Africada velar surda

Africada velar surda
kx
Codificação
X-SAMPA k_x

A africada velar surda é um tipo de som consonantal, usado em algumas línguas faladas. Os símbolos no Alfabeto Fonético Internacional que representam este som são ⟨k͡x⟩ e ⟨k͜x⟩, e o símbolo X-SAMPA equivalente é k_x. A barra de ligação pode ser omitida, resultando em ⟨kx⟩ no AFI e kx no X-SAMPA.

Algumas línguas têm o africado pré-velar surdo, que é articulado ligeiramente mais frontal em comparação com o local de articulação do africado velar surdo prototípico, embora não tão frontal quanto o africado palatal surdo prototípico - veja aquele artigo para mais informações.

Por outro lado, algumas línguas têm o africado pós-velar surdo, que é articulado ligeiramente atrás do local de articulação do africado velar surdo prototípico, embora não tão atrás quanto o africado uvular surdo prototípico - veja esse artigo para mais informações.

CaracterísticasEditar

  • Sua forma de articulação é africada, o que significa que é produzida primeiro interrompendo totalmente o fluxo de ar, depois permitindo o fluxo de ar através de um canal restrito no local de articulação, causando turbulência.
  • Seu local de articulação é velar, o que significa que se articula com a parte posterior da língua (dorso) no palato mole.
  • Sua fonação é surda, o que significa que é produzida sem vibrações das cordas vocais.
  • Em alguns idiomas, as cordas vocais estão ativamente separadas, por isso é sempre sem voz; em outras, as cordas são frouxas, de modo que pode assumir a abertura de sons adjacentes.
  • É uma consoante oral, o que significa que o ar só pode escapar pela boca.
  • É uma consoante central, o que significa que é produzida direcionando o fluxo de ar ao longo do centro da língua, em vez de para os lados.
  • O mecanismo da corrente de ar é pulmonar, o que significa que é articulado empurrando o ar apenas com os pulmões e o diafragma, como na maioria dos sons.

OcorrênciaEditar

Língua Palavra AFI Significado Notas
Bávaro Dialetos do Tirol Kchind [ˈk͡xind̥] Criança
Neerlandês Dialeto Orsmaal-Gussenhoven [1] blik [ˈblɪk͡x] Prato Alofone opcional de pré-pausa de /k/.[1]
Inglês Cockney amplo[2] cab [ˈk͡xɛˑb̥] Taxi Possível alofone inicial, intervocálico e final de palavra de /k/.[3]
Nova Zelândia[4] Alofone de /k/ no começo de palavras.[4]
Norte de Gales[5] [ˈk͡xaˑb̥] Alofone inicial e final de palavra de /k/; com variação livre com uma oclusiva fortemente aspirada [kʰ].[5]
Received Pronunciation[6] Alofone ocasional de /k/.[6]
Scouse[7] Possível alofone de /k/ no começo de sílabas e no final de palavras.[7]
Alemão Austríaco padrão[8] Kübel [ˈk͡xyːbœl] Balde Possível realização de /k/ antes de vogais frontais.[8]
Antigo dialeto de Dinkelberg Anke [ˈɑŋk͡xə] Manteiga
Dialetos suíços Sack [z̥ɑk͡x] Bolça Pode ser na verdade uvular [q͡χ] em alguns dialetos.
Coreano[9] (keuda) [k͡xɯ̽da] Grande Alofone de /kʰ/ antes de /ɯ/.[9]
Dacota lakhóta [laˈk͡xota] Lakota Alofone de /kʰ/ antes de /a/, /ã/, /o/, /ĩ/, e /ũ/.
Navajo kǫʼ [k͡xõʔ˩] Fogo Alofone de /kʰ/ antes das vogais /o, a/.
!Xóõ [exemplo necessário] Usado em cliques de contorno pulmonar.

ReferênciasEditar

  1. a b Peters (2010), p. 240.
  2. Wells (1982), pp. 322-323.
  3. Wells (1982), p. 323.
  4. a b Bauer et al. (2007), p. 100.
  5. a b Penhallurick (2004), pp. 108-109.
  6. a b Gimson (2014), p. 172.
  7. a b Wells (1982), p. 372.
  8. a b Moosmüller, Schmid & Brandstätter (2015), p. 341.
  9. a b Shin, Kiaer & Cha (2012), p. 77.