Abrir menu principal
Afonso I das Astúrias
Rei das Astúrias e Duque da Cantábria
Estátua de Afonso I, parte da série de monarcas destinadas à decoração do Palácio Real de Madrid.
Reinado Rei das Astúrias e Duque da Cantábria desde 739
Nome completo
Afonso I das Astúrias
Nascimento 693
Morte 757 (64 anos)
Filho(s) Ver descendência
Pai Pedro da Cantábria
Mãe Gaudiosa

Afonso I das Astúrias (693 - 757) "o Católico", filho do duque Pedro da Cantábria (m. 730) e de Gaudiosa, foi rei das Astúrias desde 739.

Índice

BiografiaEditar

 
Afonso das Astúrias, em iluminura da Genealogia dos Reis de Portugal (1530-1534).

Pouco depois da Batalha de Covadonga em 722, Afonso foi a Astúrias e colaborou nas campanhas militares de Pelágio e casou-se com Ermesinda, sua filha e de Gaudiosa, tornando-se, portanto, seu genro.[1] Era herdeiro das terras na Cantábria por parte do seu pai, o duque Pedro de Cantábria.

Depois da morte do rei Fávila em 739, o povo aclamou-o rei, unindo assim, sob um único líder, os dois núcleos que ficaram em rebelião e insubordinação contra os invasores muçulmanos: Astúrias e o ducado de Cantábria. [2] Governou durante 19 anos[3] e com ele, retoma-se a reconquista, aproveitando as guerras internas dos mouros. Anexa-se a Galiza em 740, Leão em 754.[4] Morreu de morte natural e foi sucedido pelo seu filho Fruela I das Astúrias, que subiu ao trono em 757.[4]

DescendênciaEditar

Com Ermesinda, filha de Pelágio das Astúrias, teve a:

  1. Fruela I das Astúrias (c. 722 - Cangas de Onís, 768) (Froila em galego-português) foi rei das Astúrias (757 - 768)
  2. Vimerano das Astúrias (m. 765) assassinado pelo irmão Fruela I
  3. Adosinda das Astúrias casada com Silo das Astúrias, rei das Astúrias de 774 a 783.

Fora do casamento, teve um filho com uma escrava chamada Sisalda de origem muçulmana:

  1. Mauregato das Astúrias o Usurpador (m. 789), foi rei das Astúrias de 783 a 788 e casado com Creusa, pais que foram de Hermenegildo das Astúrias.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Martínez Díez 2005, p. 65, Vol. I.
  2. Martínez Díez 2005, p. 73, Vol. I.
  3. Brandão 1973, pp. 129–137.
  4. a b Martínez Díez 2005, p. 80, Vol. I.

BibliografiaEditar

  • Brandão, Frei António (1973). Monarquia Lusitana. III. Lisboa: Imprensa nacional; Casa da Moeda. OCLC 489806724 
  • Martínez Díez, Gonzalo (2005). El Condado de Castilla (711-1038): la historia frente a la leyenda (em espanhol). Valladolid: [s.n.] ISBN 84-9718-275-8 
Precedido por:
Pedro da Cantábria
Duque da Cantábria
Sucedido por:
Fruela I
Precedido por:
Fávila
Rei das Astúrias
739757
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Afonso I das Astúrias