Alexandra de Frederiksborg

Alexandra de Frederiksborg (nascida Alexandra Christina Manley; Hong Kong, 30 de junho de 1964), foi a primeira esposa do príncipe Joaquim da Dinamarca, com o qual ela teve dois filhos: o príncipe Nicolau e o príncipe Félix.[1]

Alexandra
Condessa de Frederiksborg
Alexandra em uma visita a Aalborg em 2004
Cônjuge Joaquim da Dinamarca (1995 - 2005)
Martin Jørgensen (2007 - 2015)
Descendência Nicolau da Dinamarca
Félix da Dinamarca
Thatcher Jørgensen (enteada)
Nome completo Alexandra Christina Manley
Nascimento 30 de junho de 1964 (56 anos)
  Hong Kong, China
Pai Richard Nigel Manley
Mãe Christa Maria Nowotny
Religião Igreja da Dinamarca
(anteriormente anglicana)

Enquanto casada, era intitulada Princesa da Dinamarca, mas após o divórcio ela perdeu este título, tendo a rainha Margarida II da Dinamarca lhe concedido o de "Condessa de Frederiksborg".

BiografiaEditar

Alexandra Christina Manley nasceu como a mais velha das três filhas de Richard Nigel Manley (nascido em Xangai, filho de pai inglês e de mãe chinesa) e de Christa Maria Nowotny (nascida na Áustria). Seu pai era diretor de uma companhia de seguros e sua mãe, gerente de uma companhia de comunicações. Suas irmãs são Nicola Baird e a fisioterapeuta Martina Bent. Ela foi batizada na Catedral de São João de Hong Kong.[2]

Fez seu ensino primário e secundário em Hong Kong. Estudou no Quarry Bay Junior School nos anos 1969-1971 e na Glenealy Junior School de 1971-1974 e fez seu ensino secundário em Island School, uma das instituições da English Schools Foundation. Depois de ter concluído a escolaridade geral, estudou Economia na Universidade de Viena, Wirtschaftsuniversität (1983-1984).[2]

Durante o período de 1986-1989, trabalhou como corretora de ações em primeiro lugar no Citibank, Hong Kong e, posteriormente, para Jardine Fleming, Hong Kong. De 1990-1995, foi contratada pelo GT Management Ltd, de Hong Kong, tendo sido promovida duas vezes. Ali trabalhou em vendas e marketing de 1990 a 1993 e desde 1993 como chefe-executivo do mesmo departamento até que passou a residir na Dinamarca em 1995.

Casamento e divórcio com o príncipe JoaquimEditar

No dia 18 de novembro de 1995, Alexandra casou-se com o príncipe Joaquim da Dinamarca na Capela do Palácio Real de Fredensborg, (Frederiksborg Slotskirke). Eles tiveram dois filhos: o príncipe Nicolau, nascido em 28 de agosto de 1999, e o príncipe Félix, nascido em 22 de julho de 2002. O casal anunciou sua separação em 16 de setembro de 2004, tendo o divórcio sido oficializado em abril de 2005.[2]

Vida após o divórcioEditar

Após o divórcio, apesar de perder o estilo de Alteza Real, a rainha Margarida lhe concedeu uma pensão anual de cerca de 300 mil euros por ser mãe de dois príncipes da Dinamarca e lhe comprou uma propriedade em Österbro, Copenhague, onde ela reside com os filhos.[3]

Foi casada com o fotógrafo Martin Jorgensen entre 2007 e 2015.[4]

Títulos e estilosEditar

  • 30 de junho de 1964 - 18 de novembro de 1995: a Senhorita Alexandra Christina Manley
  • 18 de novembro de 1995 - 08 de abril de 2005: Sua Alteza Real, a princesa Alexandra da Dinamarca
  • 08 de abril de 2005 -15 de abril de de 2005: Sua Alteza, a princesa Alexandra da Dinamarca
  • De 16 de abril de 2005 - 03 de março de 2007: Sua Alteza, a princesa Alexandra da Dinamarca e Condessa de Frederiksborg
  • 03 de março de 2007 - presente: Sua Excelência Alexandra, Condessa de Frederiksborg

Após seu divórcio com o príncipe Joaquim da Dinamarca, em 2005, Alexandra perdeu o estilo de Alteza Real sendo-lhe dado o estilo inferior de Alteza, mantendo, à época, o título de princesa da Dinamarca). No aniversário da rainha Margarida, Alexandra também recebeu o título de condessa de Frederiksborg, título outorgado por uma vida e não extensível a seus filhos. Trata-se de um título de 1ª classe e Alexandra passou a usar o estilo de Excelência.[3]

Com seu novo casamento, em 2007, ela perdeu seu título de "princesa da Dinamarca" e o estilo "Alteza", sendo agora oficialmente tratada por "Sua Excelência a Condessa Alexandra de Frederiksborg".

Referências

  1. Ove Ullerup (16 de setembro de 2004). «Their Royal Highnesses Prince Joachim and Princess Alexandra» (em inglês). The Danish Monarchy. Consultado em 10 de julho de 2019 
  2. a b c AGENCIAS (16 de setembro de 2004). «Los príncipes Joaquín y Alexandra de Dinamarca se separan». Madrid. El País (em espanhol). ISSN 1134-6582 
  3. a b EFE (3 de março de 2007). «Alexandra de Dinamarca pierde el título de princesa al casarse con un plebeyo». Madrid. El País (em espanhol). ISSN 1134-6582 
  4. «Los 3 fiascos de Alexandra de Dinamarca en el amor: el último con un delicuente». El Confidencial (em espanhol). 9 de junho de 2019. Consultado em 1 de fevereiro de 2020 

Ligações externasEditar

Lista de reportagens sobre Alexandra a revista espanhola Bekia