Alberto VII de Maclemburgo-Güstrow

Alberto VII, O Belo, (Wismar, 25 de julho de 1486 – Schwerin, 7 de janeiro de 1547) foi um Duque de Meclemburgo-Güstrow. Era filho de Magno II, Duque de Meclemburgo, e sua esposa Sofia da Pomerânia-Estetino.[1] Ele reclamou tronos escandinavos, com base na linhagem real da Casa de Meclemburgo.

Alberto de Maclemburgo
Duque de Maclemburgo
Albrecht VII mecklenburg.jpg
Cônjuge Ana de Brandemburgo
Descendência João Alberto I de Meclemburgo
Ulrico, Duque de Meclemburgo
Ana de Meclemburgo
Cristóvão de Meclemburgo
Carlos I de Meclemburgo
Casa Casa de Meclemburgo
Nascimento 25 de julho de 1486 (535 anos)
Wismar, Meclemburgo-Pomerânia Ocidental, Alemanha
Morte 7 de janeiro de 1547 (60 anos)
Schwerin, Meclemburgo-Pomerânia Ocidental, Alemanha
Pai Magno II, Duque de Meclemburgo
Mãe Sofia da Pomerânia-Estetino

No decorrer da chamada Guerra do Conde, a Cidade Livre de Lübeck envolveu o Duque Alberto em sua aliança com vários partidos e lhe ofereceu a coroa dinamarquesa. O rei Cristiano III da Dinamarca, no entanto, conseguiu manter seu reinado: Cristóvão, Conde de Oldemburgo, e o Duque Alberto foram sitiados em Copenhaga, entre 1535 e 1536, até que se renderam.

Casamento e descendênciaEditar

Em 17 de janeiro de 1524, ele casou-se com Ana de Brandemburgo, filha de Joaquim I, Eleitor de Brandemburgo. Eles tiveram os seguintes filhos:

  • Magno de Meclemburgo (nasceu e morreu em 19 de novembro de 1524)
  • João Alberto I, Duque de Meclemburgo-Güstrow (23 de dezembro de 1525 – 12 de fevereiro de 1576)
  • Ulrico III, Duque de Meclemburgo (21 de abril de 1528 – 14 de Março de 1603)
  • Jorge de Meclemburgo (22 de fevereiro de 1529 – 20 de julho de 1552)
  • Ana de Meclemburgo (14 de outubro de 1533 – 4 de julho de 1602), casou-se com Gotardo Kettler, Duque de Curlândia e Semigália , e teve descendência.
  • Luís de Meclemburgo (1535-1535)
  • João de Meclemburgo (1536-1536)
  • Cristóvão, Duque de Meclemburgo-Gadebusch (30 de junho de 1537 – 4 de Março de 1592), casou-se, em 1573, com a Princesa Doroteia da Dinamarca(1528 – 11 de novembro de 1575), filha do rei Frederico I da Dinamarca, e, em 14 de Maio de 1581, com a Princesa Isabel da Suécia (5 de abril de 1549 – 20 de novembro de 1597)
  • Sofia de Meclemburgo (10 de abril de 1538 – 1538)
  • Carlos I, Duque de Meclemburgo-Güstrow e Schwerin (28 de setembro de 1540 – 22 de julho de 1610)

AscendênciaEditar

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
16. Magno I, Duque de Meclemburgo
 
 
 
 
 
 
 
8. João IV, Duque de Meclemburgo
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
17. Isabel da Poimerânia-Wolgast
 
 
 
 
 
 
 
4. Henrique IV, Duque de Meclemburgo
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
18. Érico IV, Duque de Saxe-Lauemburgo (=26)
 
 
 
 
 
 
 
9. Catarina de Saxe-Lauemburgo
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
19. Sofia de Brunsvique-Luneburgo (=27)
 
 
 
 
 
 
 
2. Magno II, Duque de Meclemburgo
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
20. Frederico V, Burgrave de Nuremberga
 
 
 
 
 
 
 
10. Frederico I de Brandemburgo
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
21. Isabel da Mísnia
 
 
 
 
 
 
 
5. Doroteia de Brandemburgo
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
22. Frederico, Duque da Baviera-Landshut
 
 
 
 
 
 
 
11. Isabel da Baviera-Landshut
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
23. Madalena Visconti
 
 
 
 
 
 
 
1. Alberto VII, Duque de Meclemburgo-Güstrow
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
24. Barnim VI, Duque da Pomerânia
 
 
 
 
 
 
 
12. Vartislau IX da Pomerânia
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
25. Verônica de Hohenzollern
 
 
 
 
 
 
 
6. Érico II, Duque da Pomerânia
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
26. Érico IV de Saxe-Lauemburgo (=18)
 
 
 
 
 
 
 
13. Sofia de Saxe-Lauemburgo-Ratzeburg
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
27. Sofia de Brunsvique-Luneburgo (=19)
 
 
 
 
 
 
 
3. Sofia da Pomerânia-Estetino
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
28. Bogislau VIII, Duque da Pomerânia
 
 
 
 
 
 
 
14. Bogislau IX, Duque da Pomerânia
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
29. Sofia da Holsácia
 
 
 
 
 
 
 
7. Sofia da Pomerânia-Słupsk
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
30. Siemovit IV, Duque da Mazóvia
 
 
 
 
 
 
 
15. Maria da Mazóvia
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
31. Alexandra da Lituânia
 
 
 
 
 
 

Referências