Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde junho de 2011). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ahmet Ertegün
Nascimento 31 de julho de 1923
Istambul
Morte 14 de dezembro de 2006 (83 anos)
Nova Iorque
Sepultamento Istambul
Cidadania Turquia, Estados Unidos
Progenitores Pai:Münir Ertegün
Irmão(s) Nesuhi Ertegun
Alma mater St. John's College, Universidade de Georgetown
Ocupação produtor musical, empresário, autor-compositor, compositor
Prêmios Prêmio Grammy Trustees, Lenda Viva da Biblioteca do Congresso
Religião Islã
Causa da morte queda

Ahmet Ertegün (Istambul, 31 de julho de 1923Nova Iorque, 14 de dezembro de 2006),foi fundador da lendária gravadora Atlantic Records.

BiografiaEditar

Nascido em Istambul em 1923, Ertegün se mudou para os EUA aos 12 anos, como filho do embaixador turco no país. Fã de jazz americano por influência da mãe e do irmão mais velho, Nesuhi, o garoto cresceu cercado pela efervescente música negra do país -antes dos 18 anos já fazia incursões clandestinas ao Harlem e promovia saraus de jazz na embaixada turca, com Duke Ellington e Ella Fitzgerald. Bom de papo, Ertegün convenceu seu dentista, Herb Abramson, a hipotecar sua casa e, com os US$ 10 mil resultantes, os dois fundaram a Atlantic Records, em 1947.

O início da gravadora foi totalmente centrado na paixão do turco pela música negra norte-americana - gospel, soul, R&B-, com artistas como Ruth Brown, Joe Turner e Ray Charles. Foi ele que assinou contrato com o Led Zeppelin em 1969 e deu à banda liberdade artística para lançar seu primeiro álbum (e os subseqüentes). Empresariou também Aretha Franklin, Otis Redding e Rolling Stones.

O documentário "Atlantic Records: The House that Ahmet Built", lançado em DVD, foi concluído nos EUA em 2007 -com a efeméride dos 60 anos da gravadora-, o filme, dirigido por Susan Steinberg e narrado por Bette Midler (uma das artistas da Atlantic), mostra Ertegün lembrando as histórias de sua empresa em conversas com seus contratados.

Fez empreendimentos também esportivos: ele foi um dos fundadores do New York Cosmos, clube de futebol que ficou mundialmente famoso após contratar Pelé em 1975, e que contou também com outros célebres jogadores como Franz Beckenbauer, Johan Neeskens, Carlos Alberto Torres, Giorgio Chinaglia e Romerito, dentre outros.