Abrir menu principal
Imagens de radar e mapas de chuva produzidos pelo Alerta Rio podem ser vistos no painel do Centro de Operações Rio

Alerta Rio é um sistema de monitoramento e alerta de chuvas e deslizamentos em encostas na cidade do Rio de Janeiro. Administrado pela Geo-Rio, foi criado no final de 1996 e passou a registrar índices pluviométricos e meteorológicos da cidade em janeiro de 1997.[1]

A rede do Alerta Rio é composta por 33 estações, espalhadas por todas as regiões da cidade. Todas elas medem precipitação, sete medem temperatura e umidade, e duas medem direção e velocidade do vento e pressão atmosférica. A maioria das estações entrou em operação em 1º de janeiro de 1997, e desde então medem os índices a cada 15 minutos.[2][3]

Em dezembro de 2010, o Alerta Rio passou a contar também com um radar meteorológico, instalado no Morro do Sumaré, capaz de detectar nuvens de chuva num raio de 250 quilômetros.[4] O radar registra novas imagens a cada 2 minutos. Tanto os dados pluviométricos e meteorológicos quanto as imagens do radar são disponibilizadas em tempo real do website do Alerta Rio.

Os dados gerados pelo Alerta Rio são fundamentais para a atividade do Centro de Operações Rio, sendo usados para determinar o risco de deslizamento em encostas (e o consequente disparo de alertas sonoros nos lugares afetados) e influenciando o estágio geral de atividades da cidade (normalidade, atenção ou crise).

EstaçõesEditar

Estação Bacia Início de operação Sensores Coordenadas
Precipitação Temperatura

e umidade

Direção e

velocidade

do vento

Pressão

atmosférica

Latitude Longitude
1 Vidigal Zona Sul 01/01/1997 Sim -22.992487° -43.233018°
2 Urca Zona Sul 01/01/1997 Sim -22.955817° -43.166628°
3 Rocinha Zona Sul 01/01/1997 Sim -22.985817° -43.244958°
4 Tijuca Baía de Guanabara 02/01/1997 Sim -22.931927° -43.221628°
5 Santa Teresa Baía de Guanabara 01/01/1997 Sim -22.931657° -43.196348°
6 Copacabana Zona Sul 01/01/1997 Sim -22.986377° -43.189398°
7 Grajaú Baía de Guanabara 01/01/1997 Sim -22.922207° -43.267458°
8 Ilha do Governador Baía de Guanabara 02/01/1997 Sim -22.818047° -43.210238°
9 Penha Baía de Guanabara 01/01/1997 Sim -22.844427° -43.275238°
10 Madureira Baía de Guanabara 01/01/1997 Sim -22.873317° -43.338848°
11 Irajá Baía de Guanabara 01/01/1997 Sim Sim -22.826927° -43.336898°
12 Bangu Baía de Guanabara 01/01/1997 Sim -22.880267° -43.465788°
13 Piedade Baía de Guanabara 01/01/1997 Sim -22.891807° -43.310008°
14 Jacarepaguá/Tanque Barra/Jacarepaguá 01/01/1997 Sim -22.912487° -43.364678°
15 Saúde Baía de Guanabara 01/01/1997 Sim -22.896047° -43.187818°
16 Jardim Botânico Zona Sul 01/01/1997 Sim Sim -22.972767° -43.223848°
17 Barra/Barrinha Barra/Jacarepaguá 08/01/2013 Sim -23.008477° -43.299608°
18 Jacarepaguá/Cidade de Deus Barra/Jacarepaguá 01/01/1997 Sim -22.945547° -43.362738°
19 Barra/Riocentro Barra/Jacarepaguá 01/01/1997 Sim Sim -22.981277° -43.405038°
20 Guaratiba Baía de Sepetiba 01/01/1997 Sim Sim Sim Sim -23.050267° -43.594677°
21 Estrada Grajaú/Jacarepaguá Barra/Jacarepaguá 12/05/2010 Sim -22.925547° -43.315788°
22 Santa Cruz Baía de Sepetiba 01/01/1997 Sim Sim -22.909427° -43.684397°
23 Grande Méier Baía de Guanabara 01/01/1997 Sim -22.890547° -43.278018°
24 Anchieta Baía de Guanabara 01/01/1997 Sim -22.826927° -43.403288°
25 Grota Funda Barra/Jacarepaguá 01/01/1997 Sim -23.014427° -43.521348°
26 Campo Grande Baía de Sepetiba 01/01/1997 Sim -22.903597° -43.561898°
27 Sepetiba Baía de Sepetiba 01/01/1997 Sim -22.968877° -43.711627°
28 Alto da Boa Vista Baía de Guanabara 16/04/2010 Sim Sim -22.965817° -43.278288°
29 Av. Brasil/Mendanha Baía de Sepetiba 01/04/2010 Sim -22.856927° -43.541068°
30 Recreio dos Bandeirantes Barra/Jacarepaguá 01/01/1997 Sim -23.009987° -43.440518°
31 Laranjeiras Baía de Guanabara 13/08/2000 Sim -22.940547° -43.187458°
32 São Cristóvão Baía de Guanabara 19/08/2000 Sim Sim Sim Sim -22.896657° -43.221628°
33 Tijuca/Muda Baía de Guanabara 07/02/2011 Sim -22.932767° -43.243288°


  1. «Quem somos». Consultado em 28 de abril de 2019 
  2. «Info Estações». Consultado em 28 de abril de 2019 
  3. «1997». Consultado em 28 de abril de 2019 
  4. «Novo radar que permite detectar temporais mais rapidamente entra em operação segunda-feira». O Globo. 15 de dezembro de 2010. Consultado em 28 de abril de 2019