Abrir menu principal

Albrecht Altdorfer

pintor, gravador e construtor alemão da era do Renascimento
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Dezembro de 2008). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Albrecht Altdorfer
Nascimento 1480
Ratisbona
Morte 12 de fevereiro de 1538 (58 anos)
Ratisbona
Cidadania Alemanha
Irmão(s) Erhard Altdorfer
Ocupação pintor, arquiteto, iluminador
Magnum opus A Batalha de Alexandre em Isso, Susana e os Anciãos, Natividade de Nossa Senhora, Histórias de São Floriano
Movimento estético Renascimento alemão
Religião luteranismo
Assinatura
Altdorfer autograph.png

Albrecht Altdorfer (provavelmente em Altdorf (Landshut), aprox. 1480Regensburgo, 12 de fevereiro de 1538), pintor, gravador e arquiteto renascentista alemão. Um dos mais notáveis representantes da Escola do Danúbio, teve influências de Dürer e Cranach.

Nas suas obras podemos observar uma pura pintura de paisagens, animada pela narração de lendas, como por exemplo, em Susana no Banho (Munique): o quadro mostra o fabuloso palácio de construção onírica, cuja composição geométrica e cristalina se opõem as linhas curvas da paisagem; e, em São Jorge e o Dragão (Munique), o santo dificilmente se destaca da minuciosa massa de arvoredo. Mas há em Altdorfer a noção fundamental de um indissolúvel laço entre a natureza e os acontecimentos humanos que nela passam. Na Batalha de Alexandre em Isso (Munique), "a paisagem universal assume dimensões cósmicas: o drama terrestre encontra o seu eco no combate dos exércitos, das nuvens, do sol e da lua, da luz e de obscuridade" (Otto Benesch). Exprime-se nesta pintura inquieta uma nova representação do espaço aberto e nela a miniatura é uma arte monumental: é esta, provavelmente, a obra-prima do autor.

BiografiaEditar

Altdorfer nasceu em Regensburg ou Altdorf por volta de 1480.

Ele adquiriu um interesse pela arte de seu pai, Ulrich Altdorfer, que era pintor e miniaturista. No início de sua carreira, ele ganhou a atenção do público ao criar pequenos e íntimos trabalhos modestos em mídia não convencional e com assuntos excêntricos. Ele se estabeleceu na cidade imperial livre de Regensburg, uma cidade localizada no rio [Danúbio]] em 1505, tornando-se o arquiteto da cidade e um vereador da cidade. Suas primeiras obras assinadas datam de c. 1506, incluindo gravuras e desenhos tais como "Stygmata de São Francisco" e "St. Jerome . Seus modelos eram gravuras em cobre e cobre das oficinas de Jacopo de Barbari e Albrecht Dürer.

Por volta de 1511 ou antes, ele viajou pelo rio e pelo sul até os Alpes, onde o cenário o emocionou tanto que ele se tornou o primeiro "landscape painting" no sentido moderno,[1] fazendo dele o líder da Escola do Danúbio, um círculo que foi pioneiro da paisagem como um gênero independente, no sul da Alemanha. A partir de 1513, ele estava a serviço de [Maximiliano I, Sacro Imperador Romano Maximiliano I] em Innsbruck, onde recebeu várias comissões da corte imperial. Durante a turbulência da Reforma Protestante, ele se dedicou principalmente à arquitetura; pinturas do período, mostrando sua crescente atenção à arquitetura, incluem a "Natividade da Virgem".

GaleriaEditar

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Albrecht Altdorfer
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Murray, Linda (1967). The High Renaissance and Mannerism. London, England: Thames & Hudson Ltd. pp. 246–247. ISBN 0-500-20162-5