Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2013). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Para outras pessoas com o mesmo nome, veja Afonso Teles de Meneses (desambiguação).
Afonso Teles
4º Senhor de Meneses
Consorte Maria Anes de Lima
Sucessor(a) Afondo Teles, 5º senhor de Meneses
Casa Teles de Meneses
Morte 1256
Pai Afonso Teles de Meneses, 2º senhor de Meneses
Mãe Elvira Rodrigues Girão

D. Afonso Teles ou também Afonso Telez (m. depois de 1256) foi um nobre com origem no Reino de Castela onde foi o 4.º senhor de Meneses.

Relações familiaresEditar

Foi filho de Afonso Teles de Meneses, 2.º senhor de Meneses e 1.º de Albuquerque e de Elvira Rodrigues Girão, filha de Rodrigo Guterres Girão, tenente em Carrión de los Condes e de Maria de Guzman. Casou com Maria Anes de Lima, filha de João Fernandes de Lima, o Bom e de Maria Pais Ribeira, a Ribeirinha, (amante que foi do rei Sancho I de Portugal de quem teve:

  1. Afonso Teles, 5.º senhor de Meneses casou com Beatriz de Castela, filha de Fradique de Castela e neta do rei Fernando III de Castela.
  2. Maior Afonso de Meneses, 6.ª senhora de Meneses e senhora de Montealegre e Tiedra casada por duas vezes, a primeira com Gonçalo Gil de Vilalobos e a segunda com Afonso de Molina, infante de Castela e senhor de Molina, filho do rei Afonso IX de Leão.
  3. Constança Afonso de Meneses (m. depois de 1268) casou com João Alonso I de Haro senhor de Os Cameros e filho de Afonso Lopes de Haro, senhor dos Cameros.
  4. Teresa Afonso de Menezes (m. depois de 1295) casou com D. Pedro Martins de Vide.

Ver tambémEditar

BibliografiaEditar

  • Manuel José da Costa Felgueiras Gayo, Nobiliário das Famílias de Portugal, Carvalhos de Basto, 2ª Edição, Braga, 1989. vol. VI-pg. 694 (Menezes).
  • Os Patronos do Mosteiro de Grijó, José Augusto Sotto Mayor Pizarro, Carvalhos de Basto, 1ª Edição, Ponte de Lima, 1995. pg. 207.

Referências