Abrir menu principal

Alex Sandro Santana de Oliveira

futebolista brasileiro

Alex Sandro Santana de Oliveira (Salvador, 30 de outubro de 1973) é um futebolista brasileiro, conhecido como Paulo Isidoro. O apelido foi dado em função de sua semelhança física com Paulo Isidoro de Jesus, jogador do Atlético Mineiro e da Seleção Brasileira.

Paulo Isidoro
Informações pessoais
Nome completo Alex Sandro Santana de Oliveira
Data de nasc. 30 de outubro de 1973 (45 anos)
Local de nasc. Salvador (BA),  Brasil
Altura 1,76 m
Apelido Paulo Isidoro
Informações profissionais
Período em atividade 1993-2011 (18 anos)
Clube atual Aposentado
Número 9
Posição Meio-campo
Clubes de juventude
Brasil Vitória
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1993-1994
1994-1996
1996-1997
1997-1998
1999-2000
2000
2001
2001
2002
2002
2003
2004
2005
2005
2006
2006-2007
2007-2008
2009
2010
2010
2011
2011
Brasil Vitória
Brasil Palmeiras
Brasil Internacional
Brasil Guarani
Brasil Cruzeiro
Japão Kawasaki Frontale
Brasil Vitória
Brasil Cruzeiro
Brasil Fluminense
Turquia Malatya
Brasil Brasiliense
Brasil Portuguesa
Brasil Santo André
Brasil Fortaleza
Brasil Juventus
Brasil América de Natal
Brasil Fortaleza
Brasil Bahia
Brasil Fortaleza
Brasil Mogi Mirim
Brasil Liberdade
Brasil Mogi Mirim
29 (5)
 ? (?)
 ? (?)
 ? (?)
20 (7)
26 (10)
19 (2)
 ? (?)
 ? (?)
 ? (?)
 ? (?)
 ? (?)
 ? (?)
35 (1)
 ? (?)
 ? (?)
57 (27)
16 (5)
41 (6)
(?) (?)
1 (0)
(?) (?)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 02 de dezembro de 2012.


Índice

CarreiraEditar

Começou no início dos anos 1990 nas categorias de base do Vitória, tendo subido para o time principal em 1993, quando foi titular do time vice-campeão brasileiro. No ano seguinte foi campeão paulista e brasileiro pelo Palmeiras e depois para o Internacional, Guarani e Cruzeiro.

Na virada do século esteve uma temporada no futebol japonês e de lá voltou para o seu clube de origem. Próximo dos 30 anos, passou uma temporada na Turquia e voltou ao Brasil, tendo rodado por várias equipes até retornar ao Brasileirão 2005, pelo Fortaleza.

Em agosto de 2009 foi contratado pelo Bahia. No tricolor baiano, foi um dos destaques, e renovou contrato com o clube para 2010, pois tanto a torcida, como diretoria, se interessaram pelo camisa 10 do Esquadrão de Aço para a temporada seguinte. Voltou para o Fortaleza em 2010 com muita euforia onde se sagrou campeão cearense fazendo o gol da vitória na primeira partida das finais. Ao final do campeonato foi eleito para a Seleção do Campeonato Cearense de 2010 como um dos melhores meio-campistas ao lado de Geraldo do Ceará.[1]

A partir da metade da temporada 2010 foi transferido do Fortaleza para o Mogi Mirim por um valor não revelado, onde ficou até 2011, antes de se aposentar do futebol.

TítulosEditar

ArtilhariaEditar

Fortaleza

Referências