Africada retroflexa expressa

Africada retroflexa expressa
ɖʐ
IPA 106 (137)
Codificação
Entidade (decimal) ɖ​͡​ʐ
Unicode (hex) U+0256 U+0361 U+0290
X-SAMPA dz`
Kirshenbaum dz.

A africada retroflexa expressa é um tipo de fonema, usado em algumas línguas faladas. O símbolo no Alfabeto Fonético Internacional que representa este som é ⟨ɖ͡ʐ⟩, às vezes simplificado para ⟨dʐ⟩ ou ⟨ꭦ⟩. Ocorre em idiomas como o polonês (o africado laminal dż) e as línguas caucasianas do noroeste (apical).[1]

CaracterísticasEditar

  • Sua forma de articulação é a africada sibilante, o que significa que é produzida primeiro interrompendo totalmente o fluxo de ar, depois direcionando-o com a língua para a borda afiada dos dentes, causando turbulência de alta frequência.[1]
  • Seu local de articulação é retroflexo, o que significa prototipicamente que ele está articulado subapical (com a ponta da língua enrolada para cima), mas de forma mais geral, significa que é pós-alveolar sem ser palatalizado. Ou seja, além da articulação subapical prototípica, o contato da língua pode ser apical (pontiagudo) ou laminal (plano).[1]
  • Sua fonação é expressa, o que significa que as cordas vocais vibram durante a articulação.[1]
  • É uma consoante oral, o que significa que o ar só pode escapar pela boca.[1]
  • É uma consoante central, o que significa que é produzida direcionando o fluxo de ar ao longo do centro da língua, em vez de para os lados.[1]
  • O mecanismo da corrente de ar é pulmonar, o que significa que é articulado empurrando o ar apenas com os pulmões e o diafragma, como na maioria dos sons.[1]

OcorrênciaEditar

Língua Palavra AFI Significado Notas
Asturiano Alguns dialetos ḷḷuna ['ɖ͡ʐunä] Lua Corresponde a /ʎ/ em outros dialetos.
Bielorrusso лічба [lʲiɖ͡ʐbä] Número Laminal.
Chinês Wu [ɖ͡ʐaŋ] Crescer Encontrado em apenas alguns dialetos Wu.
Polonês Padrão[2][3] em  ? [ɖ͡ʐɛm] Geleia Laminal; É transcrito /d͡ʒ/ pela maioria dos estudiosos poloneses.
Dialetos Cuyavian do sudeste[4] dzwon [ɖ͡ʐvɔn̪] Sino Alguns falantes. É o resultado da hipercorreção da mais popular fusão de /ɖ͡ʐ/ e /d͡z/ em d̪͡z̪.
Dialeto Suwałki[5]
Qiang do norte vvdhe [ʁɖ͡ʐə] Estrela
Russo[3][6] джем  ? [ɖ͡ʐɛm] Geleia Laminal. É uma variante bem rara, e é normalmente pronunciado como a sequência [dʐ].
Servo-croata[7][8] џеп / ep [ɖ͡ʐê̞p] Bolso Apical. Pode ser palato-alveolar, dependendo do dialeto.
Eslovaco[9] ús [ɖ͡ʐu̞ːs] Suco Laminal.
Torwali[10] حؕىگ [ɖ͡ʐiɡ̥] Longo Contrasta com africada palatal.
Yi ꎐ / rry [ɖ͡ʐɪ˧] Dente

ReferênciasEditar

  1. a b c d e f g Maddieson; Ladefoged, Ian; Peter (1996). The Sounds of World's Languages. [S.l.: s.n.] 
  2. Jassem (2003):103
  3. a b Hamann (2004):65
  4. «Archived copy». Consultado em 6 de novembro de 2013. Cópia arquivada em 13 de novembro de 2013  Parâmetro desconhecido |url-status= ignorado (ajuda)
  5. «Archived copy». Consultado em 6 de novembro de 2013. Cópia arquivada em 13 de novembro de 2013  Parâmetro desconhecido |url-status= ignorado (ajuda)
  6. Lightner (1972):67
  7. Kordić (2006), p. 5.
  8. Landau et al. (1999), p. 67.
  9. Hanulíková & Hamann (2010):374
  10. Lunsford (2001):16–20