) venceu o Prémio Autores para Melhor Livro de ficção Narrativa, atribuído pela SPA.

Afonso Cruz é um autor agenciado pela Bookoffice.

Índice

ObraEditar

Enquanto RealizadorEditar

Trabalhou em cinema de animação, em vários filmes e séries tanto de publicidade como de autor, de entre os quais se destaca a curta-metragem Dois Diários e um Azulejo, baseado na obra do poeta português Mário de Sá Carneiro e realizado em conjunto com Luís Alvoeiro e Jorge Margarido em 2002, que ganhou duas menções honrosas (Cinanima e Famafest) e um prémio do público, e «O Desalmado», bem como a série Histórias de Molero (2003), uma adaptação de O que diz Molero de Dinis Machado.

Enquanto IlustradorEditar

Publicou várias ilustrações na imprensa periódica, nomeadamente para a revista Rua Sésamo, em manuais escolares, storyboards e publicidade. Ilustrou cerca de três dezenas de livros para crianças com textos de José Jorge Letria, António Manuel Couto Viana , Alice Vieira e António Mota. entre outros.

Enquanto EscritorEditar

Afonso Cruz publicou, até à data, treze livros de ficção: A Carne de Deus (Bertrand), em 2008, um thriller satírico e psicadélico; Enciclopédia da Estória Universal (Quetzal Editores), em 2009, um engenhoso e divertido exercício borgesiano com o qual venceu o Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco, e Os Livros que Devo­ra­ram o Meu Pai (Editorial Caminho), em 2010, livro infanto-juvenil vencedor do Prémio Literário Maria Rosa Colaço de 2009. A este seguiram-se, também em 2010, A Boneca de Kokoschka (Quetzal Editores) - Prémio de Literatura da União Europeia - e A Contradição Humana (Editorial Caminho), vencedor do Prémio Autores 2011 SPA/RTP, escolha White Ravens 2011, menção especial do Prémio Nacional de Ilustração, Lista de Honra do IBBY (International Board on Books for Young People) e Prémio Ler/Booktailors na categoria Melhor Ilustração Original. Em 2011 publicou o livro O Pintor Debaixo do Lava-Loiças (Editorial Caminho) e em 2012 Enciclopédia da Estória Universal - Recolha de Alexandria (Quetzal Editores) e Jesus Cristo Bebia Cerveja (Alfaguara, Prémio Time Out - Melhor Livro do Ano, finalista dos prémios Fernando Namora e Grande Prémio de Romance e Novela APE). Em 2013 saíram os livros Enciclopédia da Estória Universal - Arquivos de Dresner (Quetzal Editores), O Livro do Ano (Alfaguara), O Cultivo de Flores de Plástico (Alfaguara), Assim, Mas Sem Ser Assim (Editorial Caminho) e Para Onde Vão os Guarda-Chuvas (Prémio Autores para Melhor ficção narrativa, atribuído pela Sociedade Portuguesa de Autores em 2014). Em 2014 foram publicados os livros Os Pássaros - dos Poemas Voam Mais Alto (APCC) e Capital (Pato Lógico). Lançou em 2015 o romance "Flores" (Companhia das Letras) e o livro infantil "Barafunda" (Caminho), em colaboração com Marta Bernardes e José Cardoso.

Colaborou, na edição portuguesa do Almanaque do Dr. Thackery T. Lambshead de Doenças Excêntricas e Desacreditadas com o ficcional Síndroma da Culpa Absoluta; no livro Prazer da Leitura com o conto O Cavaleiro Ainda Persegue/A Mesma Donzela; na novela policial O Caso do Cadáver Esquisito; na Antologia de Ficção Científica Fantasporto; na antologia de contos de literatura fantástica Volluspa; no livro Histórias Daninhas; na colectânea de contos Isto Não É um Conto e 21 Cartas de Amor; no livro Micro-Enciclopédia; no romance colectivo A Misteriosa Mulher da Ópera. Assina uma crónica mensal no Jornal de Letras, Artes e Ideias sob o título Paralaxe.

Enquanto MúsicoEditar

Faz parte da banda de blues/roots The Soaked Lamb, com a qual gravou os álbuns Homemade Blues, em 2007, em 2010, Hats and Chairs, e em 2012 Evergreens, para os quais compôs vários originais, escreveu letras, cantou e tocou guitarra, banjo, harmónica e ukulele.

