Agildo Ribeiro

ator brasileiro

Agildo da Gama Barata Ribeiro Filho (Rio de Janeiro, 26 de abril de 1932 - Rio de Janeiro, 28 de abril de 2018) foi um ator e humorista brasileiro.[1]

Agildo Ribeiro
Agildo em 2015
Nome completo Agildo da Gama Barata Ribeiro Filho
Nascimento 26 de abril de 1932
Rio de Janeiro, DF
Nacionalidade brasileiro
Morte 28 de abril de 2018 (86 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Ocupação Ator e humorista
Atividade 1954 - 2018

BiografiaEditar

 
Agildo Ribeiro, junto com Topo Gigio, na década de 1970. Retrato sob a guarda do Arquivo Nacional (Brasil).

Descendente de uma família de políticos e militares pelo seu lado paterno, Agildo nasceu em 26 de abril de 1932, no Rio de Janeiro. Seu pai, o oficial do Exército Agildo Barata Ribeiro, participou do movimento tenentista e da Revolução de 1930. Seu tio avô, Cândido Barata Ribeiro, foi o primeiro prefeito do Distrito Federal – na época, a cidade do Rio de Janeiro. Após a Revolução Constitucionalista de 1932, sua família exilou-se em Portugal, onde Agildo Ribeiro viveu seus primeiros anos.[1] Sua mãe, Maria Pascoal Cassapis, era filha de um grego com uma carioca descendente de portugueses.[2]

Lá, ele conta que aprendeu a falar com uma babá portuguesa, por isso, tinha sotaque lusitano.  Quando retornou ao Rio de Janeiro, a família achava graça. “Todo mundo morria de rir quando eu abria a boca. E eu pensava: vou ganhar dinheiro com isso quando eu crescer.” Agildo foi casado cinco vezes. Suas esposas foram mulheres famosas como Consuelo Leandro e Marília Pêra, mas passou 35 anos casado com a bailarina e também atriz Didi Barata Ribeiro, falecida em 2009.[3]

Agildo foi o primeiro ator que interpretou João Grilo, o personagem central da peça de Ariano Suassuna Auto da Compadecida.

Um humorista de enorme sucesso na década de 1970 tanto no Brasil como em Portugal, co-estrelou diversos programas de humor da Rede Globo ao lado de Jô Soares, Paulo Silvino e Chacrinha. Naquela fase, o seu programa mais famoso foi Planeta dos Homens.[4]

Em 2013, aos 81 anos, Agildo que apesar de ter se casado cinco vezes, nunca teve filhos nesses relacionamentos, descobriu que era pai de um homem de 47 anos.[5]

Problemas de saúde e morteEditar

Agildo Ribeiro morreu em 28 de abril de 2018 no Rio de Janeiro, de problemas cardíacos, aos 86 anos.[6] O Humorista passou mal em seu apartamento, até conseguiu ligar para a portaria, mas o socorro chegou tarde, o que fez com que viesse a falecer.

O velório aconteceu no Memorial do Carmo no Rio de Janeiro, amigos, fãs e colegas, foram prestar homenagens ao capitão do riso, como era conhecido pelos amigos de profissão. O corpo de Agildo foi cremado no mesmo local.

CarreiraEditar

TelevisãoEditar

Ano Título Papel Emissora
1965 TNT Repórter Rede Globo
1969-70 Mister Show[7]
1970 Topo Gigio[3]
1976-82 Planeta dos Homens Dr. Cabral / Aquiles Arquelau
1982 Estúdio A...gildo[8]
1983 A Festa é Nossa[9]
Final Feliz Ele mesmo
1984 Humor Livre[10]
1985-86 De Quina pra Lua Dante Cagliosto[4]
1987-88 Agildo no País das Maravilhas Rede Bandeirantes
1989-90 Cabaré do Barata Rede Manchete
1993-94 Não Pergunta que eu Respondo SBT
1994 Escolinha do Professor Raimundo Andorinha Rede Globo
1994-95 Isto é o Agildo RTP[11][12]
1997 Mandacaru Salustiano Rede Manchete[3]
1999 Zorra Total Ali Babaluf / Manoel / Chapinha / Professor Laércio Fala Claro Rede Globo[13]
2005 A Lua Me Disse Coriolano[4]
2005-07 Zorra Total Ali Babaluf / Manoel / Chapinha / Gaspar (1 episódio)[13][13]
2007 Sítio do Picapau Amarelo Teotônio[4]
2007-09 Zorra Total Ali Babaluf / Chapinha / Rubro Chávez[13] / Mourão[13] / Don Gorgonzola[13]
2010 Escrito nas Estrelas Durvalino Batista (participação especial)[14]
2010 Casseta & Planeta, Urgente! Deixadylson[15]
2014-15 Zorra Total Aquiles Arquelau
2015-17 Zorra Vários personagens[16]
2018 Tá no Ar: a TV na TV Ele mesmo

