Abrir menu principal

Aldeia Galega da Merceana

localidade e antiga freguesia de Alenquer, Portugal
Portugal Aldeia Galega da Merceana 
  Freguesia portuguesa extinta  
Símbolos
Brasão de armas de Aldeia Galega da Merceana
Brasão de armas
Localização
Aldeia Galega da Merceana está localizado em: Portugal Continental
Aldeia Galega da Merceana
Localização de Aldeia Galega da Merceana em
Coordenadas 39° 04' 56" N 9° 06' 43" O
Concelho primitivo Alenquer
Concelho (s) atual (is) Alenquer
Freguesia (s) atual (is) Aldeia Galega da Merceana e Aldeia Gavinha
História
Extinção 2013
Características geográficas
Área total 19,69 km²
População total (2011) 2 079 hab.
Densidade 105,6 hab./km²
Outras informações
Orago Nossa Senhora dos Prazeres
Antiga Freguesia de Aldeia Galega da Merceana

Aldeia Galega da Merceana foi uma freguesia portuguesa do concelho de Alenquer, com 19,7 km² de área e 2 079 habitantes (2011)[1]. Densidade: 105,5 hab/km².

Foi extinta (agregada), em 2013, no âmbito de uma reforma administrativa nacional, tendo sido agregada à freguesia de Aldeia Gavinha, para formar uma nova freguesia denominada União das Freguesias de Aldeia Galega da Merceana e Aldeia Gavinha da qual é sede.[2]

Foi sede de concelho, com foral datado de 1305; foi extinto em 1855 e integrado no município de Alenquer. Era constituído pelas freguesias de Aldeia Galega da Merceana e de Aldeia Gavinha. Tinha, em 1801, 1 897 habitantes. Após as reformas administrativas do início do liberalismo foram-lhe anexadas as freguesias de Ventosa e Vila Verde dos Francos. Tinha, em 1849, 4 044 habitantes.

PopulaçãoEditar

População da freguesia de Aldeia Galega da Merceana [3]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
1 575 1 724 1 936 2 097 2 286 2 460 2 721 2 776 2 693 2 991 2 268 2 396 2 257 2 175 2 079

Descrição da AldeiaEditar

Quintas e terrenos de cultivo circundam o núcleo habitacional consolidado por uma arquitectura também esta medieval. As ruas têm tonalidade branca. A pavimentação é em calçada portuguesa de paralelepípedos brancos, assim como as fachadas demarcadas pelo contraste do branco com o friso normalmente de cor azul e o beirado de cor vermelha. As construções têm elementos em comum: os vãos em cantaria de pedra, os frisos em tons de azul, os cunhais em pedra emparelhada, as varandas de pouca profundidade em ferro fundido, as medidas altimétricas correspondem a um ou dois pisos e o beirado à portuguesa. Os materiais de construção foram alterando-se, inicialmente em adobe e telha de canudo e mais recentemente as paredes em tijolo e telha lusa. Neste aglomerado destacam-se dois largos que ficam defronte para as duas igrejas: Igreja de Nossa Senhora dos Prazeres e a Igreja da Misericórdia, demarcadas por elementos centrais: o Pelourinho Manuelino e o Fontanário.[4]

EconomiaEditar

Em termos económicos, a Aldeia Galega da Merceana vive da agricultura, viinicultura, indústria e comércio.

HistóriaEditar

José de Meneses Correia de Sá foi o 1º Visconde de Merceana por Decreto de D. Carlos I de Portugal de 11 de Outubro de 1895.

PatrimónioEditar

CapelasEditar

  • Capela de São João Baptista
  • Capela de São Sebastião
  • Capela do Arneiro
  • Capela do Espírito Santo

CasasEditar

  • Casa alpendrada em Aldeia Galega da Merceana
  • Casa da Quinta do Falou ou Quinta Nova
  • Casa Medieval de Aldeia Galega da Merceana ou Casa da Rainha

IgrejasEditar

QuintasEditar

  • Quinta das Corujeiras (Espaço de eventos e casamento mais disputado da região)
  • Quinta de São Miguel da Corujeira
  • Quinta da Grila
  • Quinta da Boavista
  • Quinta da Junqueira
  • Quinta de Chocapalhas
  • Quinta de São João
  • Quinta do Anjo
  • Quinta do João Carneiro ou Quinta dos Plátanos
  • Quinta dos Negros ou Quinta do Carvalho

OutrosEditar

Festas e romariasEditar

  • Nossa senhora dos Prazeres - 1.º domingo de Junho
  • Procissões dos Passos - 3.ª e 4.ª semanas antes da Páscoa
  • Divino Espírito Santo - Domingo de Pentecostes
  • Círio de Geraldes - Primeira quinzena de Outubro

ColectividadesEditar

As principais colectividades existentes nesta freguesia são:

  • Associação de Desenvolvimento Local
  • Associação Cultural de Arneiro
  • Associação Recreativa e Cultural de Casais Branco
  • Associação Recreativa e Cultural de Vale Benfeito
  • Centro Cultura e Recreio de Paiol
  • Clube de Recreio e Cultura de Paiol
  • Clube de Recreio e Cultura de Aldeia Galega
  • Clube Regional Recreio e Cultura de Merceana
  • Cooperativa de Cultura dos Moradores de Merceana

Referências

  1. «População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano)». Informação no separador "Q601_Centro". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 1 de Março de 2014. Cópia arquivada em 4 de dezembro de 2013 
  2. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro (Reorganização administrativa do território das freguesias). Acedido a 2 de fevereiro de 2013.
  3. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  4. 1ª Revisão do Plano Diretor Municipal de Alequer (2012), Volume 1 - Caracterização Territorial, pág. 59.