Obras PublicadasEditar

  • A Carne de Deus (2008)
  • Enci­clo­pé­dia da Estó­ria Uni­ver­sal (2009)
  • Os Livros que Devo­ra­ram o Meu Pai (2010)
  • A Boneca de Kokoschka (2010)
  • A Contradição Humana (2010)
  • O Pintor Debaixo do Lava-Loiças (2011)
  • Enci­clo­pé­dia da Estó­ria Uni­ver­sal - Recolha de Alexandria (2012)
  • Jesus Cristo Bebia Cerveja (2012)
  • O Livro do Ano (2013)
  • Enciclopédia da Estória Universal - Arquivos de Dresner (2013)
  • O Cultivo de Flores de Plástico (2013)
  • Assim, Mas Sem Ser Assim (2013)
  • Para Onde Vão os Guarda-Chuvas (2013)
  • Os Pássaros (dos Poemas Voam Mais Alto) (2014)
  • Enciclopédia da Estória Universal - Mar (2014)
  • À Velocidade do Pensamento (2014)
  • Capital (2014)
  • Barafunda (em conjunto com Marta Bernardes) (2015)
  • Flores (2015)
  • Cruzada das Crianças - Vamos Mudar o Mundo (2015)
  • Enciclopédia da Estória Universal - As Reencarnações de Pitágoras (2015)
  • Vaga (2015)
  • Vamos Comprar Um Poeta (2016)
  • Nem Todas As Baleias Voam (2016)
  • Enci­clo­pé­dia da Estó­ria Uni­ver­sal - Mil Anos de Esquecimento (2016)
  • Jalan Jalan (2017)
  • Enci­clo­pé­dia da Estó­ria Uni­ver­sal - Biblioteca de Brasov (2018)
  • Princípio de Karenina (2018)
  • Como Cozinhar uma Criança (2019)

ColaboraçõesEditar

  • Almanaque do Dr. Thackery T. Lambshead de Doenças Excêntricas e Desacreditadas, Saída de Emergência (2010)
  • Prazer da Leitura, FNAC/Teodolito (2011)
  • O Caso do Cadáver Esquisito, Prado (2011)
  • Vollüspa - Antologia de Contos de Literatura Fantástica, HMEditora (2012)
  • Isto Não É um Conto, Associação Link (2012)
  • O Grande Prémio do Conto Camilo Castelo Branco (1991-2009), Roma Editora (2012)
  • 21 Cartas de Amor, Abraço (2013)
  • A Misteriosa Mulher da Ópera, Casa das Letras (2013)
  • Granta - Eu, Tinta da China (2013)
  • Microenciclopédia de Micro-Organismos, Microcoisas, Nanocenas e Seus Amigos de A a Z, Prado (2013)
  • Abril - 40 Anos, Âncora Editora - APE (2014)
  • MotelX - Histórias de Terror, Escritório Editora (2015)
  • O Lado de Dentro do Lado de Dentro, Cultiv - Associação de Ideias para a Cultura e Cidadania (2015)
  • Contos Imperfeitos, Arquivo (2015)
  • A Inocência das Facas, Tcharan (2015)
  • Uma Terra Prometida, IN (2016)
  • Guia Ler e Ver - Lisboa, Prado - EGEAC (2016)

IlustraçõesEditar

  • O Dia, Oficina do Livro (2009)
  • Alfabeto dos Países, Oficina do Livro (2009)
  • A Minha Primeira República, D. Quixote (2009)
  • Dom Mínimo, o Anão Enorme e Outras Histórias, Texto (2009)
  • O Dia em Que o Meu Bairro Ficou de Pantanas, Texto (2009)
  • Chamem-lhes Nomes!, Texto (2009)
  • Rimas Perfeitas, Imperfeitas e Mais-que-perfeitas, Texto (2009)
  • O Flautista de Hamelin, Zero a Oito (2009)
  • Henriqueta, a Tartaruga de Darwin, Texto (2009)
  • Galileu – À Luz de Uma Estrela, Texto (2009) - Prémio Ler/Booktailors 2011 (Melhor Ilustração Original)
  • Machado Santos – O Herói da Rotunda, Texto (2009)
  • O Alfabeto do Corpo Humano, Oficina do Livro (2009)
  • Tratamento – O Que Acontece a Seguir?, Associação Acreditar (2010)
  • O Domínio do Dominó e Outras Histórias, Texto (2010)
  • As Consultas do Dr. Serafim e a Bronquite da Senhora Adriana, Texto (2010)
  • Esdrúxulas, Graves e Agudas, Magrinhas e Barrigudas, Texto (2010)
  • Max e Achebiche – Uma História Muito Fixe, Texto (2010)
  • Infante D. Henrique – O Navegador dos Sonhos, Texto (2010)
  • A Contradição Humana, Caminho (2010) - Prémio Autores 2011 SPA/RTP; selecção White Ravens 2011; Menção especial do Prémio Nacional de Ilustração; Lista de Honra do IBBY (International Board on Books for Young People); Prémio Ler/Booktailors 2012 (Melhor Ilustração Original)
  • Era uma Vez um Rei Que Abraçou o Mar, Oficina do Livro (2011)
  • Colectivos de Animais e Outros Mais, Texto (2011)
  • Capital, Pato Lógico (2014) - Prémio Nacional de Ilustração (2014)

Referências

Ligações externasEditar