CinemaEditar

Ano Título Papel
1955 Angu de Caroço[3]
1955 O Feijão é Nosso
1955 O Grande Pintor
1956 Fuzileiro do Amor[3]
1958 Esse Milhão É Meu
1958 Matemática Zero, Amor Dez
1958 Meus Amores no Rio'"
1959 Aí Vêm os Cadetes
1959 Um Homem Fora do seu Meio (inacabado)
1960 Amor para Três
1960 Eles Não Voltaram
1960 Esse Rio que Eu Amo
1961 Sócio de Alcova
1962 Pluft, o Fantasminha
1962 Tocaia no Asfalto[3]
1963 Marafa (inacabado)
1964 Esse Mundo É Meu
1964 Crime no Sacopã
1967 A Espiã Que Entrou em Fria
1967 Agente OSS 117
1967 Como Matar um Play-Boy
1967 Jerry - a grande parada
1968 Na Mira do Assassino
1969 A Cama Ao Alcance De Todos
1971 Como Ganhar na Loteria sem Perder a Esportiva[3]
1971 Tô na Tua, Ô Bicho
1973 Café na Cama Geraldo
1974 Divórcio à Brasileira
1974 O Comprador de Fazendas
1975 O Sexualista
1976 O Pai do Povo
1980 Gugu, O Bom de Cama[3]
2003 O Homem do Ano[3]
2008 Casa da Mãe Joana
2017 Altas Expectativas

TeatroEditar

Em 1966, fez sucesso na peça "Roque Santeiro", de Dias Gomes, interpretando Sinhozinho Malta. Em fevereiro de 1976, participou de um espetáculo chamado Alta Rotatividade – comédia na qual contracenava com Leila Cravo, Rogéria e Ary Fontoura.[17]

Referências

  1. a b «AGILDO RIBEIRO». memoriaglobo.globo.com. Consultado em 10 de maio de 2018 
  2. Wagner de Assis - Coleção Aplauso - Imprensa Oficial do Estado de São Paulo. «Agildo Ribeiro: o capitão do riso» (PDF). 2007. Consultado em 28 de março de 2021 
  3. a b c d e f g h i «Agildo Barata Ribeiro, o Agildo Ribeiro». Universidade Federal de Campo Grande - Departamento de Engenharia Civil. Consultado em 9 de julho de 2011. Arquivado do original em 25 de dezembro de 2016 
  4. a b c d «Agildo Ribeiro». Museu da TV. Consultado em 9 de julho de 2011. Arquivado do original em 5 de março de 2016 
  5. «Aos 81 anos, Agildo Ribeiro descobre filho de 47 anos». Fantástico. 12 de maio de 2013 
  6. «Agildo Ribeiro morre aos 86 anos». G1 
  7. «Mister Show». Memória Globo. Consultado em 9 de julho de 2011. Arquivado do original em 25 de janeiro de 2010 
  8. «Estúdio A...gildo». Memória Globo. Consultado em 9 de julho de 2011. Arquivado do original em 23 de abril de 2009 
  9. «A Festa é Nossa». Memória Globo. Consultado em 9 de julho de 2011. Arquivado do original em 26 de abril de 2009 
  10. «Humor Livre». Memória Globo. Consultado em 9 de julho de 2011. Arquivado do original em 25 de abril de 2009 
  11. «Isto é o Agildo». RTP. Consultado em 22 de agosto de 2011 [ligação inativa]
  12. «Isto é o Agildo». IMDB. Consultado em 22 de agosto de 2011 
  13. a b c d e f «Zorra Total». Memória Globo. Consultado em 9 de julho de 2011 
  14. «Final feliz para Sofia: ela se casará com um ricaço cafona. Saiba quem». O Globo. 16 de setembro de 2011. Consultado em 9 de julho de 2011 
  15. «Agildo Ribeiro participa do último "Casseta & Planeta Urgente!"». Rádio Clube de Pernambuco. 21 de dezembro de 2010. Consultado em 9 de julho de 2011 [ligação inativa]
  16. GShow (29 de abril de 2015). «Dani Calabresa aceita desafio de Fabiana Karla em lançamento do Zorra». Globo.com. Consultado em 4 de maio de 2015 
  17. «A história da ex-apresentadora do Fantástico que despencou nua do motel – Glamurama». A história da ex-apresentadora do Fantástico que despencou nua do motel – Glamurama. 22 de outubro de 2015. Consultado em 26 de abril de 2021 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.