Abrir menu principal
Airto Moreira
Airto Moreira.jpg
Informação geral
Nome completo Airto Guimorvan Moreira
Nascimento 5 de agosto de 1941 (77 anos)
Origem Itaiópolis,  Santa Catarina
País  Brasil
Gênero(s) MPB, Jazz
Instrumento(s) bateria, percussão
Período em atividade 1960 - presente
Gravadora(s) Budah Records, CTI Records, Arista
Afiliação(ões) Sambalanço Trio, Quarteto Novo, Hermeto Pascoal, Heraldo do Monte, Return to Forever, Miles Davis
Página oficial http://www.airto.com/

Airto Guimorvan Moreira (Itaiópolis, 5 de agosto de 1941) é um baterista, percussionista e compositor brasileiro.[1]

Índice

BiografiaEditar

Natural de Santa Catarina, Airto mudou-se para Guarapuava com um ano de idade e, posteriormente, para Ponta Grossa, onde aprendeu canto, piano, violino, bandolim e teoria musical; em 1956, mudou-se para Curitiba.

Em 1962 integrou o Sambalanço Trio, juntamente com César Camargo Mariano e Humberto Cláiber. Entre 1966 a 1969 integrou o Quarteto Novo com Theo de Barros, Heraldo do Monte e Hermeto Pascoal e, no fim dos anos 1960, mudou-se para os Estados Unidos. Lá participou da gravação do álbum Bitches Brew de Miles Davis. na faixa Feio, que definitivamente o colocou no cenário da música internacional. Junto de sua esposa, a cantora Flora Purim, gravou vários álbuns e coproduziu diversos de seus trabalhos.

DiscografiaEditar

Com Sambalanço TrioEditar

  • Sambalanço Trio (1964)
  • À vontade Mesmo Raulzinho e o Sambalanço Trio (1965)
  • Reencontro com Sambalanço Trio (1965)
  • Lennie Dale e o Sambalanço Trio (1965)

Com Quarteto NovoEditar

  • Quarteto Novo (1967)

Carreira SoloEditar

  • Natural Feelings (1970)
  • Seeds on the Ground - The Natural Sound of Airto (1971)
  • Free (1972)
  • Return to Forever (1972) (c/ Return to Forever)
  • Light as a Feather (1973) (c/ Return to Forever)
  • Fingers (1973)[2]
  • Virgin Land (1974)
  • Deodato/Airto in Concert (c/ Eumir Deodato) (1974)
  • Identity (1975)
  • Promises of the Sun (1976)
  • I'm fine, How are You? (1977)
  • Touching you, Touching me (1979)
  • Missa espiritual - Airto's Brazilian mass (1984)
  • Humble People (c/ Flora Purim)(1985)
  • The Magicians (c/ Flora Purim)(1986)
  • Latino - Aqui se Puede (1986)
  • Three-Way Mirror (c/ Flora Purim e Joe Farrell) (1987) Reference Recordings
  • The Colours of Life (c/ Flora Purim) (1988)
  • Samba de Flora (1988) Montuno
  • The Sun is Out (c/ Flora Purim)(1989)
  • Struck by Lightning (1989)
  • Dafos (c/ Mickey Hart e Flora Purim) (1989)
  • Planet Drum (c/ Mickey Hart e Flora Purim) (1991)
  • The Other Side of This (1992)
  • Live at Ronnie Scott's Club (1992) (c/ Fourth World)
  • Killer Bees Airto Moreira & The Gods of Jazz (1993)
  • Encounters of the Fourth World (1995) (c/ Fourth World)
  • Live in South Africa 1993 (1996) (c/ Fourth World)
  • Last Journey (1998) (c/ Fourth World)
  • Homeless (2000)

Com Return to ForeverEditar

Gravações como músico convidadoEditar

  • Bitches Brew - Miles Davis (1968)
  • Borboleta - Santana (1973)
  • Punk Jazz - The Jaco Pastorius Anthology (2003)
  • Viva Airto! Fotografia Sonora (2016)
  • Al di Meola Project - Soaring Through a Dream (1985)

PremiaçõesEditar

  • Em agosto de 1981, no 29º Annual International Jazz Critics Poll, da revista “Down Beat”, Airto era escolhido o percussionista do ano na opinião de 55 críticos de jazz de todo o mundo.[3]
  • Em 1992, o trabalho de equipe "Planet Drum" representou o trabalho vencedor do Grammy: o álbum, lançado nos Estados Unidos por uma pequena etiqueta chamada The World/Ryko, teve como líder o também percussionista Mickey Hart, e foi concebido e desenvolvido com intensa participação de Airto Moreira e sua esposa, a cantora e compositora Flora Purim.[4]

Notas e referênciasEditar

  1. Martínez, Chema García (17 de dezembro de 2017). «Airto Moreira, o músico que o mundo venera e o Brasil pouco conhece». EL PAÍS 
  2. PINHEIRO, Marcelo. Airto Moreira: de Itaiópolis para o mundo Arquivado em 23 de janeiro de 2015, no Wayback Machine.. Publicado em Revista Brasileiros em 12 de dezembro de 2013. Página visitada em 23 de janeiro de 2015.
  3. «Airto, o melhor também para os leitores de DB - tabloide digital». www.millarch.org 
  4. «Airto e Flora ganham Grammy mas o Brasil fica sem saber - tabloide digital». www.millarch.org 

BibliográfiaEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Airto Moreira
  Este artigo sobre músico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.